Participações em Eventos Externos

No ano de 2016, entramos em contato com algumas instituições culturais, no sentido de ampliarmos nosso leque de parcerias.

O contato com o Theatro Municipal do Rio de Janeiro nos rendeu ingressos para assistirmos ensaios abertos de óperas como “Dom Quixote “ e “La Bohème”, com a participação de alunos e servidores.

Veja algumas reportagens do site do Colégio, onde se destaca a importância de nossos alunos e servidores conhecerem este histórico equipamento cultural da cidade.

 

Norma no Theatro Municipal

 

Norma-CARD

 

Alunos e servidores do Coléigo Pedro II, foram, no dia 4 de maio a ópera “Norma”, de Bellini. Sob a regência do maestro Roberto Tibiriçá, a apresentação traz pela primeira vez ao Brasil a soprano dramática norte-americana Elizabeth Blancke-Biggs no papel-título. Apresentada em forma de concerto-cênico que conta com a participação do Coro e da Orquestra Sinfônica do TMRJ, a mais popular ópera no Rio de Janeiro à época do Império volta ao palco do teatro após duas décadas de ausência. Em homenagem ao Dia Internacional do Trabalho, a sessão de estreia, marcada para 17h, terá entradas vendidas a R$ 10, em qualquer setor.

O elenco de “Norma” reunirá ainda destacados solistas nacionais, como a mezzo-soprano Denise de Freitas, o baixo Pepes do Vale e o tenor Eric Herrero.

A passagem de “Norma” pelo Theatro Municipal do Rio de Janeiro foi consagrada em 1951, com a participação da diva Maria Callas, soprano grega considerada pela crítica e pelos milhões de fãs um dos expoentes da história do canto lírico.

Sob uma ótica contemporânea, a ópera do italiano Vincenzo Bellini (1801-1835) narra a história de uma mulher que, dividida entre a família e o trabalho, descobre que o marido apaixonou-se por uma jovem. Hino à lua, a ária “Casta Diva” é a mais conhecida de “Norma”, entoada em filmes e comerciais – na maioria das vezes na voz de Maria Callas.

Jenůfa no Theatro Municipal

 

No dia 07 de abril, os alunos do Colégio Pedro II tiveram a honra e o prazer de assistir à ópera Jenůfa, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

O convite foi uma gentileza do Setor Educativo do Theatro Municipal, na figura de sua Coordenadora, Bruna de Carvalho,visto que existe uma parceria artística e cultural entre as duas instituições, tendo como um dos objetivos principais a formação de plateia.

O espetáculo, Baseado na peça “Její pastorkyňa” [“Sua enteada”] de Gabriela Preissová é uma tragédia de luta e redenção. A apresentação se mantém atual e eletrizou o público com momentos dramáticos e sublimes.

“ O acesso a espaços de arte e cultura de nossa cidade, num movimento de apropriação de bens culturais, ampliando repertórios artísticos e estéticos, significa investir no processo de Cidadania Cultural e faz parte da atual Política de Gestão Cultural do Colégio Pedro II”. Eloisa Sabóia – Diretora de Culturas

17903566_1827729873911173_5657782807185186840_n

 La Bohème no Theatro Municipal

Alunos e servidores do CPII assistem à ópera La Bohème no Theatro Municipal

 

Nos dias 22, 24 e 26 de maio, servidores e alunos do mestrado, da turma da terceira idade e da pós-graduação do Colégio Pedro II compareceram ao Theatro Municipal para assistir à interpretação da ópera La Bohème, de Giacomo Puccini. A ópera, escrita em 1895, se tornou referencial por tratar do espírito da juventude, misturando alegria e tragédia, poesia, romantismo e comédia.

O espetáculo foi executado pelo Coro e Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal, tendo como solistas convidados Cristina Pasaroiu (Mimi), Ivan Magri (Rodolfo), Homero Velho (Marcello), Marina Considera (Musetta), Felipe Oliveira (Schaunard), Murilo Neves (Colline) e Inácio De Nonno (Benoît e Alcindoro).

