Centenário de Paulo Freire

IMAGEM POSTAGEM SETEMBRO

Em 19 de setembro de 2021 comemoramos o centenário do nascimento de Paulo Freire, o patrono da educação brasileira. O educador pernambucano é reconhecido internacionalmente por suas ideias e práticas pedagógicas transformadoras. Temos como inspiração sua defesa de uma educação emancipadora, baseada na autonomia dos sujeitos, na reflexão constante sobre a atuação docente e no reconhecimento de diversos saberes, entendendo que as aprendizagens não começam nem terminam na sala de aula.

Cada vez mais percebemos a importância de valorizar as trocas e os diálogos com nossos educandos, além de adotar uma postura ética em relação ao outro e ao mundo, aliada ao necessário compromisso com o conteúdo. Como escreveu Paulo Freire em Pedagogia da autonomia, “quando vivemos a autenticidade exigida pela prática de ensinar-aprender participamos de uma experiência total […] em que a boniteza deve achar-se de mãos dadas com a decência e a seriedade”. E procuramos nos lembrar sempre de que “ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção”

Pedro II homenageia Paulo Freire

Abrindo as comemorações pelo centenário de Paulo Freire, a Diretoria de Culturas do Colégio Pedro II recebeu, em março deste ano, três integrantes do espetáculo Paulo Freire, o andarilho da utopia, para refletir sobre o legado do educador e o papel do teatro e das artes na educação. O registro do debate está disponível no Youtube, assista aqui

E agora, no mês de setembro, Paulo Freire também será o homenageado pelo projeto Prata da Casa, evento voltado a estudantes do Ensino Médio que promove um diálogo sobre carreira profissional com a participação de ex-alunos do Colégio Pedro II. A mesa de abertura é dedicada ao educador. A programação completa está disponível no site do Colégio, confira aqui.  

Notícias do DPLLP

Estamos criando o perfil do DPLLP no Instagram: @depto.port Com este novo canal de comunicação, buscamos promover uma maior interação entre o Departamento e o corpo discente e incrementar a divulgação de eventos, atividades, projetos e produções dos professores de Português do Colégio Pedro II. Sigam o nosso perfil para saber as novidades do DPLLP!

Outras notícias vêm a seguir. Boa leitura!  

Criação do Laboratório de Estudos Feministas na Escola (LEFEMES)

evento gláucia

No dia 16 de setembro ocorreu o primeiro encontro do Laboratório de Estudos Feministas na Escola (LEFEMES), que reúne docentes de Português de diversos campi do Colégio Pedro II. O projeto foi idealizado pelas professoras Glaucia Secco, do campus Humaitá II, e Daiane Crivelaro, de São Cristóvão III. O objetivo é pensar sobre como os recortes feministas podem contribuir para a construção de uma escola mais igualitária, justa e plural. No primeiro encontro do grupo, além das organizadoras, estiveram presentes Roberta Guerreiro Costa, do campus Caxias; Cristiane Barbalho, Luciano Nascimento, Paula Alves e Yandara Moreira, do campus Engenho Novo II; Teresa Cruz, do campus São Cristóvão III; Carol da Matta, Ingrid Matos, Sheila Jacob e Silvia Barros, do campus Tijuca II.

A proposta de criação de um núcleo de estudos feministas na escola pensa nas diversas possibilidades de (re)criação do mundo a partir da ótica do gênero, das mulheres, das dissidências, da interseccionalidade e das obras de artes, partindo da literatura, como demonstrações desses diversos pontos de vista sobre o mundo. As reuniões estão sendo quinzenais, às quintas-feiras, pelo Google Meet. Saiba mais sobre o projeto clicando aqui

Atualidade de Machado de Assis

atualidade_machado

 Um artigo da professora Flávia Amparo, do Campus Engenho Novo II, integra a coletânea Atualidade de Machado de Assis: leituras críticas, organizada pelos professores Andréa Sirihal Werkema e João Cezar de Castro Rocha, ambos da UERJ. O texto da pesquisadora, intitulado “‘Sob o véu dos versos’: as artes sibilinas do poético na obra de Machado de Assis”, trata não apenas da poesia do autor, mas faz uma leitura do poético como princípio fundador da obra machadiana, resgatando a influência de clássicos como Shakespeare, Dante e Goethe. O livro foi lançado no dia 8 de setembro, no Colóquio on-line promovido pela Alameda Editorial, com a participação da professora Flávia e dos demais autores. Para ter acesso ao evento e ao debate basta clicar aqui

Estamos de volta!

Imagem - Postagem agostoEm agosto, depois de uma breve pausa, demos início ao nosso ano letivo de 2021. Voltamos com energia renovada, prontos para repensar estratégias, trocar experiências e aproveitar ao máximo os encontros com as nossas turmas, mesmo que ainda remotamente. Com a experiência adquirida no semestre passado, o aumento do número de aulas síncronas, a familiaridade com a plataforma Moodle e as variadas possibilidades de interação, esperamos fortalecer os vínculos com os nossos estudantes e compartilhar ainda mais momentos de aprendizagens, trocas e descobertas. Desejamos um excelente período de reencontros e recomeços para todos! 

A seguir, veja as novidades do nosso Departamento.

LAL  PLURAL: Roda de samba & saberes

LAL PLURAL ago 2021 Ivone Lara

Em homenagem ao centenário da grande poetisa sambista e arteterapeuta brasileira D.Ivone Lara, o LAL realizou uma roda de samba e saberes no dia 24 de agosto, na mais recente edição do LAL Plural, com a participação de Lazir Sinval, cantora do Jongo da Serrinha. O LAL está com inscrições abertas para novos colaboradores e pesquisadores das diversas áreas do conhecimento, com vínculo ou não com o Colégio Pedro II. Saiba mais.

