Eventos e Exposições 2021

 Mostra ” Espaço a céu aberto: coletivo de arte urbana”

Espaço a céu aberto

A mostra ” Espaço a céu aberto: coletivo de arte urbana“, em cartaz na Galeria Virtual do Espaço Cultural do Colégio Pedro II, apresenta quatorze artistas que têm em comum a linguagem da arte urbana, formando uma rede de poéticas que se encontram espalhadas pelas ruas de diferentes bairros da cidade e por outros locais do país. A relação entre arte e cidade está em constante construção, sendo a arte a grande propulsora de transformações, tanto da paisagem visual, quanto do imaginário coletivo, criando pontes entre sensibilidades e o cotidiano das pessoas. Com origens e formações distintas, os artistas trazem em comum suas atuações pelos territórios urbanos, deixando suas marcas através de formas, cores, nomes e palavras, abrindo espaços de democratização da arte.

Amorinha, Andressa, Beto Fame, Caio Chacal, Cazé, Davi Baltar, Dolores Esos, Gut, Klein, Leleco, Lolly, Pandronobã, Rafamon e Vinil possuem origens e formações distintas, mas trazem em comum suas atuações pelos territórios urbanos, deixando marcas através de formas, cores, nomes e palavras, abrindo espaços de democratização da arte.

A abertura da mostra aconteceu no dia 30/04/2021 e contou com apresentação artística de alunos do Colégio Pedro II e a presença de alguns artistas para uma roda de conversa.

Espaço a Céu Aberto_abertura

Encontro com o artista Davi Baltar

No dia 17 de maio, o Espaço Cultural do CPII promoveu um encontro com o artista Davi Baltar.

Davi Baltar e outros treze artistas estão em cartaz na exposição “Espaço a Céu Aberto”, na Galeria Virtual do CPII.

No encontro virtual, Davi Baltar contou um pouco sobre a história do grafite no Rio de Janeiro, desde seu início até os dias atuais, passando pela formação dos coletivos, a relação com o movimento hip hop, os mutirões e o lugar dessa linguagem nas redes sociais.

Encontro com o artista Davi Baltar

Encontro com o artista Beto Fame

O Espaço Cultural realizou mais uma edição do Encontro com o Artista no dia 24 de maio, às 14h. O convidado da vez foi o arquiteto e grafiteiro Beto Fame, que integrou a primeira geração de grafiteiros da Tijuca e atualmente é um dos responsáveis pelo projeto Carambola Wall, que produz vídeos sobre o processo de criação e as obras de artistas visuais cariocas.

Nesse bate papo, Beto conversou com o público sobre arte e processos criativos. O evento foi aberto ao público.

Beto Fame é um dos 13 artistas em cartaz na mostra coletiva “Espaço a céu aberto: coletiva de arte urbana”.
Encontro com o artista Beto Fame

Encontro com o artista Gustavo Amaral

O Espaço Cultural CP2 realizou mais uma edição do Encontro com o Artista no dia 11 de junho, às 14 horas. O convidado desta edição foi o artista visual e professor Gustavo Amaral, mais conhecido como Gut, integrante do coletivo Máfia 44. No encontro, Gut falou sobre o graffiti e demonstrou, ao vivo, os primeiros passos para começar uma pintura.

Gustavo Amaral é um dos 13 artistas em cartaz na mostra coletiva “Espaço a céu aberto: coletiva de arte urbana”.

Encontro com o artista Gustavo Amaral

O ‘Encontro com o Artista’ promovido pelo ‘Espaço Cultural’ realizou mais dois encontros. Desta vez com os artistas visuais Andressa Gandra e Cazé.

Encontro com a artista Andressa Gandra

Andressa Gandra ofereceu, no dia 25 de junho, uma oficina sobre grafite, especialmente sobre a modalidade bomber, caracterizada pelas letras estilizadas, volumosas e coloridas.

Participaram do encontro alunos e professores do Colégio Pedro II.

Encontro com a artista_Andressa

Encontro com o artista Cazé

O artista visual Cazé falou, no dia 28 de junho, sobre o Projeto Negro Muro, iniciativa do artista que desde 2010 retrata personalidades negras pelos bairros do Rio de Janeiro.

Cazé e Andressa são integrantes da mostra Espaço à céu aberto: coletiva de arte urbana, em cartaz na Galeria Virtual do Espaço Cultural do Colégio Pedro II. Visite

Encontro com o artista_Cazé
Exposição “Olhares Íntimos: vídeoarte em tempos de travessia”

Olhares Íntimos

O Espaço Cultural do Colégio Pedro II apresenta a exposição “Olhares Íntimos: vídeoarte em tempos de travessia”, com trabalhos audiovisuais de Ana Alvarenga, Gabriela Noujaim, Lucas Ururah, Martha Niklaus, Raphael Couto, Rosiane Dourado e Sirlene Alves.

Entre gavetas, vitrolas, crânios, fios, navios, pele e pelos, os vídeos apresentados na exposição compartilham com o público um espaço-tempo de delicadeza e intimidade, em meio à aspereza dos tempos atuais. Talvez esses Olhares Íntimos nos conduzam a pensar e atravessar muitas correntezas do presente, no desejo de que outras margens se apresentem ou sejam inventadas, tendo a certeza de que, apesar de perigoso, viver é poesia. Visite a exposição

Abertura da exposição “Olhares Íntimos: vídeoarte em tempos de travessia”

Abertura exposição Olhares Íntimos

Abertura da exposição “Olhares Íntimos”

A abertura da exposição aconteceu no dia 23 de agosto, no canal do Espaço Cultural do CPII no YouTube.

