Confira entrevista com Isabela Millani, aluna do HU2 aprovada para universidade francesa

Publicado em

Cartela Site Isabela_França

Isabela Millani, que se formou em 2019 no Campus Humaitá II, foi aprovada para o curso de Ciências Políticas  do  Institut d’Études Politiques de Paris,  mais conhecido como Sciences Po, um dos mais renomados centros de estudos sociais e políticos do mundo. Isabela, que já havia sido aprovada para o curso de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), embarca em agosto para a França. Nesta entrevista, ela fala sobre sua trajetória no Colégio Pedro II, suas expectativas sobre seu futuro acadêmico e a experiência de morar fora e dá dicas para quem quer seguir seus passos.

 

HU2 – Então podemos começar falando sobre sua história em relação ao colégio. Em que ano você começou a estudar no CPII?

Isabela – Bom, primeiramente eu gostaria de falar o porquê de achar importante dar esta entrevista. Sabemos que a educação pública vem sofrendo ataques há algum tempo, e eu espero que minha trajetória demonstre o quanto ela é importante e o quanto a excelência de escolas como o CP2 fazem a diferença na vida das pessoas, principalmente levando em conta a atual conjuntura sociopolítica. Por isso, meu objetivo com essa entrevista é ressaltar a qualidade e a necessidade do ensino público no Brasil. Mas respondendo a sua pergunta, entrei no Pedro II em 2013, através do concurso, para cursar o 6º ano do Ensino Fundamental.

Isabela, à esquerda,  com colegas do HU2 na formatura do 9° ano
Isabela, à esquerda, com colegas do HU2 na formatura do 9° ano

HU2 – Nestes sete anos o que você destaca de relevante em seu aprendizado?

Isabela – Ao longo da minha trajetória no Pedro II eu tive contato com pessoas de todos os tipos e, a partir dessa diversidade, pude aprender muito, tanto academicamente quanto pessoalmente. Acredito que a educação deve ser uma busca pelo conhecimento através do debate e da abertura para sempre aprender mais em relação às problemáticas que nós jovens vivemos hoje em dia. E foi ao longo desse percurso que, ao compreender cada vez mais sobre as lutas que permeiam a nossa sociedade, eu me interessei pelas ciências políticas.

HU2 – Você deve ter muitas histórias para contar. No ano passado foi uma das alunas que viajou para participar da AIMO. Além dessa olimpíada internacional, qual outro você destaca como importante na sua trajetória no CPII?

Isabela – Confesso que sempre fui muito curiosa em relação a todas as matérias, então eu tive no Pedro II a oportunidade de explorar meus interesses e participar de eventos que não só me ensinaram, mas foram extremamente importantes para o meu futuro acadêmico. Ano passado eu participei da AIMO e foi uma experiência que reafirmou meu amor pela Matemática e também pelo conhecimento de novas culturas (já que fomos pra Taiwan). Também fiz, ao longo do Ensino Médio, parte da iniciação científica de Filosofia e de alguns modelos diplomáticos, consequentemente descobrindo as Relações Internacionais, área profissional que eu pretendo seguir.

Isabela (centro) fez parte da equipe do HU2 que disputou a AIMO em 2019 e trouxe o bronze para o campus.
Isabela (centro) fez parte da equipe do HU2 que disputou a AIMO em 2019 e trouxe o bronze para o campus.

HU2 – Estudar fora do país sempre esteve em seus planos?

Isabela – Desde pequena eu sonhava em fazer faculdade fora, mas não sabia se realmente aconteceria por ser uma realidade difícil e não tão comum de acontecer. Mas,  a partir do 2º ano do Ensino Médio eu comecei a levar a ideia mais a sério e resolvi ir a fundo no meu sonho de estudar no exterior por dois grandes motivos: a qualidade de ensino e a experiência por si só que morar longe em uma cultura completamente diferente pode trazer.

HU2 – Como foi o processo para ingressar em uma universidade estrangeira?

Isabela – O processo para ingressar em uma universidade lá fora é completamente diferente do brasileiro. Ao invés de passar por uma prova como o ENEM, eu tive que construir todo um application e um projeto de estudos. Eles levam em conta todo o seu percurso e seu interesse muito além das notas. Então, para ‘aplicar’, eles olham suas atividades extracurriculares, sua motivação, sua curiosidade e muito mais. Ou seja, o mais importante não são as suas notas, mas sim sua vontade de aprender e de fazer a diferença.

Isabela com a peofessora de Matemática Priscila Belota
Isabela com a peofessora de Matemática Priscila Belota

HU2 – Estudar no CPII fez toda a diferença para você conseguir realizar seu sonho…

Isabela – Sim, nisso o Pedro II fez total diferença, porque eu pude me engajar em várias atividades extracurriculares, e a parte mais importante: aprendi o francês!!! Para entrar na faculdade lá fora você geralmente precisa falar alguma língua estrangeira, mas como a minha é na França, o nível mínimo de francês que eles pediam era B2. Desde o 9° ano eu venho fazendo DELF com a Equipe de Francês do Humaitá II.

Isabela e Mariah com o professor de História Nelio  Galsky, que se aponsentou em 2019.
Isabela e Mariah com o professor de História Nelio Galsky, que se aponsentou em 2019.

HU2 – Quais dicas você daria para quem está pensando em seguir seus passos?

Isabela – A primeira e mais preciosa dica que eu dou é: se engaje na sua escola! Cada faculdade tem um perfil de aluno lá fora, mas todas buscam pessoas que querem impactar a sua comunidade de alguma forma e que são curiosas intelectualmente.  Outra coisa muito importante é se dedicar na escola durante o Ensino Médio e ir atrás dos seus interesses. Por isso, se é um grande objetivo seu estudar fora vai com muita garra e pesquisa muito sobre isso. Acho importante eu destacar aqui meus privilégios porque sempre contei com muito apoio, oportunidades e a ajuda crucial de todos os meus professores. Mas se esse é o seu objetivo, saiba que é possível, principalmente porque as universidades mais renomadas geralmente contam com programas de bolsas muito bons.

Isabela participou em 2019 do Jovem ONU, do Sesc. Sua equipe ganhou o prêmio de melhor delegação colaboradora
Isabela participou em 2019 do Jovem ONU, do Sesc. Sua equipe ganhou o prêmio de melhor delegação colaboradora

HU2 – Você vai estudar em uma das universidades mais renomadas do mundo. Quais suas são suas expectativas?

Isabela – Minhas expectativas são muito altas. Estudar em uma das melhores universidades de Ciências Políticas do mundo vai ser uma oportunidade sem igual. Estou extremamente ansiosa para viver minha vida universitária lá fora!

Veja mais…

Estudantes do HU2 são medalhistas de prata na OBA 2019

Alunos do Humaitá II participam do projeto ‘Jovem ONU’ da Escola SESC

Alunos do Humaitá II fazem prova escrita do Delf

Alunos do HU2 premiados na AIMO 2019

 

 

Logo 2020 Rodapé Comunicação

Categorizado em 2020, Notícias

Assuntos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Tema desenvolvido pela Comunicação Social do Colégio Pedro II para WordPress