PIBID/UFRJ desenvolve projetos em turmas de PROEJA no CP2/ Engenho Novo II

PIBID

Durante o ensino remoto do Colégio Pedro II, o PIBID, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência, vinculado à UFRJ, tem desenvolvido um trabalho de produção textual com as turmas de PROEJA no Campus Engenho Novo II. Saiba mais

 

 

Podcast sobre Úrsula, de Maria Firmina dos Reis

Imagem de apresentação do podcast sobre Úrsula

 

O Podcast sobre Úrsula surgiu com o objetivo de apresentar o referido romance e sua autora aos alunos do segundo ano do Campus São Cristóvão III. Acesse aqui!

 

 

Alunas do CP2 são premiadas em Concurso de Redação da DPU

concurso redação

A Defensoria Pública da União promoveu um concurso de redações com o tema “Entre o céu e o asfalto: onde está a dignidade da população em situação de rua?”. No Rio de Janeiro, na categoria I (6º  a 9º ano), a vencedora foi Maria Beatriz Fernandes Carlos, do Campus Humaitá II; na categoria II (Ensino Médio) , tivemos uma dobradinha: Maria Clara Scrivano (1º lugar) e Maria Luísa Teixeira dos Santos (2º lugar), ambas do Campus Centro. Parabéns às garotas pelo sucesso!

 

 

Um balanço do ano letivo de 2020

Imagem - Postagem de julho de 2021

Chegou ao fim nosso ano letivo de 2020. Foram meses bastante desafiadores tanto para nós, professores e professoras, quanto para os discentes, todos tendo que nos adaptar a essa nova realidade de atividades remotas e à novidade das aulas síncronas e assíncronas. Apesar dos obstáculos e das novas estratégias que precisamos elaborar, foi muito bom reencontrar – ainda que virtualmente – nossos alunos do Colégio Pedro II e ter a oportunidade de com eles estabelecer diálogos, via chat ou microfone aberto. É na interação e nas trocas constantes que nosso trabalho se atualiza, cresce e ganha sentido. Agora, chegou o momento de darmos uma pausa, recarregarmos as energias e nos prepararmos para o ano letivo de 2021, torcendo para que os encontros continuem a ser tão produtivos e frutíferos quanto foram até aqui, principalmente com a perspectiva de mais aulas síncronas. 

Não poderíamos deixar de lembrar que o dia 25 de julho é marcado por diversas homenagens. Nessa data, no Brasil, comemoram-se o Dia Nacional do Escritor e o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra. Internacionalmente, é reconhecido como o Dia da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. Essas datas mostram a importância de lermos cada vez mais escritoras negras brasileiras. Nesta edição, inclusive, destacamos o lançamento da obra Poetas negras brasileiras: uma antologia, organizada pela escritora Jarid Arraes, com poemas de mais de 70 autoras nacionais, das mais diversas regiões do Brasil. Dentre elas, estão as professoras do Colégio Pedro II Juliana Berlim (campus Engenho Novo II) e Silvia Barros (campus Tijuca II). Além disso, damos destaque à participação do professor Hélio de Sant’anna, do Campus São Cristóvão III, em um encontro sobre o romance Úrsula, de Maria Firmina dos Reis, escritora negra que foi uma das primeiras mulheres romancistas do Brasil e pioneira na crítica antiescravista da nossa literatura. 

Trazemos, também, o anúncio do mais novo professor titular do Departamento de Português e Literaturas de Língua Portuguesa (DPLLP): Marcelo Gomes Beauclair, do campus Tijuca II. Essa e outras notícias você confere a seguir.  Boas leituras e até agosto! 

Professor Marcelo Beauclair (Tijuca II) torna-se Professor Titular do CP2

CORPO DOCENTE (1)Na terça-feira, 6 de julho, o professor do campus Tijuca II Marcelo Gomes Beauclair tornou-se mais um professor titular do Departamento de Português e Literaturas de Língua Portuguesa (DPLLP). Depois de ter se formado como aluno do Colégio Pedro II, Marcelo retornou à escola como professor em 1992. Passou pelo campus Humaitá e, desde 2012, leciona no campus Tijuca II, com foco na Educação de Jovens e Adultos (PROEJA).

A Banca examinadora contou com a participação do Professor Márcio Hilário, atual coordenador-geral do DPLLP, e de três docentes da UERJ (pela qual Marcelo é doutor em Língua Portuguesa): André Valente, Maria Teresa Tedesco e Tania Câmara. A defesa do memorial teve diversos momentos emocionantes, como quando o professor lembrou que abriu mão de um cargo de gerente de banco para se dedicar ao magistério. Marcelo recordou também sua prova de aula para ingressar no Pedro II, para a qual compôs uma música e levou um violão. 

Para falar da importância desse momento, Marcelo pegou emprestada uma expressão usada por Machado de Assis em Dom Casmurro: “Tem um quê de atar as duas pontas da vida. Dá uma sensação de completude, de plenitude. Vem à lembrança o sonho de ser professor do Pedro II, ainda quando aluno, e do dia em que recebi o diário de classe com o meu nome e o brasão da escola em cima. Lembro como se fosse hoje. Me sinto realizado: a história da minha vida passa pela minha trajetória no Pedro II”.

