Empretecer o debate de gênero foi a proposta do Fórum das Minas, em evento que movimentou o Campus ENII

Publicado em

FM

Nos dias 07 e 09 de agosto, aconteceu o “II Fórum das Minas: empretecendo o debate de gênero”, no campus Engenho Novo II. As alunas e alunos receberam 22 convidadas mulheres negras, com quem puderam dialogar em mesas-redondas, palestras, rodas de conversa e oficinas, além das estudantes do Colégio Pedro II, que também protagonizaram debates. Elas falaram sobre racismo e machismo no trabalho, na escola, nas relações pessoais, nas redes sociais; comentaram suas leituras literárias de autoras negras; deram depoimentos, dividiram vivências, foram exemplo de luta e de resistência; ensinaram conceitos importantes.

FAIXA
Faixa do evento, com design assinado pela integrante da Comissão Organizadora, Suane Nascimento, e pela ex-aluna do campus ENII, Isabella Carvalho
Foto de Larissa Lacerda, bolsista do “Fórum Permanente de Discussões Étnico-Raciais” (ENII).

Ganhou destaque a mesa-redonda intitulada “Por uma educação antirracista”, na noite de 07 de agosto, que também configurou a Aula Inaugural de 2019 da Especialização em Educação das Relações Étnico-Raciais no Ensino Básico (Ererebá). A presença e a fala da ilustre convidada Jurema Gomes da Silva, ex-aluna do CPII da turma de 1952 da antiga Seção Sul (atual campus Humaitá II) e docente aposentada do Departamento de Francês, tiveram forte impacto por resgatar a história das professoras negras que colaboraram para a construção da instituição.

MESA REDONDA
As convidadas Eliana Alves Cruz e Fernanda Felisberto, em mesa-redonda sobre literatura
Foto de Carolina Guimarães, bolsista do “Fórum Permanente de Discussões Étnico-Raciais” (ENII)

Ganhou destaque, ainda, a Mostra de Iniciação, na manhã de 09 de agosto, quando o “II Fórum das Minas: empretecendo o debate de gênero” propôs para o público de alunos interessados a dinâmica de um evento acadêmico: eles se credenciaram, assistiram às mesas e receberam certificado de ouvinte. Na Mostra, pesquisadoras que se reconhecem como mulheres negras narraram seus diversos percursos intelectuais, entre elas alunas de Programas de Iniciação do CPII. Um exemplo foi a participação das orientandas Ana Beatriz Nunes, Gabrielle Amâncio e Helena Lessa da Iniciação Científica Júnior “Palavras Negras” (campus Tijuca II). Na mesa-redonda “Alunas negras e suas trajetórias acadêmicas”, o “Palavras Negras” junto às alunas do “Neuromancers” (campus ENII) e do “Coletivo Agbara” (campi São Cristóvão II e III) abordaram suas pesquisas e atividades em andamento. A referida mesa foi mediada também por alunas, as bolsistas Letícia Rodrigues Silva (“Palavras Negras”) e Mylena Vasconcelos (“Fórum das Minas”). Foi um momento emocionante, que demonstrou a força pedagógica e afetiva do encontro entre Projetos do Colégio Pedro II.

ALUNAS
Alunas do “Coletivo Agbara” (SCII e III), “Fórum das Minas” (ENII), “Neuromancers” (ENII) e “Palavras negras” (Tijuca II), durante a Mostra de Iniciação
Foto de Larissa Lacerda, bolsista do “Fórum Permanente de Discussões Étnico-Raciais” (ENII)

 

GABRIELLE AMANCIO
Aluna Gabrielle Amâncio, da Iniciação Científica Júnior “Palavras Negras” (campus Tijuca II), durante a Mostra de Iniciação
Foto de Larissa Lacerda, bolsista do “Fórum Permanente de Discussões Étnico-Raciais” (ENII)

Parte importante da cobertura fotográfica deu-se também com a participação discente. Integrantes da Iniciação Artística e Cultural “Fórum Permanente de Discussões Étnico-Raciais” (ENII), sob a orientação da professora de Sociologia Alline Torres, as estudantes Carolina Guimarães e Larissa Lacerda fizeram fotos durante o evento e vêm desenvolvendo um olhar sensível para o projeto de fotografia e protagonismo de mulheres negras, que vai fazer parte da Semana da Consciência Negra, prevista para novembro.

A convite das servidoras docentes Aline Brito, Alline Torres, Ana Claudia Abrantes, Cristiane Barbalho, Paula Alves e Yandara Moreira, a Comissão Organizadora teve curadoria aberta e dela participaram ao todo 17 mulheres (negras, em sua maioria) professoras de Educação Básica de várias instituições de ensino e pesquisadoras das grandes áreas de Ciências Humanas e Linguística, Letras e Artes. Desde abril de 2019, de maneira colaborativa em todas as etapas de desenvolvimento e realização do evento, a Comissão articulou-se e escolheu as pautas mais relevantes para a comunidade escolar, em especial para os estudantes do Ensino Fundamental II, Ensino Médio, PROEJA e da Especialização Ererebá. O compromisso, assumido e vividamente celebrado pela Comissão, em parceria com a Direção do campus Engenho Novo II, foi ouvir e ver mulheres negras protagonizar, na Educação Básica, o imprescindível debate sobre gênero e raça. Convocadas pelas complexidades do tempo presente, elas empreteceram a escola.

COMISSÃO
Yandara Moreira, Ana Claudia Abrantes, Caroline da Matta, Dandara Ribeiro, Jucilene Nogueira, Cristiane Barbalho, Silvia Barros, Paula Alves, Juliana Berlim, Aline Brito e Alline Torres, integrantes da Comissão Organizadora, no auditório do campus Engenho Novo II

Mais fotos do evento podem ser vistas no Instagram @forumdasminas. O grupo de pesquisa “Fórum das Minas” pode ser contatado pelo e-mail forumdasminascp2@hotmail.com.

 

 

Comunicação do Campus Engenho Novo II

Categorizado em Eventos, Internos, Portugês, Projetos

Assuntos:

Tema desenvolvido pela Comunicação Social do Colégio Pedro II para WordPress