Projeto #BibliotecaIndica: Maria Firmina dos Reis

Publicado em

biblioteca_indica

Nas últimas semanas, o projeto #BibliotecaIndica tratou sobre os livros, sobre os instrumentos de escrita e sobre a evolução das bibliotecas. Esta semana, vamos conhecer a história da primeira romancista do Brasil. 

Maria Firmina dos Reis é um nome importante para a literatura brasileira. Seu livro “Úrsula” é considerado o primeiro romance de autoria negra e feminina do Brasil, além de ser o primeiro que foca a causa abolicionista.

Ela nasceu em São Luís, no Maranhão, no dia 11 de março de 1822. Durante a infância, passou a morar com uma tia que possuía melhores condições financeiras, mudança que lhe possibilitou um bom acesso à educação e à literatura desde cedo.

image3 (8)

Foi a primeira mulher a ser aprovada em um concurso público no Maranhão, em 1847, para o cargo de professora.

Em 1859, publicou “Úrsula”, seu primeiro e mais conhecido romance, sob o pseudônimo “Uma Maranhense”. Essa foi a primeira obra brasileira a se posicionar contra a escravidão. Depois passou a escrever poesias, ensaios, artigos e palavras-cruzadas em jornais e revistas da época. Ela também compôs músicas com a temática abolicionista.

A escritora fundou a primeira escola para meninos e meninas negras do país, em 1880. No entanto, essa instituição não durou muito. Por ser uma escola mista, a iniciativa causou muita polêmica no povoado de Maçaricó, no interior do Maranhão. Quando se aposentou, continuou lecionando para filhos de lavradores e fazendeiros. Faleceu em 11 de novembro de 1917, aos 95 anos.

image4 (1)

Sua obra ficou esquecida até 1962, quando o historiador Horácio de Almeida (1896-1983) colocou a escritora em evidência. Atualmente, estudiosos pesquisam sobre Maria Firmina dos Reis e, aos poucos, sua vida e obra vêm sendo mais divulgadas.

A escritora Jarid Arraes homenageou Maria Firmina com um cordel, em seu livro “Heroínas negras brasileiras em 15 cordéis”. E, em 2019, foi a vez da multinacional Google homenagear a escritora em sua página inicial do Brasil.

image2 (3)

Maria Firmina é a única mulher entre os bustos da Praça Pantheon (São Luís – MA), que homenageiam importantes escritores maranhenses.  

Para saber um pouco mais sobre Maria Firmina dos Reis, assista ao vídeo da historiadora Lilia Schwarcz: 

Quem quiser ler o romance mais famoso de Maria Firmina dos Reis pode acessar a Biblioteca Digital da Câmara dos Deputados. A publicação “Úrsula e outras obras” está disponível nos formatos PDF, Epub e Mobi no link: https://bd.camara.leg.br/bd/handle/bdcamara/35999.

 

Até a próxima semana!

 


Referências:
ARRAES, Jarid. Heroínas negras brasileiras em 15 cordéis. São Paulo: Seguinte, 2020.
ARTECULT. Maria Firmino dos Reis: Google Doodle homenageia a primeira romancista brasileira. 2019. Disponível em: http://artecult.com/google-doodle-maria-firmina-dos-reis/. Acesso em: 30 out. 2020.
D’ANGELO, Helô. Quem foi Maria Firmina dos Reis, considerada a primeira romancista brasileira. 2017. Disponível em: https://revistacult.uol.com.br/home/centenario-maria-firmina-dos-reis/. Acesso em: 30 out. 2020.
NEVES, Nik. Google Doodles. 194º aniversário de Maria Firmina dos Reis. 2019. Disponível em: https://www.google.com/doodles/maria-firmina-dos-reis-194th-birthday. Acesso em: 30 out. 2020.
PRAVALER. Maria Firmina dos Reis: tudo sobre a primeira romancista do Brasil. 2020. Disponível em: https://www.pravaler.com.br/maria-firmina-dos-reis-tudo-sobre-a-primeira-romancista-do-brasil/. Acesso em: 30 out. 2020.
SOUZA, Warley. Brasil Escola. Maria Firmina dos Reis. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/literatura/maria-firmina-dos-reis.htm. Acesso em: 30 out. 2020.
Turma do Plenarinho. Maria Firmina dos Reis. 2019. Disponível em: https://plenarinho.leg.br/index.php/2019/11/maria-firmina-dos-reis/. Acesso em: 30 out. 2020.

Conteúdo de responsabilidade da Central de Bibliotecas.

Assuntos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Tema desenvolvido pela Comunicação Social do Colégio Pedro II para WordPress