Projetos Pedagógicos 2016

Em 2016, as seguintes iniciativas nortearam as práticas pedagógicas de todas as turmas:

– Ciranda Literária: A Ciranda Literária ocorre em todas as turmas, oportunizando que, semanalmente, as crianças escolham e levem livros literários infantis para o contexto familiar, com o objetivo de favorecer para o envolvimento com a literatura de forma prazerosa. Dia 07 de maio, realizamos a evento de abertura da Ciranda, com a participação das crianças, seus responsáveis e servidores do CREIR. Nela, os professores apresentaram o musical “Os Saltimbancos”, de Chico Buarque.

Cultura Popular: Este projeto pretende oferecer espaços de contato com diferentes expressões artísticas e culturais, como danças, músicas, literaturas, narrativas orais, artes visuais, culinárias etc. A Festa da Cultura Popular, realizada no dia 30 de julho, configurou em um momento de partilha com a comunidade escolar das vivências de diferentes manifestações da cultura popular brasileira e de outros países, como cirandas, frevo, forró, brincadeiras cantadas, além de criações com as crianças e dos professores.

Multilinguagens: Esta proposta consistiu na realização de oficinas temáticas, visando fortalecer e estreitar o trabalho de integração entre as diferentes as linguagens especializadas oferecidas no CREIR – Artes Visuais, Educação Física, Educação Musical e Informática Educativa. Realizaram-se oficinas temáticas. As oficinas foram desenvolvidas nos meses de março à maio, contemplando atividades de jardinagem, contação de histórias, exibição de filmes, passeios pelo campus Realengo II, brincadeiras com a música e os sons, experiências científicas, pintura com corantes naturais e produção de massa de modelar.

– Integração família-escola: Tendo em vista a importância e necessidade de um estreitamento na relação família e escola no contexto da Educação Infantil, estabeleceu-se a parceria entre Coordenação Pedagógica e a equipe do SESOP para promover, em 2016, espaços de integração e formação para as famílias. Realizaram-se Ciclos de palestras destinados aos responsáveis, que abordaram temas como Zica, leitura e escrita na EI e aspectos psicológicos e fonoaudiólogicos do desenvolvimento infantil; Cine Cultura CREIR, com a exibição de filmes e documentários ligados à educação das crianças; e passeios culturais com as famílias para museus e parques da cidade.

 

Projetos desenvolvidos pelas turmas

 

Turma Projetos
11 O galo observado pelas crianças e localizado no terreno externo à unidade mobilizou a curiosidade pelo animal, ampliada por pesquisas, histórias, músicas e brincadeiras com o tema. O projeto foi desdobrado com o trabalho em torno da manifestação da cultura pernambucana “O Galo da Madrugada”, o que possibilitou às crianças descobrirem o ritmo frevo e as produções artísticas da região.
12 A partir da história João e Maria, a turma 12 iniciou o ano letivo pelo projeto “Casas”, associado ao momento de acolhimento das crianças que ingressavam na instituição. Descobriram outras casas, como aquela “engraçada” criada por Toquinho e Vinícius, mobilizando a produção do vídeo da música “A Casa”, encenado pelas crianças.No segundo e terceiro trimestres, a turma investiu sua curiosidade no projeto “Lagartas e borboletas”, em que levantou hipóteses sobre a metamorfose do inseto, observou lagartas encontradas na escola, conheceu e criou poesias sobre o tema, chegando a se transformar em borboletas para dançar.

T 12 IDENTIDADE – PRIMEIRA REDE – VERSÃO FINAL

T 12 Lagartas e borboletas

21 No primeiro trimestre, turma 21 desenvolveu o projeto inicial “Cidade das Crianças”, que surgiu com a proposta das crianças em construir uma cidade. O grupo conheceu o que caracteriza uma cidade, como é a cidade em que moramos, partindo para a reflexão sobre a possibilidade de uma cidade outra a partir do olhar das crianças.No segundo trimestre, a turma desenvolveu o projeto “Folclore”. No contato com algumas lendas folclóricas, as crianças demonstraram grande interesse e curiosidade pelos personagens. E, assim, o projeto foi se desenvolvendo e ganhando novas dimensões com a participação das crianças conhecendo os mistérios e histórias que perpassam a nossa cultura.Já no terceiro trimestre, a partir do livro “A verdadeira história de Chapeuzinho Vermelho”, as crianças se interessaram pelo universo dos lobos e como eles apareciam nos livros literários: maus, bons, engraçados, medrosos e fortes. O projeto está em andamento e agregou a pesquisa sobre lobos de verdade, suas diferentes espécies e características.T 21 Projetos
22 O projeto “Coruja dos Segredos” tem relação com a curiosidade e espírito investigativo da turma que, ao encontrar uma gaiola vazia, indagou sobre quem ali morava. As crianças se corresponderam por cartas com a coruja encantada, que revelou segredos sobre o tempo e sobre os mistérios do fundo do mar. As crianças produziram a coruja, que visita semanalmente suas casas. O projeto oportunizou jogos, caçada às pistas deixadas pela coruja, experiências de escritas de cartas, brincadeiras de rimar e de sonhar. No retorno do recesso escolar, um novo personagem se inseriu na história: “O gigante das ruínas”, o projeto em desenvolvimento. As crianças escreveram cartas para ele, imaginaram, desenharam e construíram o gigante e sua casa.
23 “Turma 23 e a natureza” é o projeto construído pelo grupo, permeado pela interação com a natureza. As crianças plantaram sementes, inclusive de girassol, acompanhando seu desenvolvimento. Exploraram o terreno da escola, em busca de sementes e folhas. Realizaram, até mesmo, um acampamento na escola, cercadas de natureza, de seus sons e cores. O projeto também possibilitou o contato com histórias e fábulas com a temática da natureza, assim como a realização de experiências artísticas usando recursos naturais.T 23 Projeto
24 O projeto “Monstros, monstrengos e outros seres fantásticos” levou a turma 24 por caminhos de descoberta e de superação de seus próprios medos. No decorrer dos trimestres, as crianças pesquisaram se monstros existiam ou não, depararam-se com personagens espetaculares de nosso folclore, como o Saci Pererê, o Curupira e a Mula sem cabeça, e construíram sua própria história aterrorizante, intitulada “O livro monstruoso dos Monstros”.