Agora, o DPLLP conta com 10 professores titulares na ativa; Marcelo se junta aos colegas Tatiana Batista Alves (Centro), Flávia Vieira da Silva do Amparo, Jorge Luiz Marques de Moraes (Engenho Novo II); Renata Lopes Marafoni (Niterói), Luciana Kühn Viegas de Medeiros (São Cristóvão II); Hercules Alberto de Oliveira, Liliane Machado, Márcio Vinícius do Rosário Hilário (São Cristóvão III), e Dilma Mesquita de Lacerda Loureiro (Tijuca II).

LAL – CICLOS DE ESTUDOS: Respiração e autoconhecimento na escola/ Emoções na pandemia e processos de regulação

lalciclo

Os ciclos de estudos do Laboratório de Autoconhecimento e Linguagens (LAL) continuam fornecendo, quinzenalmente, combustível para seguirmos nesse contexto tão adverso e repensarmos, primeiramente, nossa relação interna associada à necessidade constante de ressignificação do nosso papel na escola.

lal pandemia

O debate coletivo por meio de temas sugeridos pelos próprios pesquisadores do Laboratório, entre professores, terapeutas, estudantes de Ensino médio e da graduação, foi fortalecido no mês de junho com a partilha generosa de nossas convidadas: Cecília Pessoa (professora aposentada de Ed.Física do CPII, professora de yoga integral e yogaterapia) e Edna Ponciano (Professora de Psicologia da Uerj e Coordenadora do DERA – Desafios Emocionais e Relacionais da Adolescência para a Adultez emergente/ IP/Uerj).  Saiba mais.

Diálogo sobre Úrsula, romance de Maria Firmina dos Reis

úrsula

O professor Hélio de Sant’anna dos Santos, do curso de especialização em Educação das Relações Étnico-Raciais (EREREBÁ) e do campus São Cristóvão III, participou de um diálogo sobre o romance Úrsula, de Maria Firmina dos Reis, escritora negra que foi uma das primeiras mulheres romancistas do Brasil e pioneira na crítica antiescravista da nossa literatura. Também participou da conversa a pesquisadora Luciana Martins Diogo, criadora e editora do portal Memorial de Maria Firmina dos Reis. O encontro foi promovido pelo Coletivo de Leituragens Os Pacová, um projeto de extensão da UFRJ que promove rodas de leitura mensais. O encontro está disponível no Youtube (assista aqui) e também pode ser ouvido no Spotify (ouça aqui).  

ProjetosA obra de Maria Firmina dos Reis é um dos temas do projeto Resgate da autoria negra na literatura brasileira”, que o professor Hélio, junto ao grupo de pesquisa Laboratório de Estudo de Práticas Educativas em Língua Portuguesa e Literatura (LEPELL),  vem desenvolvendo com estudantes do ensino médio do CP2. Saiba mais sobre o projeto aqui na nossa página.

Lançamento da antologia Poetas negras brasileiras

poetas negras

As professoras Juliana Berlim, do campus Engenho Novo II, e Silvia Barros, do campus Tijuca II, integram a antologia Poetas negras brasileiras, organizada pela escritora Jarid Arraes. A obra apresenta uma visão panorâmica de mais de 70 autoras contemporâneas de regiões distintas do país e idades diversas. Os poemas abordam temas como identidade, linhagem, ancestralidade, sexualidade, cabelo e fenótipo, violência, racismo, equidade, maternidade, amor, entre outros. A obra está em pré-lançamento.

Evento Brazilian Translation Club

Translation

No dia 8 de julho, a professora Juliana Berlim, da equipe do Engenho Novo, participou do projeto Brazilian Translation Club, em conversa com Ricardo Silveira e Ana Frederico sobre a tradução do conto “Myto”, da autoria de Juliana. Ela é uma das autoras do livro Carolinas: A nova geração de escritoras negras brasileiras, organizado por Julio Ludemir, e vem angariando prêmios literários, como o Concurso de Cartas Prêmio Estação Leitura, já informado aqui. Recentemente, conquistou o primeiro lugar no Concurso Internacional de Resenhas, da Embaixada da República da Coreia, que premiou textos sobre a obra Por favor, cuide da mamãe. O projeto Brazilian Translation Club é organizado pela Festa Literária das Periferias (Flup), pelo Laboratório de Tradução Ana Cristina Cesar da Uerj e pela University College London, com o apoio da UCL Global Engagement.

Programa As palavras e as coisas sobre poesia na escola

luizO professor Luiz Guilherme Barbosa, do campus Engenho Novo II, participou do programa As palavras e as coisas sobre o tema “Poesia na escola”. Também foi entrevistada Duda Quiroga, professora de educação infantil e fundamental de primeiro segmento da rede municipal do Rio e ativista sindical. O programa é exibido no canal da Kotter TV e pode ser visto aqui 

 

Luto, esperança e homenagem

imagempostjunho(2)Neste mês, alcançamos a terrível marca de 500 mil mortos por Covid-19 em nosso país. Em meio à tristeza e à indignação geradas por tantas vidas perdidas, nós, professores e professoras do Colégio Pedro II, tivemos a oportunidade de tomar a primeira dose da vacina, o que traz uma ponta de esperança e nos permite vislumbrar a possibilidade de um retorno seguro para a sala de aula. Além disso, foi divulgada a previsão de vacinação de toda a população adulta do município do Rio de Janeiro até agosto. E, em setembro, será a vez da imunização dos adolescentes, conforme calendário da Prefeitura. Torcemos para que essa previsão seja mantida, cientes da importância de seguirmos com medidas protetivas, como distanciamento social e uso de máscara, até que a maioria da população esteja vacinada.

