Dia Internacional da Superdotação: 5% da população têm alguma alta habilidade

Publicado em

Capturar

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 5% da população têm algum tipo de alta habilidade e se considerarem os mais de 47 milhões de alunos, o país teria 2,3 milhões de estudantes nesse nicho.

Em Niterói a família Silva tem muito o que explicar sobre o assunto. Aos 16 anos, Katherine da Silva de Jesus passou para três faculdades federais no curso mais difícil de aprovação, medicina. A então adolescente passou em primeiro lugar na Universidade Federal Fluminense, em primeiro lugar na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) e em segundo lugar na Universidade Federal do Rio de Janeiro (Ufrj). A menina prodígio escolheu a UFF por proximidade de casa. Mas os títulos que coleciona não param por aí. No ensino médio, por exemplo, passou em quinto lugar no Colégio Pedro II e em sétimo lugar no Instituto Federal do Rio de Janeiro (Ifrj); além de olimpíadas de matemática e redação, por exemplo.

Confira a reportagem completa: aqui

Categorizado em Notícias

Assuntos: ,

Tema desenvolvido pela Comunicação Social do Colégio Pedro II para WordPress