PROJETO MONSTROS 1

25 O Projeto “Segredos – das crianças e adultos” teve início no momento de acolhimento, possibilitando que o grupo descobrisse o segredo das cores, dos papéis, das palavras, dos brinquedos, dos livros, dos animais, e também sobre nós mesmo e sobre os outros.O projeto em andamento, “Eu quero aprender a fazer bolo”, teve origem nas brincadeiras de cozinhar das crianças. Elas investigaram e descobriram vários tipos de bolos, dos comestíveis aos de massinha, construindo até mesmo uma “embolada”, música em trovas, em que narram uma história sobre crianças que brincam de bola e outras que confeccionam um bolo.

T 25 – A Gente é uma Família

T 25 relato – bolos

26 O primeiro projeto desenvolvido pela turma “26 em cena” investiu na expressividade desse grupo de crianças, investindo-se em experiências com a linguagem oral e escrita, com a música, com a dança, com o teatro, dentre outras linguagens. As crianças realizaram encenações com fantoches e adaptaram uma brincadeira tradicional brasileira, construindo o Tangolomango da 26, escrito a partir das características da turma, de sua rotina, de suas vivências.“Nossas diferenças” é o projeto em desenvolvimento pela turma no momento, pautado na observação e discussão das diferenças individuais, como cor da pele, dos olhos, do cabelo, associado ao respeito e consciência de que os sujeitos são diferentes. As crianças tiveram contato com histórias, músicas e brincadeiras pertinentes à questão, apresentando para os colegas aspectos de suas próprias histórias de vida.

T 26 Projeto Crianças como vocês

31 No primeiro semestre, a turma explorou o projeto “Piratas da 31”. As curiosidades da turma foram constantemente alimentadas por cartas misteriosas, mensageiros secretos, caçadas emocionantes, baú surpres, etc. Exploramos diversas obras com a temática de piratas, como os livros “Um pirata muito só”, “O tesouro do pirata Pedro” e “Guia de aventuras Piratas”, além do filme “Peter Pan”. Passeamos com as famílias à exposição da Casa da Moeda no CCBB. A partir dele, exploramos moedas antigas e brincamos de leilão. Realizou-se o lançamento do Livro “Piratas Navegando”, produzido pela turma e apresentado às famílias em um café literário, e também a “Festa dos Piratas”, com cenário, vestimentas, acessórios e culinárias do tema produzidas pela turma.No segundo semestre, após as Olimpíadas do Rio, a turma demonstrou bastante interessa pelos mascotes dos Jogos – Tom e Vinícius – o que deu início ao projeto “Tom Jobim e Vinícius de Moraes”. Iniciamos “O Rio de Tom e Vinícius”, quando foram exploradas músicas como “Samba do Avião” e “Garota de Ipanema”, exaltando os cenários, paisagens e a realidade do Rio de Janeiro. A turma confeccionou um jogo de trilha com curiosidades sobre nossa cidade. Em seguida nos aprofundamos na obra “Arca de Noé” de Vinícius de Moraes, contendo poesias e músicas destinadas ao público infantil. Exploramos assim as rimas, ritmos e composição de palavras.

Projeto Piratas – Turma 31

32 “A turma 32 e o Reino do Pudim” no projeto desenvolvido ao longo dos dois primeiros trimestres, iniciado pelo interesse das crianças pelo universo de príncipes e princesas. As crianças pesquisaram as formas de vida da realeza, inclusive da monarquia brasileira, conheceram castelos e construíram seu próprio reino, com roupas e nome elaborados pelas próprias crianças.No terceiro trimestre, as brincadeiras de médico envolveram as crianças, originando o projeto em desenvolvimento “Médicos”, com pesquisas sobre a profissão, sua história, assim como a construção de objetos para tornar mais real a brincadeira no “consultório” da turma.

Projetos da Turma 32-2016

33 O projeto “Universo” foi desenvolvido no primeiro trimestre, iniciado pela curiosidade demonstrada pelo grupo. As crianças realizaram pesquisas sobre o espaço sideral, assistiram vídeos sobre viagens espaciais, construíram histórias e brincadeiras e visitaram o Museu de Astronomia com suas famílias.O segundo projeto em desenvolvimento pela turma “Vamos pintar nosso corpo?” tem relação com o interesse da turma em realizar esse tipo de atividade. As crianças investigaram experiências de crianças de outras culturas que também compartilham desse gosto, encantando-se pelas pinturas corporais realizadas pelas crianças indígenas.
34 “Grécia e deuses”, projeto desta turma, teve início com a apresentação da história sobre o Cavalo de Troia. As crianças se encantaram com a temática da mitologia grega, permeado por deuses e magia e investiram na viagem para tempos mais antigos, conhecendo outras histórias, personagens e aspectos geográficos da Grécia. Realizaram também a construção de um castelo, a partir de pesquisas, esboços, trabalho e muita imaginação. Participaram, ainda, de inúmeros momentos de integração com o reino da turma 32.Projeto Turma 34

 

Tema desenvolvido pela Comunicação Social do Colégio Pedro II para WordPress