Junho também é tempo de celebrarmos o aniversariante do mês: Joaquim Maria Machado de Assis, carioca nascido em 21 de junho de 1839.  A relevância do nome de Machado na literatura em língua portuguesa é inegável, por isso não poderíamos deixar de homenagear o nosso Bruxo do Cosme Velho, autor de contos, romances, novelas, crônicas, poemas e um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras. Para isso, trazemos dois conteúdos produzidos por professores do Colégio Pedro II sobre a obra do autor.

aliterariamini

O mais recente é o vídeo divulgado no canal Aliterária, da Alita Caiuby (SCII), sobre o romance machadiano Quincas Borba, em que a livro é comentado e atualizado tendo em vista a condição humana no contexto pandêmico. Assista ao vídeo aqui.

Logo_LinguaLivre

Temos também o  Língua Livre Podcast, de Vivian Paixão e Liliane Machado (SCIII), cujo episódio  “Capitus, madalenas e os ciumentos da literatura”, com as professoras Denise Grimm e Elisa Vieira, focaliza as protagonistas femininas dos romances Dom Casmurro, de Machado, e S. Bernardo, de Graciliano Ramos.

Outras notícias sobre o Departamento você confere a seguir.

III Seminário do CCO – Inscrições abertas

Imagem1[

Acontece nos dias 18 e 19 de outubro, em evento on-line, o III Seminário do Grupo de Pesquisa Conectivos e Conexão de Orações, da UFF. O CP2 está presente na comissão organizadora, na pessoa do professor Tharles Gervasio, do campus S. Cristóvão II, e na coordenação do Simpósio 7, intitulado “Conexão e Ensino”, na pessoa da professora Lúcia Deborah, do campus Tijuca II, em parceria com a professora Cláudia Moura, da UERJ.  Segundo as professoras, o simpósio está recebendo submissões de trabalhos que tratem de abordagens produtivas de conectivos e conjunções nas aulas de línguas. Serão acolhidos tanto trabalhos que ofereçam suporte ao ensino quanto relatos de experiência, seja no âmbito da Educação Básica como no do ensino superior. As inscrições estão abertas e as submissões de trabalho vão até o final de junho. Todas as informações sobre o evento estão disponíveis em http://cco.sites.uff.br/iii-seminario-do-cco/

DÊ EFICIÊNCIA – Carta aberta para o diálogo LGBTQIA+

7795c595-5dec-4e3e-8173-04a7be4be9ea

Neste mês do Orgulho LGBTQIA+, o Projeto Dê Eficiência, do qual participa o professor Luciano Nascimento, do Campus Engenho Novo II, convidou uma família, uma docente e um estudante para papos que  buscam apresentar diferentes pontos de vista sobre uma mesma questão: o espaço das pessoas LGBTQIA+ no ambiente escolar. Na primeira live, às 19h do dia 27/06, a conversa foi sobre como tem sido a experiência família-escola da perspectiva de um casal homoafetivo, pais de um casal de irmãos, de 10 e 8 anos. O convidado foi Adriano Medeiros (administrador, empresário do ramo hoteleiro, casado com o ator Luiz Fernando Guimarães).

LAL PLURAL: mitos e estórias

Imagem4

Aconteceu, no dia 27/05, às 16 horas, mais uma edição do LAL Plural, evento pensado e organizado pelos pesquisadores do Laboratório de Autoconhecimento e Linguagens (LAL). Ocorreram várias trocas sobre mitos e estórias de culturas diversas, trazendo à discussão o significado simbólico que cada narrativa proporciona à vida humana. As partilhas tiveram como objetivo oportunizar a vivência e a reflexão do impacto emocional que os mitos podem gerar. Os significados trazidos são relevantes para a psique humana, que tem realidade própria e diversa. O encontro se desdobrou entre pensar sobre e vivenciar as estórias. Saiba mais

Programa Faixa Livre – Entrevista

image

No último dia 10, Tiago Cavalcante da Silva, professor do Departamento de Português e membro do Conselho de Representantes da Associação de Docentes do Colégio Pedro II, representou a Associação no Programa Faixa Livre, da Rádio Bandeirantes, falando sobre os cortes e bloqueios no orçamento da instituição por parte do MEC. Na entrevista, o docente destacou a importância do Colégio Pedro II como um bem público e um espaço democrático de produção de conhecimento e cultura, alertando para o fato de que a escola corre o risco de suspender suas atividades a partir de setembro, em razão da falta de verba de custeio, isto é, verba para manutenção de serviços básicos, como pagamentos referentes a limpeza, segurança, água, luz, telefone, compra de material de consumo diário, dentre outros. Para ouvir a entrevista na íntegra, acesse: (18) Faixa Livre 10-06-2021 com Adriano de Freixo, Adhemar Mineiro e Tiago Cavalcante da Silva – YouTube

Lançamento do livro ‘Relações lexicais: uma introdução à semântica’

Imagem3Foi lançado o primeiro volume da coleção “Português na Universidade”, uma série de estudos com o intuito de investigar a língua portuguesa com o viés de uso. O livro inaugural analisa a produção e a apreensão de sentido presentes nas relações lexicais, tendo como exemplos textos midiáticos como jornais, propagandas e memes. Os autores são os professores Marcelo Beauclair, do campus Tijuca II e também da UERJ, e Ana Malfacini, da UERJ. Para saber mais sobre a publicação, basta clicar aqui. Outras informações estão disponíveis em https://editoratelha.com.br/product/portugues-na-universidade-vol-i-relacoes-lexicais-uma-introducao-a-semantica/

Ação Solidária

195299004_1243152526118339_5608616780311989532_n A Ação Solidária do Humaitá II lançou, no dia 7 de junho, uma campanha de financiamento coletivo na Benfeitoria. Agora o doador poderá fazer uma assinatura de um valor que será debitado mensalmente do seu cartão de crédito. Saiba como doar no link: https://bit.ly/34YZMRD. Conheça as diversas ações de solidariedade existentes nos campi do CP2 clicando aqui.

