Poeta e repentista paraibano é tema de oficina desenvolvida pela Equipe de História do HU2

Publicado em

Oficina-resistir-existir

 

A Equipe de História do Campus Humaitá II desenvolveu uma oficina virtual sobre o poeta e cantador Inácio da Catingueira,  um dos mais famosos repentistas brasileiros que foi escravizado e adotou como sobrenome o nome da cidade da Paraíba onde nasceu no final do Século XIX.  A oficina foi pensada para ser realizada por toda a comunidade escolar e público em geral.

Confira o vídeo de apresentação da oficina

Intitulada “Resistir para existir”, a oficina tem como objetivos: criar a possibilidade de estudar parte da história do Brasil; e, a partir do presente, refletir o passado e, através dele, realizar reflexões sobre a nossa realidade.

“Um terceiro objetivo seria a possibilidade de pensarmos e nos conscientizarmos sobre a nossa relação com esse mundo que nos envolve”, ressaltou o professor Cristiano Campos, coordenador da Equipe de História do campus.

“Não há período de inscrição e nenhuma tarefa como contrapartida. Quem quiser fazer a oficina só precisa entre no site e seguir o percurso, ouvindo os áudios, lendo os textos e fazendo reflexões a partir das atividades. Posteriormente, caso tenha vontade e quiser compartilhar algo com os professores, é só enviar um email para colaboreh@gmail.com”, explicou Cristiano.

Clique aqui para participar da oficina

Momentos

A partir da história do repentista e do contexto histórico em que ele viveu, a oficina foi desenvolvida para ser realizada em três momentos. No primeiro deles, acontece uma contação de história sobre um importante acontecimento na vida de Inácio: a batalha de versos que travou durante oito dias com um famoso repentista, o também paraibano Romano de Mãe D’Água , e que teria lhe rendido sua liberdade.  Neste momento também são abordados os temas racismo estrutural e branquitude.

O segundo momento reúne textos diversos sobre o contexto histórico da segunda metade do Século XIX, alguns deles escritos e outros adaptados por professores do campus. O terceiro e último momento traz atividades sobre os versos da batalha.

A criação da oficina é um trabalho em conjunto da Equipe de História. Segundo Cristiano, os professores de História planejam realizar novas oficinas seguindo outros formatos ainda em 2020.

 

Equipe de História do Humaitá II

Renata Silva

Roberta Martinelli

Ana Ribas

Carla Nascimento

Rosana Llopis

Celso Thompson

Cristiano Campos (coordenador)

 

 

 

 

Logo 2020 Rodapé Comunicação

Categorizado em 2020, História, Notícias

Assuntos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Tema desenvolvido pela Comunicação Social do Colégio Pedro II para WordPress