Sobre os Residentes Docentes

Descrição: 

Público-alvo do programa formado por professores da rede pública estadual e municipal (preferencialmente de escolas de baixo Ideb), com diploma de Licenciatura Plena ou de formação específica para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental, que atuem em quaisquer das áreas/disciplinas da Educação Básica oferecidas pelo programa no ano em questão.

 

Normas de Atuação:

I – Referentes às Atividades na Área de Docência (160h)

a)    no Colégio Pedro II (120 horas):

– observar e colaborar em aulas da sua disciplina ou outra de área afim com a presença de um professor do Colégio;

– ministrar aulas, em sua totalidade ou somente em parte, sob a supervisão do Professor Supervisor;

– participar de atividades nas salas de Recursos do CPII (Área Complementar I do Programa – Educação Especial)

– participar de projetos e atividades complementares, desenvolvidas nos campi, de caráter individual ou com pequenos grupos de alunos, sempre com a orientação do Professor Supervisor.

– elaborar plano de aula;

– orientar estudos dirigidos com grupos de alunos;

– participar de visitação técnica e/ou cultural com os alunos;

– preparar material (apostilas, maquetes, exercícios, roteiro de estudos, material para alunos com necessidades especiais, etc);

– desenvolver outras atividades pedagógicas tais como avaliação de livros e provas de concursos da sua disciplina;

– comparecer a reuniões pedagógicas e/ou de colegiado, quando indicado pelo Professor Supervisor e autorizado pelo Diretor do Campus e/ou do Chefe de Departamento da disciplina;

Não é permitido ao Professor Residente:

– fiscalizar provas;

– ser responsável pelos processos institucionais de apoio e aprofundamento;

– ministrar aulas regulares sem a presença de um professor do CPII.

b)    na instituição de origem (40 horas):

– preparar e aplicar atividades pedagógicas, a partir de pressupostos oriundos das atividades desenvolvidas no Colégio Pedro II, orientadas pelo professor supervisor.

– elaborar relatórios periódicos com relato das experiências aplicadas na sua instituição, anexando fotos, material utilizado, etc. Esses relatos devem ser anexados ao Memorial Circunstanciado.

– avaliar junto ao Professor Supervisor as atividades desenvolvidas.

c)    Elaborar e apresentar um produto acadêmico-pedagógico relacionado à prática docente, sob a orientação do seu Professor Supervisor a ser avaliado por uma comissão – Produto Final (conceito atribuído pela banca).

 

II – Referentes às Atividades na Área de Formação Continuada (180h)

– participar de oficinas, palestras, minicursos, congressos e eventos de natureza acadêmica presenciais e/ou semipresenciais promovidos pelo programa  (100h).

– participar de Congressos (máximo de 40h)

– elaborar e entregar ao Supervisor, ao final do primeiro semestre letivo, o relatório Semestral (pré-projeto) (30h).

– elaborar e apresentar o Memorial Circunstanciado de sua trajetória no Programa de Residência Docente, incluindo não só as atividades desenvolvidas, mas também uma avaliação e reflexão crítica destacando os pontos positivos da sua experiência, as sugestões de aperfeiçoamento do Programa, as áreas em que sentiu crescimento profissional e as contribuições específicas à sua futura prática profissional. (50h).

 

 III – Referentes às Atividades em Setores Administrativo-Pedagógicos ou Atividades Escolares (20h)

– visitar, observar a atuação e entrevistar funcionários (se possível)  do SESOP, Biblioteca Escolar, Secretaria, Laboratório de Informática, outros Laboratórios, NAPNE, etc.

– fazer 4 breves relatos de espaços distintos visitados  e entregá-los a seu Supervisor. Cada um deles vale 5h.  Esses relatos devem ser anexados ao Memorial Circunstanciado.

Responsabilidades dos Residentes Docentes:

– Preencher fichas de acompanhamento das ações realizadas dentro do Programa de Residência Docente e entregá-las periodicamente ao Professor Supervisor.

– Cumprir as atividades nas áreas de docência e em setores administrativo-pedagógicos ou em atividades escolares planejadas pelo seu Professor Supervisor, conforme as orientações do Coordenador de Área.

– Comparecer às atividades de formação continuada promovidas pelo Programa.

– Comparecer a reuniões com os Coordenadores do Programa, quando solicitado.

– Observar as normas éticas de conduta profissional no meio escolar, com todos os integrantes da Comunidade Escolar.

– Entregar relatórios periódicos das experiências aplicadas na sua unidade de origem.

– Entregar relatório das atividades desenvolvidas ao final do primeiro semestre letivo.

– Apresentar Memorial Circunstanciado das atividades realizadas durante o período de sua Residência Docente, com postura avaliativa de seu desenvolvimento profissional e do Programa.

– Elaborar e apresentar um produto acadêmico-pedagógico relacionado à prática docente, sob a orientação do Professor Supervisor;

– Multiplicar conhecimentos e experiências na rede pública de ensino em que trabalha.