 

Em maio, nossa homenagem ao escritor Lima Barreto

limabarreto

“Estamos em maio, o mês das flores, o mês sagrado pela poesia.”

Assim Lima Barreto começa uma crônica de 1911, 23 anos depois da assinatura da Lei Áurea. A Abolição foi decretada no dia em que o futuro escritor completara sete anos de idade – 13 de maio de 1888. Junto com o pai, foi ao Paço Imperial para ver a “canetada” da princesa e à missa no Campo de São Cristóvão. O menino nunca tinha visto tanta alegria na vida. O sentimento de liberdade que tomou conta da multidão contrasta com a realidade do negro recém-liberto: “Mas como ainda estamos longe de ser livres!”.

Quem narra esse acontecimento é a professora Elaine Brito de Souza (campus Engenho Novo II), em texto publicado na página da revista Veja Rio. Autora da tese “Lima Barreto e a memorialística: sujeito e autobiografia em crise”, ela foi convidada pelo colunista Rafael Mattoso para tratar da relação entre o escritor e o bairro do Méier, cujo aniversário também se comemora no dia 13 de maio. Em seu texto, Elaine passa ainda pela questão do negro e da escravidão, prestando uma homenagem a esse escritor tão importante para a cena literária brasileira.  

Em nossa página do DPLLP, é possível encontrar diversos materiais interessantes sobre a produção do escritor carioca. A equipe de Português do Campus Humaitá II, por exemplo, dedicou, no ano passado, o quarto episódio do projeto “Resenhas de Quarentena”, série “Palavras pretas”, ao autor, com o título “Lima Barreto: o delírio da lucidez”. Em vídeo, as professoras Marta Rodrigues e Magda Furtado leem trechos da sátira “Os Bruzundangas” e do romance “Recordações do escrivão Isaías Caminha”. No Podcast, Osmar Filho apresenta o autor e, junto com Magda Furtado, recebe a professora Marta Rodrigues, que é especialista na obra barretiana, e o ator e dramaturgo Hilton Cobra, que interpreta o autor no teatro.

Já as professoras Flavia Amparo e Aline Brito, do campus Engenho Novo II, produziram uma série de “Dicas do Terceirão CPII”, com o objetivo de contribuir para a preparação dos estudantes para o Enem e outros exames de seleção. Há vários episódios sobre Lima Barreto, principalmente sobre suas crônicas. Vale lembrar que “Triste fim de Policarpo Quaresma” foi uma das obras pedidas pelo vestibular da Uerj 2021.

Além da merecida homenagem a Lima Barreto, no mês de maio também houve uma série de atividades e lançamentos que contaram com a participação de professores de Português do Colégio Pedro II.  Alguns desses eventos estão listados a seguir.   

DeSlimites – Revista de Linguagens

jurema

Dia 19.05, às 17h, a Revista DeSlimites – Revista de Linguagens do CP2 recebeu a Professora Jurema Gomes da Silva, docente aposentada do Departamento de Francês do Colégio Pedro II, para um bate-papo sobre sua trajetória de resistência e luta pela educação no Brasil. O evento ocorreu via Meet, e na ocasião a comunidade escolar pôde homenagear essa professora tão querida e importante para a história do CP2.

 A DeSlimites também abriu chamada para seu terceiro número, que traz como tema Educar para o presente: práxis, discursos e utopias. Os textos – de natureza acadêmica ou literária – podem ser enviados até o dia 30 de junho de 2021. Para mais informações, acesse a chamada aqui: Chamada – Revista DeSlimites 2021

Aliterária

aliterariamini

Durante a pandemia, a professora Alita Caiuby, do campus São Cristóvão II, percebeu que precisava comunicar mais sobre as reflexões que iam aparecendo a cada livro que lia. Aos poucos, as gravações foram se organizando e tomando forma de projeto até culminarem no canal Aliterária. Nos vídeos, a professora  apresenta suas reflexões sobre os livros que lê. A cada episódio, ela explica algum conceito sobre a área da linguagem e compartilha seus pensamentos sobre aquela leitura, trazendo relações com o momento atual. Saiba mais aqui.

Sarau Carolinas

carolinas

A professora Juliana Berlim, do campus Engenho Novo II, teve um de seus textos publicado na coletânea Carolinas: a nova geração de escritoras negras brasileiras, como já anunciamos por aqui. Na quinta-feira, 27 de maio, ela participou do Sarau Carolinas, com transmissão pelo Youtube pelos perfis da FestiPoaLiteraria e da FLUPP. Confira como foi o evento clicando aqui.

 

Leitura e produção textual para nativos e não nativos

leitura

Acabou de ser lançado o livro “Leitura e produção textual para nativos e não nativos”, fruto da 3ª Jornada de mesmo nome realizada em junho de 2019 na UERJ. Organizado pela professora Maria Teresa Tedesco, o conjunto conta com contribuições de diversos pesquisadores e professores da área de Letras. Dentre eles está a professora Lúcia Déborah Araujo, do Colégio Pedro II (campus Tijuca II), com o artigo “Mais um olhar para o ensino da gramática”. O livro está disponível na internet.

