Cursos livres

Cursos livres de extensão

Os cursos livres de extensão da Escola de Música destinam-se a comunidade escolar e a comunidade do entorno. São ministrados por diversas categorias docentes: professores efetivos, projetos de dedicação exclusiva dos mesmos, instrutores com formação a nível técnico e estagiários monitores. Todas essas categorias são igualmente importantes e complementares. É importante ressaltar que os estagiários monitores atuam sob a supervisão de um professor da equipe do Ensino Médio Integrado Técnico em Instrumentos Musicais, que elabora junto a esse estagiário o programa do curso, materiais didáticos e planejamentos de aula, além de acompanhar a presença e o desenvolvimento dos alunos. O professor supervisor deve realizar reuniões periódicas com os estagiários monitores para o acompanhamento do trabalho.

São oferecidos cursos básicos de instrumentos musicais diversos, tais como teclado, cavaquinho, violão, instrumentos de sopro: flauta transversal, saxofone, clarinete, trompete, trombone, tuba, divididos em três níveis: iniciante, intermediário e avançado. A Escola de Música também oferece cursos de canto coral. Esses cursos em seus três níveis seguem um plano de curso elaborado pelo professor responsável sob a supervisão do coordenador pedagógico e da Chefia de Departamento de Educação Musical.

Os cursos têm em comum a proposta de possibilitar aos alunos o desenvolvimento das habilidades básicas que são fundamentais para a execução nos instrumentos. Essas habilidades básicas permitem que o aluno possa executar um repertório simples, parte do patrimônio cultural da humanidade e possa desenvolver a prática de conjunto.

Por acreditar que a prática do instrumento se desenvolve com maior eficácia a partir do trabalho em conjunto, as aulas dos cursos livres de extensão da Escola de Música acontecem em grupo. É na convivência nos grupos instrumentais que aspectos como respeito e interação social se refletem de forma positiva no desenvolvimento global do aluno, dando-lhe a possibilidade de vivenciar uma experiência musical rica e socializadora.

A maioria dos cursos tem duração anual e funcionam durante os meses de março, abril, maio e junho e agosto, setembro, outubro e novembro e seguem o calendário do Colégio Pedro II no que diz respeito a feriados e recessos. As duas primeiras semanas do mês de julho e do mês de dezembro são utilizadas para finalização das aulas, avaliações e planejamento das monitorias. Havendo oferta de vagas, novos alunos podem ser admitidos no segundo módulo (segundo semestre), desde que apresentem nível compatível com o desenvolvimento do grupo, comprovado mediante entrevista e exame de admissão.

 Cada grupo é formado por no máximo sete alunos que têm aulas semanais com duração de uma hora e meia. Os alunos são agrupados de acordo com a faixa etária e nível de conhecimento e as aulas são direcionadas para um público de crianças, jovens e adultos, atendendo também a terceira idade. A capacidade individual de desenvolvimento de cada aluno é repeitada dentro do grupo que pode ser a qualquer momento reestruturado, ou seja, conforme o seu desempenho o aluno pode ser convidado a fazer parte de um novo grupo mais adequado para o seu processo de aprendizagem. Ao final de cada semestre o trabalho deve ser avaliado pelo grupo, por cada aluno pertencente a ele e pelo professor. É considerado se as metas estabelecidas foram atingidas e avaliado o desenvolvimento alcançado por todos os envolvidos no processo ensino-aprendizagem. Ao final de cada ano letivo é realizada uma performance, priorizando a prática instrumental em grupo de modo a integrar os diversos cursos,os alunos e  os professores.

A Escola de Música possui também um estúdio para ensaios e gravações que possibilita aos estagiários do Ensino Médio Integrado – Técnico em Instrumentos Musicais vivenciarem uma experiência profissional na área de técnicos de som. Esses estagiários atuam na montagem e desmontagem de palco nas apresentações musicais, nos ensaios e gravações.

No decorrer do ano letivo, as disciplinas específicas do curso técnico e os projetos de extensão desenvolvidos na Escola de Música procuram realizar apresentações musicais, palestras, atividades culturais, direcionadas para a comunidade local e para todos os segmentos do Campi Realengo, com a intenção de colaborar para a ampliação  artístico – cultural da comunidade interna e externa e para a formação de plateia.