A peça contou com participações de integrantes da Academia de Ópera Bidu Sayão, do Theatro Municipal, e do Coral Infantil da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A direção musical e a regência foram do Maestro Eduardo Strausser.

Segundo os docentes, a comunidade escolar ficou encantada com a apresentação e com a arquitetura do Theatro Municipal. “Foi uma experiência inesquecível”, disseram.

 

Dom Quixote no Theatro Municipal

dom1

Os alunos do Pedro II do Proeja do Campus Engenho Novo II e de São Cristóvão II, assim como servidores técnico-administrativos e docentes presentes, ficaram encantados com a ópera, que marca os 400 anos da morte de Cervantes.

 

Em contato pela primeira vez com este tipo de espetáculo, os estudantes do Proeja não escondiam a admiração com a história, o cenário, a orquestra, o coro, o bailado e outros elementos da apresentação.

 

 Saiba mais sobre o evento.

 

 

FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA INFANTIL – FICI 14º Festival Internacional Intercâmbio de Linguagens

 

FICI

A Direção de Culturas deu continuidade à parceria com o Festival Internacional de Cinema Infantil, oferecendo aos alunos uma programação de qualidade e gratuita, além de inserir o Colégio no circuito de eventos culturais internacionais, que ocorrem anualmente na cidade do Rio de Janeiro.

 O Festival ocorreu no período de 16 e 25 de setembro, nos diferentes cinemas da Rede Cinemark (Carioca Shopping, Downtown Shopping, Botafogo Shopping e Plaza Shopping Niterói), com a participação de nossos alunos no Programa “A Tela na Sala de Aula”, “Sessão COMKIDS” e “Se você ainda não viu em 3D”.

 Saiba mais sobre o evento.

 

FIL 14º Festival Internacional Intercâmbio de Linguagens

 

 

FIL

 

O Festival Internacional Intercâmbio de Linguagens aconteceu, em sua 14º edição na cidade do Rio de Janeiro, no período de 30 de setembro a 9 de outubro de 2016.

 

Este ano, por questões logísticas e de patrocínio, não tivemos como abrigar o Festival Internacional Intercâmbio de Linguagens no Teatro Bernardo de Vasconcelos, em Realengo, como fizemos no ano passado. Contudo, a programação foi divulgada em todos os campi, com o oferecimento de ônibus, para grupos interessados.

  

Plasticidades

Recebemos a visita da curadora da exposição “Plasticidades : Plástico + Design” Andrea Magalhães, com o objetivo de participarmos deste evento, que continua sendo sucesso, já em sua 6ª edição no Rio de Janeiro. A Mostra Plasticidades é reconhecida internacionalmente e já passou por diversos países, congregando mais de 150 peças de designers e artistas, brasileiros e estrangeiros, todos contemporâneos.

 

A ideia inicial era expor algumas peças de no Espaço Cultural antes da montagem final no Casa Shopping, onde ocorreria o evento, pois, desta forma, estaríamos incentivando os alunos a irem até lá. Contudo, o cronograma do Espaço Cultural já estava completo, inviabilizando esta realização. Optamos então, por fazermos uma única visita ao Casa Shopping, no contraturno, com alunos interessados, para não alterarmos o calendário das aulas (paralisações e ameaça de greve). O convite já se configurava como uma oportunidade única para nossos alunos, principalmente para aqueles que já cursam a disciplina Desenho, com o recorte em Design de peças, a partir do primeiro ano do Ensino Médio

 

Como não teríamos como levar um número maior de alunos ao Casa Shopping, solicitarmos à curadora do evento a possibilidade de montarmos mostras pocket de Design para que todos os alunos tivessem acesso.

Seriam pequenas exposições que pudessem reunir designers de diferentes nacionalidades e tendências estéticas, ao mesmo tempo em que estimulariam nossos alunos a irem ao Casa Shopping, tendo lá contato direto com muitas outras peças de Design e desfrutando de uma programação que ofereceria palestras, desfiles e workshops.

 

plasticidades

 Colégio Pedro II apresenta mostra Plasticidades

Estudantes conferem mostra Plasticidades

Campus Humaitá recebe exposição Plasticidades