Abril, mês de celebrar a leitura

leitura1

O dia 23 de abril é conhecido como o Dia Mundial da Leitura, pois é a data de aniversário de morte do escritor inglês William Shakespeare e do espanhol Miguel de Cervantes. Por esse motivo, neste mês costumam ocorrer vários eventos e atividades de promoção da leitura e em defesa do direito à literatura. Neste ano de 2021, mesmo com o distanciamento social decorrente da pandemia da Covid-19, muitas atividades foram realizadas ao longo do mês de forma on-line, diversas delas com a participação de docentes de Português do Colégio Pedro II. Foram palestras, seminários, lançamento de coletâneas e debates, ressaltando a importância da leitura e da luta pela democratização do acesso ao livro no Brasil.

Além disso, em abril tivemos mais um motivos para comemorar: a professora Maria Nathália Segtovich, aprovada no último concurso (23/2018), tomou posse e passou a integrar nosso Departamento, lotada no campus Humaitá II. Recebemos também as docentes substitutas Sorraine Alcântara de Castro (Centro), Isabela da Silva Braz (Engenho Novo II), Andreia da Cruz Pinha, Daniella Ferreira e Josiléa da Silva Pinheiro (Realengo II), Priscila Francisca dos Santos (São Cristóvão II) e Clara Sampaio Fernandes (São Cristóvão III).

A seguir, um aperitivo das notícias publicadas no site do DPLLP neste mês. Boas-vindas às novas colegas e boas leituras para todos nós!   

PROFESSORA JULIANA BERLIM VENCE PRÊMIO ESTAÇÃO LEITURA E TEM CONTO PUBLICADO EM COLETÂNEA    

Fórum Yabas - convidada (4)

A professora Juliana Berlim, do campus Engenho Novo II, ficou em terceiro lugar no Prêmio Literário Estação Leitura, promovido pelo Instituto Oldemburg de Desenvolvimento por meio da Lei Aldir Blanc. Seu texto será um dos 20 que comporão o livro Autores, Leitores & Cartas. Juliana Berlim também teve texto publicado no livro Carolinas – a nova geração de escritoras negras brasileiras, editado pela Bazar do Tempo em parceria com a Festa Literária das Periferias (Flup). Saiba mais.

 

EVENTO RIO QUE LÊ

rio_lê

Na semana passada, de 19 a 23 de abril, aconteceu o seminário virtual “Rio que lê”. O evento foi idealizado pela editora Oficina Raquel, amparado pela Lei Aldir Blanc e com o apoio institucional do Programa Educativo da FLIP. Alguns dos temas tratados foram “Ensino e diversidade”, “Clássicos em sala de aula” e “Escrita criativa na escola”,  além de oficinas diversas. O professor Jorge Marques, do campus Engenho Novo II, foi um dos organizadores e mediadores do evento, que contou com ampla participação de profissionais da educação, estudantes e incentivadores à leitura do país inteiro. Para conferir os debates, basta clicar aqui.

 

DEBATE POR UM PNLD DEMOCRÁTICO

Magda_evento PNLD

Diante da proposta do novo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), os docentes André Dantas (Fiocruz), Magda Furtado (Colégio Pedro II), Michel Torres (IFRJ) e Valéria de Moraes (Rede Estadual-RJ) participaram de um debate on-line sobre a necessidade de democratização desse programa. O evento aconteceu no final de março e o vídeo está disponível no Youtube. Assista aqui.

 

A LEITURA DOS CLÁSSICOS NA EDUCAÇÃO BÁSICA

catedra_MA_20_abril_2021_divulga_page-0001

A 20 de abril de 2021, a Cátedra Machado de Assis, do Colégio Brasileiro de Altos Estudos da UFRJ, promoveu a mesa on-line “A leitura dos clássicos na educação básica”. Coordenado por Godofredo de Oliveira Neto, o evento contou com apresentações de Ana Crélia Dias (da Faculdade de Letras da UFRJ), Anélia Pietrani (também da FL/ UFRJ), Maria Coelho (do Colégio de Aplicação da UFRJ) e Mariana Quadros (DPLLP Colégio Pedro II, campus Niterói). Assista aqui.

 

 

 

A vida é a arte do encontro

arte do encontroChegou 2021, e com ele a retomada do nosso ano letivo de 2020. Apesar de tantas mudanças, estamos muito felizes e cheios de expectativa, pois é no contato com os estudantes que nossa profissão ganha sentido. Por isso, as equipes de Português gostariam de dar as boas-vindas a todos e todas, com a certeza de que, mesmo com a distância física, poderemos ter momentos de produtivas trocas e diálogos afetuosos. São tempos difíceis para todos nós, de muita incerteza e insegurança. Estamos sensíveis a todas as dificuldades e impedimentos que podem existir. Gostaríamos, portanto, de reforçar que estamos juntos nessa caminhada e prontos para auxiliá-los no que for possível.  

Neste primeiro semestre, nossas atividades estão sendo realizadas por meio da Plataforma Moodle. Nela, professores e professoras de todos os campi estão publicando, regularmente, o conteúdo deste ano letivo, que está dividido em dois trimestres. Nos encontros síncronos, ou seja, nas aulas on-line, cada docente combinará com suas turmas como será a melhor dinâmica, tendo como objetivo tornar enriquecedores esses momentos de interação virtual. Qualquer dúvida ou comentário sobre nosso trabalho pode ser enviado aos coordenadores de Português de cada campus.

Para além das postagens no Moodle, nesta página do Departamento de Português, é possível encontrar muitos materiais de qualidade, os quais podem servir de apoio às aulas. São vídeos, transmissões ao vivo, podcasts, blogs, oficinas, palestras e eventos com a participação dos docentes do Departamento ou por eles produzidos.. 

