Estudantes assistem a sessões do International Uranium Film Festival

Publicado em

IMG-20190531-WA0004

O International Uranium Film Festival do Rio de Janeiro é o mais completo festival de cinema da Era Atômica em todo o mundo, com a exibição de filmes independentes de todos os gêneros sobre energia nuclear, mineração de urânio, armas nucleares, acidentes nucleares e radiológicos, ciência & medicina nuclear, irradiação de alimentos, lixo radioativo e perigos da radioatividade, em geral. O festival, organizado e dirigido por Márcia Gomes de Oliveira e Norbert G. Suchanek, nasceu no Rio de Janeiro em 2010 e virou hoje um “Cannes Atômico” do cinema nuclear com mostras realizadas em sete países, em mais de 40 cidades: do Rio a Nova York, Los Angeles, Nova Deli e Berlim.

O International Uranium Film Festival deste ano – de 25 de maio a 2 de junho na Cinemateca do MAM Rio – dedicou-se à segurança nuclear e aos rompimentos de barragens de rejeitos de minérios, temática especialmente relevante em função das tragédias em Minas Gerais, a de novembro de 2015, em Mariana, e a de janeiro de 2019, em Brumadinho.

IMG-20190531-WA0005

Três professores da equipe de Química do campus Niterói, Antonio Carlos Alvares (Tonico), Allan Rangel e Anderson Duarte levaram, no dia 28/05, um grupo de cerca de 40 estudantes da 3ª série do Ensino Médio a uma sessão do festival dedicada às escolas, cujo tema era “Angra Nuclear”. O grupo assistiu às seguintes produções:

> EM NOME DE QUÊ, SÃO FRANCISCO? Brasil, 2019, Direção Maria Paula Fernandes, Produção Bruno Marques, 3 min.

> DARKROOM (QUARTO ESCURO) Alemanha, 2011, Direção e Produção Anna Luisa Schmid, animação, 2 min, sem diálogo.

> PEDRA PODRE Brasil, 1990, Direção Eva Lise Silva, Ligia Girão, Stela, Grisotti, Walter Behr, documentário, 26 min, português.

> O CASO ANGRA 3 Brasil, 2019, 10 min – Uma colagem de reportagens recentes da TV sobre a construção da terceira usina nuclear na Costa Verde, em Angra, e a corrupção milionária.

> A PROFECIA DO CACIQUE Brasil, Alemanha, 2008/18, Direção Norbert G. Suchanek, Produção Márcia Gomes de Oliveira, 20 min, português.

Ao final, os estudantes e professores participaram de um debate com o jornalista e diretor Norbert G. Suchanek.

Categorizado em Notícias

Tema desenvolvido pela Comunicação Social do Colégio Pedro II para WordPress