Com proposta inovadora, CPII vai oferecer quatro cursos de licenciatura na Zona Oeste, em 2020

Publicado em

coordenadores_licenciaturas

No primeiro semestre de 2020, o Colégio Pedro II vai inaugurar seus primeiros cursos de licenciatura. Os cursos serão nas áreas de Ciências Sociais, Filosofia, Geografia e História e compõem as Licenciaturas Integradas em Humanidades. Com duração de oito semestres, as licenciaturas são gratuitas e serão ofertadas no Campus Realengo, zona oeste do Rio, no período noturno. A seleção será feita pelo SISU a partir das notas dos candidatos no Enem 2019.

Conversamos com Silvana Bandoli, coordenadora de Graduação do CPII, e com Marcelo Araújo (coordenador da Licenciatura   de Ciências Sociais), Joana Tolentino (coordenadora da Licenciatura de Filosofia), Tiago Galinari (coordenador da Licenciatura de Geografia) e Márcio Coelho (coordenador da Licenciatura de História) que apresentaram os detalhes sobre a proposta e a dinâmica dos primeiros cursos de graduação do CPII.

Proposta inovadora

A construção dos projetos pedagógicos dos cursos de licenciatura teve início em 2017, com a união dos departamentos da área de Humanidades (Ciências Sociais, Filosofia, Geografia e História) para a elaboração dos projetos pedagógicos dos cursos. A iniciativa também contou com contribuições do departamento de Educação Infantil. O resultado foi uma proposta inovadora que compreende a formação de professores a partir da articulação entre teoria e prática e do contato direto com docentes que atuam na Educação Básica.

“Vamos investir nos desdobramentos teóricos e metodológicos do campo da formação inicial e continuada de professores, os quais apontam para o caráter incontornável da educação básica como locus de formação. Está prevista, nos Projetos Pedagógicos de Curso (PPCs), a vivência dos licenciandos em uma comunidade de formação desde os primeiros períodos do curso. Não apenas com atividades práticas de ensino, mas com projetos pedagógicos e educativos que são forjados pela comunidade escolar na educação básica”, explica Silvana Bandoli.

VÍDEO: SAIBA MAIS SOBRE AS LICENCIATURAS DO CPII

Romper com o distanciamento entre a formação universitária e a realidade encontrada em sala de aula foi um dos pontos levados em consideração no planejamento dos cursos. No CPII, a formação de docentes vai proporcionar aos futuros professores contato direto com profissionais que atuam na Educação Básica, ao longo de todo o curso. “As licenciaturas do CPII rompem com a dicotomia entre a escola básica e a formação universitária, pois historicamente, no Brasil, coube à universidade formar os profissionais que iriam atuar na escola básica. Com as propostas das licenciaturas no CPII, isso será invertido, pois teremos professores da Escola Básica formando os futuros profissionais da própria Escola Básica, já que, por princípio, os professores que atuarão nas licenciaturas também deverão ter carga horária nas turmas dos ensinos fundamental e médio”, pontua Marcelo Araújo refletindo a opinião do Núcleo Docente Estruturante do curso de Ciências Sociais.

Outro diferencial está na integração das licenciaturas que terão componentes comuns aos quatro cursos, além dos conteúdos específicos de cada área.  A formação está dividida em três eixos: Eixo Decolonial, Eixo Pedagógico e Eixo Metodológico.

“Os cursos terão uma ênfase nos estudos sob uma perspectiva decolonial. Isso rompe com uma longa tradição dos estudos de humanidades centrados no eurocentrismo e em outros vieses que desconsideram o protagonismo de diversos povos e grupos que formaram e estão muito presentes na sociedade brasileira, e em outras nações e regiões não europeias”, explica Márcio Coelho sobre o Eixo Decolonial.

 Durante toda a formação, os alunos participarão de Laboratórios de Prática de Ensino. “Há um investimento em disciplinas em que o viés da ação é definidor. Nesses laboratórios, todas as atividades pedagógicas institucionais se encontram, se complementam e se transformam em vivências. Estas disciplinas, são quatro no decorrer de cada curso, são exploradas como espaço de interlocução de ações da Iniciação Científicas (dos alunos da educação básica e dos licenciandos), das monitorias, dos projetos de pesquisa e dos cursos de formação docente continuada (pós-graduação)”, pontua Silvana.