Há, ainda, um panorama das atividades remotas e dos projetos culturais realizados no ano passado. Por este site também será possível acompanhar os eventos e atividades que vêm por aí. Assim, é possível conhecer um pouco melhor a produção de cada professor e cada professora de Português do Colégio Pedro II

No ano passado, criamos esta página para dar visibilidade ao nosso trabalho e estabelecer um contato permanente com a comunidade escolar. Esperamos que seu conteúdo sirva de suporte pedagógico e funcione como mais um apoio a professores e estudantes, principalmente neste momento de ensino remoto. 

É tempo de nos reinventarmos. De preencher de afeto nossos encontros virtuais; de ter criatividade; de investir nos novos encontros e fortalecer os antigos laços de cumplicidade e companheirismo. É tempo de ter cuidado com o outro. Torcemos para que em breve, em um momento mais seguro, estejamos todos juntos de novo, vivendo e celebrando “a arte do encontro” que cantou Vinicius de Moraes.

Vai passar!

E-mail do Departamento: portugues@cp2.g12.br

E-mails das equipes de Português, por campus:

Centro: portugues.ce@cp2.g12.br 

Duque de Caxias: portuguescp2caxias@cp2.g12.br

Engenho Novo II: portugues.en2@cp2.g12.br

Humaitá II : portugues.h2@cp2.g12.br

Niterói: portugues.ni@cp2.g12.br

Realengo II: portugues.re2@cp2.g12.br

São Cristóvão II: portugues.sc2@cp2.g12.br

São Cristóvão III: portugues.SC3@cp2.g12.br

Tijuca II: portuguestj2@cp2.g12.br

Confiram abaixo as novidades do mês de março:

EDUCAÇÃO AO RÉS DO CHÃO: LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURAS EM DIÁLOGO

poster_eventoeducacao

No dia 13 de março, ocorrerá a primeira edição do evento Educação ao rés do chão – Língua Portuguesa e Literaturas em diálogo. Protagonizado por professores da Educação Básica das redes privada, municipal, estadual e federal, com a participação de docentes do CP2, o evento se propõe a ser um espaço para o crescimento de novas ideias e para o compartilhamento de reflexões e experiências no campo do Ensino de Língua Portuguesa e suas Literaturas. Saiba mais…

(RE)ENCONTRO MARCADO

VÍDEO TIJUCA

A equipe de Português do campus Tijuca II produziu um poético vídeo de acolhimento para os estudantes. O material traz citações e trechos de canções de diversos escritores, poetas, compositores e músicos, e também apresenta os professores que integram a equipe.  Veja o vídeo.

Enquanto houver sol

Enquanto houver sol

Diante de um ano tão difícil como o de 2020, em que fomos colocados à prova em todos os nossos limites – físicos, emocionais e psicológicos –, fica até difícil falar de algo que seja bom. Perdemos pessoas amadas – amigos, familiares, figuras públicas, artistas e até alunos – e convivemos com muitas incertezas, tanto no âmbito pessoal como profissional. Nem sempre, ou quase nunca, os caminhos escolhidos atenderam às nossas expectativas ou foram aqueles que mais nos agradaram, mas tivemos de administrar todos os enormes problemas advindos dessas opções. O ano termina e o horizonte ainda é incerto.

Mesmo assim, apesar de todas as dificuldades que parecem nos asfixiar, não podemos deixar de crer na enorme importância dos afetos, das coisas boas, da linguagem do amor. Foi pensando nisso que movimentamos o espaço desta página. Foram as nossas trocas, mesmo remotas, que nos mantiveram respirando. Por isso, é preciso de algum modo lembrar que mesmo as dores mais absolutas e paralisantes podem no fim trazer para nós algum ensinamento. A memória do sabor dos nossos momentos mais felizes serve de inspiração para que sigamos em frente e nunca percamos a fé na vida.

Que este Natal alimente em nós a luz do amor, e que ela ilumine o nosso ano de 2021, na esperança de que a tempestade há de passar e que o sol – intenso e forte – brilhará em nosso horizonte. Sigamos cultivando o respeito, a amizade, a paz, a esperança, a fraternidade, para que possamos colher em breve, juntas e juntos, com saúde, um lindo amanhecer.

Paz e Bem!

Márcio Hilário.

https://www.youtube.com/watch?v=q1nQiSfL40Q

 

ENQUANTO HOUVER SOL
(Titãs)

Quando não houver saída
Quando não houver mais solução
Ainda há de haver saída
Nenhuma ideia vale uma vida

Quando não houver esperança
Quando não restar nem ilusão
Ainda há de haver esperança
Em cada um de nós, algo de uma criança

Enquanto houver sol
Enquanto houver sol
Ainda haverá
Enquanto houver sol
Enquanto houver sol

Quando não houver caminho
Mesmo sem amor, sem direção
A sós ninguém está sozinho
É caminhando que se faz o caminho

Quando não houver desejo
Quando não restar nem mesmo dor
Ainda há de haver desejo
Em cada um de nós, aonde Deus colocou

Enquanto houver sol
Enquanto houver sol
Ainda haverá
Enquanto houver sol
Enquanto houver sol

O mundo para, mas a lusitana gira

image

Dia da Língua homenageia Clarice Lispector e Carolina Maria de Jesus; Fórum Virtual do Lepell aborda educação antirracista; Fórum das Minas (Engenho Novo II) organiza coletânea; veja estes e outros eventos que mobilizam o Departamento de Português neste fim de 2020.

