Reitor esclarece questões sobre a não retomada das aulas presenciais

Publicado em

cartela_brasao_azul

O reitor do Colégio Pedro II, Oscar Halac, esclarece para a comunidade escolar alguns pontos da Nota Oficial nº 02/2020. O documento, publicado no dia 28 de julho, aborda, entre outros assuntos, a não retomada das aulas presenciais no CPII até o surgimento de condições sanitárias seguras e a oferta de atividades remotas a partir de setembro. Nesta quarta-feira, 29/7, uma errata do documento foi publicada, corrigindo o item que tratava sobre o cumprimento da carga horária mínima de 800 horas do ano letivo 2020.

Confira a entrevista com o reitor:

oscar_peq

 

A partir de setembro, o CPII iniciará a oferta de atividades remotas para os estudantes da Educação Básica. Elas substituirão as aulas presenciais do ano letivo 2020?

OSCAR HALAC: Não. A oferta de atividades remotas para estudantes da Educação Básica não substituirá as aulas presenciais do ano letivo de 2020. Esse ponto foi definido pela Portaria nº 1.254, que trata das atividades acadêmicas não presenciais da Educação Básica. A contabilização do mínimo de 800 horas de aulas presenciais se dará após o atingimento de dados sanitários seguro.

Qual será o foco dessas atividades remotas?

OH: O foco dessas atividades remotas está sendo estabelecido pelo Grupo de Trabalho Central de Protocolos e Cenários Pós-Pandemia do Colégio Pedro II, constituído pelo Conselho Superior do CPII, com representação de todos os segmentos da comunidade escolar. É importante ressaltar que a partir de setembro é necessário que tenhamos um olhar sobre o acolhimento e sobre a cognição dos estudantes do CPII, com o objetivo de mantê-los próximos à instituição.

Segundo a Nota Oficial nº 02/2020, as atividades remotas contarão como carga horária para os estudantes concluintes do ensino médio em 2020. Qual o motivo desta exceção?

OH: O objetivo é não prejudicar o acesso destes estudantes ao ensino superior. Para que os certificados de conclusão e declarações provisórias sejam emitidos é necessário o cumprimento de determinada carga horária por parte destes estudantes, o que pode ocorrer por meio de atividades remotas e não apenas por aulas presenciais. Aliado a tudo isso, está a garantia da oferta, em 2021, de um mínimo de horas presenciais para todos os estudantes concluintes do ensino médio no CPII, o que deverá ser normatizado pelos colégios departamentais.

A nota também aborda a concessão de novos auxílios estudantis como o Financeiro e o de Inclusão Digital. Pode falar um pouco mais sobre eles? Qual será o público-alvo desses auxílios?

OH: A decisão pelo pagamento de novos auxílios surge em um momento de certeza da impossibilidade do retorno presencial, pelo menos até o atingimento de condições sanitárias mais seguras. Por isso, e com a chegada de novo orçamento, conforme o Plano Orçamentário, resolvemos realizar um novo rol de auxílios para os estudantes em situação de vulnerabilidade social. Nesse sentido, foi decidido utilizar o orçamento da Assistência Estudantil para a aquisição de tablets, de planos de dados e de chips para que os alunos em situação de vulnerabilidade tenham acesso à internet e a equipamentos eletrônicos que propiciem o acesso a uma série de projetos que poderão ser desenvolvidos pelo CPII. As pró-reitorias estão trabalhando para que esses benefícios sejam viabilizados no mês de agosto.

Veja mais em:

CPII NA MÍDIA: RJTV (29/07/20) – CPII: Atividades vão recomeçar a partir de setembro

 

Assessoria de Comunicação Social

 

Categorizado em Avisos

Assuntos:

Tema desenvolvido pela Comunicação Social do Colégio Pedro II para WordPress