 
Cursos serão ofertados no Campus Realengo II, no período noturno

A escolha pela oferta dos cursos no Campus Realengo buscou atender a uma demanda da região da zona oeste, que não dispõe de cursos com o perfil oferecido pelo CPII. Atualmente, estudantes que queiram se titular em uma licenciatura pública precisam se deslocar às zonas norte, sul ou Centro do Rio. “Queremos atender uma população que quer e precisa se qualificar para se inserir melhor no mercado de trabalho, mas ao mesmo tempo precisa trabalhar e não tem a disponibilidade de realizar um curso no período da manhã ou da tarde”, justificou Joana Tolentino. “Creio que nesse sentido, o CPII ao abrir suas primeiras licenciaturas no Campus Realengo II, na zona oeste, cumpre mais uma vez sua função social de proporcionar, através da educação, os instrumentos necessários à transformação social e ao desenvolvimento”, complementou Márcio.

 Contribuir para a superação dos desafios que envolvem a prática docente na sociedade brasileira é uma das metas das licenciaturas oferecidas pelo CPII. “Existem muitos desafios na formação docente, especialmente num país onde os profissionais da educação não são devidamente valorizados. A melhoria dos indicadores educacionais do país depende, em primeiro lugar, de uma valorização desses profissionais. O Colégio Pedro II, historicamente, oferece um ensino de excelente qualidade. A instituição possui um corpo docente altamente qualificado e com grande experiência na educação básica e no ensino superior. A instituição já vem ofertando há alguns anos cursos de pós-graduação de excelência e agora tem a oportunidade de oferecer licenciaturas igualmente excelentes”, analisou Tiago Galinari.

Vagas e forma de ingresso

Para cada curso serão ofertadas 40 vagas. Para concorrer, os candidatos que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 precisam se inscrever no SISU 2020 e selecionar um dos cursos de licenciatura oferecidos pelo CPII.

 Credenciamento de Docentes

Professores do CPII têm até o dia 25 de novembro para se credenciar como docente das Licenciaturas Integradas em Humanidades do Colégio Pedro II. Saiba mais

O que esperar das licenciaturas do CPII:

“Os futuros estudantes do curso de Licenciatura em Ciências Sociais podem esperar, em primeiro lugar, uma dedicação muito grande das professoras e dos professores do Departamento de Sociologia do Colégio Pedro II. Com isso, podem ter a certeza de que a formação a ser construída combinará a constituição do saber baseada na dialogicidade e na busca constante de atualização e de qualificação de metodologias e de técnicas de ensino-aprendizagem. Os resultados, esperamos, serão profissionais da educação com uma sólida qualificação para atuarem em um cenário educacional complexo e em permanente transformação” – Marcelo Araújo (coordenador da Licenciatura de Ciências Sociais)

 “Nossos futuros estudantes podem esperar um curso inovador tanto nas metodologias, nas estratégias de ensino, com atividades integradas nas quais eles poderão dialogar com as outras disciplinas que compõem as ciências humanas. Eles vão ter bastante contato e aprender conteúdos interdisciplinares tendo uma formação menos atomizada e propiciando a prática de trabalhos interdisciplinares tão demandados no espaço escolar” – Joana Tolentino (coordenadora da Licenciatura de Filosofia)

 “Os futuros alunos do curso de Geografia podem esperar uma licenciatura com a qualidade e o compromisso característicos do Colégio Pedro II. Do primeiro segmento à pós-graduação, a instituição já oferece uma educação de altíssima qualidade. Os futuros alunos do curso encontrarão excelentes e experientes professores. O processo formativo do curso é voltado, desde o seu início, para o desenvolvimento de saberes e competências para o magistério em Geografia, valorizando a pesquisa e a interdisciplinaridade. Assim, os licenciandos terão uma experiência riquíssima durante o curso, o que contribuirá para uma formação igualmente rica” – Tiago Galinari (coordenador da Licenciatura de Geografia)

 “Aos nossos futuros licenciandos eu afirmo: estudarão em um curso inovador, no aspecto da relação entre o conhecimento teórico e o conhecimento prático, o ‘como fazer’, que terá um currículo construído com muito esmero e antenado às novas tendências metodológicas, com profissionais que possuem larga experiência na educação básica e formação acadêmica sólida, em uma instituição pública de qualidade que dispensa apresentações. Será um enorme prazer estudar/aprender com todos vocês!” – Márcio Coelho (coordenador da Licenciatura de História)

Assessoria de Comunicação Social

Categorizado em Notícias

Assuntos:

Tema desenvolvido pela Comunicação Social do Colégio Pedro II para WordPress