Enquanto aguardamos pelo retorno às atividades presenciais, seguimos acreditando na potência criadora da palavra e com ela vamos amalgamando nossas vivências. Os recursos tecnológicos permitem, ao menos, interagir através de dispositivos eletrônicos, o que nos tem garantido, ainda que parcialmente, a socialização afetiva e o exercício do nosso trabalho. E não sem alegria, e não sem arte, mas com amor, poesia e resistência vamos seguindo nossa jornada.

Print Dia da Língua [Eliane]Um encontro memorável deste mês de novembro foi o já tradicional Dia da Língua, que ocorreu em formato virtual e homenageou Carolina Maria de Jesus e Clarice Lispector. Em uma mesa-redonda on-line e ao vivo, aconteceu um rico bate-papo com as atrizes Fernanda Dias e Beth Goulart, que interpretam as escritoras no teatro, e as professoras do departamento Sílvia Barros (Tijuca II) e Ana Carolina Abrantes (Engenho Novo II), estudiosas de suas obras. Saiba mais.

imagem 4O I Fórum Virtual do Lepell, com o tema “Por uma educação libertadora antirracista”, que contou com a participação da professora Fernanda Felisberto (UFRRJ) e do professor Gabriel Nascimento (UFSB), trouxe para o debate questões fundamentais para discutirmos e repensarmos nossas práticas de ensino de língua e literatura. Saiba mais.

 

WhatsApp Image 2020-11-23 at 13.00.25Já o Grupo de Pesquisa em Estudos de Autoria Negra (LITAN) e o curso de especialização em Educação das Relações Étnico-raciais no Ensino Básico (EREREBÁ) promoveram o Seminário LITAN, em homenagem ao centenário da escritora Ruth Guimarães, com a participação de Juliana Berlim (Engenho Novo II) e Hélio Sant’Anna (São Cristóvão III), além da professora Fernanda Miranda (USP). Saiba mais.

FMO Fórum das Minas (Engenho Novo II) está organizando um projeto que ocorrerá no dia 9 de dezembro, durante o Fórum de Língua Portuguesa realizado pela equipe de Português do campus. As mulheres que fazem parte da comunidade escolar do Colégio Pedro II estão convidadas a participar dessa iniciativa, chamada “Voz das Minas”. O objetivo é incentivar a produção literária de escritas femininas na comunidade escolar e divulgar essas experiências. Saiba como participar.  

20200930163627_jabuti-1

E a Festa Literária das Periferias (FLUP), ocorrida em julho, também em homenagem a Carolina Maria de Jesus e com a participação da professora Juliana Berlim (Engenho Novo II), acaba de ganhar nada mais, nada menos que o prêmio Jabuti na categoria “Fomento à leitura”. Confira aqui o registro do evento.

foto equipe centro para atividades culturais

 

Os encontros virtuais também aconteceram em forma de vídeos poéticos, produzidos e publicados pela equipe do campus Centro, no projeto Unidos pela Tela, em que os professores declamam textos de Carlos Drummond de Andrade e Conceição Evaristo. Saiba mais.

 

Márcio Hilário - Pantera NegraAlém disso, os colegas Jorge Marques e Aira Martins (Engenho Novo II) participaram do XX Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino, promovido por uma rede de instituições de ensino e pesquisa, e nosso atual coordenador, Márcio Hilário, participou do Mês da Consciência Negra organizado pelo Neabi-IFRJ, apresentando uma análise do filme Pantera Negra, no vídeo Representatividade e ressignificação. Assista aqui.

Confinados, mas não parados

imagem post 2

Neste momento em que a pandemia de Covid-19 impossibilita a ocorrência de aulas presenciais, é importante mostrar que a produção da equipe não para, abarcando atividades pedagógicas remotas, eventos de troca de experiências acadêmicas e profissionais e produções artísticas e culturais

Panfleto 1 - miniatura

Ocorrerá nos dias 9 e 11 de novembro o I Fórum Virtual do LEPELL, sob o tema “Por uma educação libertadora antirracista”. O Laboratório de Estudo de Práticas Educativas em Língua Portuguesa e Literatura (LEPELL) realiza encontros anuais, e em 2020 ele será realizado em meio virtual pela primeira vez. São convidados dessa edição a Profª Drª Fernanda Felisberto (UFRRJ) e o Prof. Dr. Gabriel Nascimento (UFSB). [Saiba mais]

Deslimites nº 2

Será lançada no dia 6 de novembro o segundo número da revista DeSlimites, sob o tema “Diásporas e deslocamentos: Discursos e identidades em trânsito”. O Conselho Editorial da revista conta com a participação de docentes de diferentes departamentos. Nesta edição, destaca-se uma entrevista com Jurema Gomes da Silva, professora de Francês aposentada do CP2, bem como uma homenagem a Lucimar Brandão, ex-aluno do Colégio morto pela ditadura militar. A revista traz ainda ensaios de perfil acadêmico e textos literários. [Saiba mais]

 

WhatsApp Image 2020-10-22 at 16.45.10

A equipe do campus Humaitá II divulgou o primeiro episódio da série “Vozes do Humaitá II”. A proposta da série é que integrantes da comunidade escolar possam divulgar suas experiências de leitura. O “Vozes do Humaitá II” faz parte do projeto Resenhas de Quarentena, no qual a equipe do campus produz vídeos e podcasts sobre obras e personalidades literárias. [Saiba mais]

cadernos negros

 

Para finalizar, o livro Cadernos Negros n. 42, que traz a participação da Profª Sílvia Barros (campus Tijuca II), foi indicado ao Prêmio Jabuti na categoria “Conto”. A premiação, organizada pela Câmara Brasileira do Livro, é uma das mais conceituadas da literatura brasileira. [Saiba mais]