Abertura_ exposição Olhares Íntimos

Abertura da exposição “Olhares Íntimos”

O evento contou com a presença dos artistas participantes da exposição e apresentação do grupo musical do professor Max Marques, Coral Comunitário do Colégio Pedro II – São Cristóvão e cantores convidados do Coral Afaiterj (direção, arranjo vocal e teclado: Professor Maurício Durão). Confira o evento

Apresentação musical_abertura exposição Olhares Íntimos

Apresentação musical na abertura da exposição “Olhares Íntimos”

Apresentação musical2_abertura exposição Olhares Íntimos

Apresentação musical na abertura da exposição “Olhares Íntimos”

Espaço Cultural completa 22 anos e abre comemorações com mostra ‘Olhares Íntimos’

Aniversário 22 anos Espaço Cultural

O Espaço Cultural do Colégio Pedro II completa 22 anos de existência em setembro. Para celebrar a data, o Espaço Cultural lançará o olhar sobre os efeitos de tempos tão distópicos sobre a saúde mental e a importância das artes e das culturas como formas de elaborar e expressar essas experiências.

 

A mostra “Olhares íntimos” chega nesse movimento de criação e cuidado, trazendo vídeos que se ocupam do tempo de travessia que temos vivenciado. Soma-se a essa exposição uma abertura para a questão específica da saúde mental, aspecto muito afetado com o isolamento e a imposição de novas rotinas.

22 anos de Arte, Culturas e Resistência

 

Primeiro espaço de Arte e Culturas criado em uma escola pública de educação básica na cidade do Rio de Janeiro, O Espaço Cultural tem reafirmado ao longo desses anos a potência das Artes e das Culturas na Educação. A diversidade estética e de linguagens presente nas exposições expressam a compreensão das artes como expressão da vida, fluxo/reflexo do mundo em que vivemos.

Encontro com o artista Raphael Couto

Encontro com o artista Raphael Couto

No dia 13 de setembro, através do Meet, o Espaço Cultural do Colégio Pedro II realizou um encontro com Raphael Couto, um dos artistas em exposição na mostra “Olhares Íntimos: videoarte em tempos de travessia”, em cartaz na galeria virtual do Espaço Cultural. Tanto o evento quanto a exposição fazem parte das comemorações pelo aniversário de 22 anos do Espaço Cultural.

Raphael Couto é docente de Artes Visuais do CPII e pesquisador na área de performance e telepresença. Possui trabalhos em diversas coleções, destacando-se a Coleção Gilberto Chateaubriand, em comodato no MAM/RJ. Nesse encontro, o artista conduzirá a conversa a partir de sua obra, o vídeo “Ponte”, trazendo reflexões sobre o espaço urbano e as produções em vídeo. Como pensar arte e cidade em tempos de pandemia, quando estamos com acessos limitados ao espaço urbano? Além de um bate papo sobre a trajetória do artista e suas referências, o evento promoveu uma proposta prática aos participantes.

Encontro com o artista - Raphael Couto

Realização do evento virtual “Encontro com o artista Raphael Couto”

Encontro com o artista 2- Raphael Couto

Realização do evento virtual “Encontro com o artista Raphael Couto”

 

Encontro com a artista Ana Alvarenga

Encontro com a artista _ Ana Alvarenga

No dia 20 de setembro, o Espaço Cultural do Colégio Pedro II realizou um encontro virtual com Ana Alvarenga, uma das artistas em exposição na mostra “Olhares Íntimos: videoarte em tempos de travessia”, em cartaz na galeria virtual do Espaço Cultural.

O encontro promoveu um bate papo sobre com a artista sobre seu vídeo “Aquário”, em exposição na mostra Olhares Íntimos: videoarte em tempos de travessia, em cartaz na Galeria Virtual do Espaço Cultural do Colégio Pedro II.

A professora e artista realizou uma vivência prática e reflexiva, a partir de fabulações sobre a ideia de aquário.

Encontro com a artista 4- Ana Alvarenga

Realização do evento virtual “Encontro com a artista Ana Alvarenga”

Encontro com a artista 1- Ana Alvarenga

Realização do evento virtual “Encontro com a artista Ana Alvarenga”

Visite a mostra 

Encontro com a artista Rosiane Dourado

Encontro com a artista Rosiane Dourado

A professora e artista Rosiane Dourado (CPII – Campus Centro) ofereceu no dia 23 de setembro, a oficina “Perceber os cotidianos com todos os sentidos”.

A oficina é parte das atividades da mostra “Olhares Íntimos: videoarte em tempos de travessia”, em cartaz na galeria virtual do Espaço Cultural do Colégio Pedro II, e foi voltada para alunos do Ensino Médio.

A proposta do encontro foi pensar a produção da videoarte como forma de sensibilização do olhar, da percepção com todos os sentidos, para as ações, os tempos e espaços cotidianos.

O encontro ocorreu no formato de uma roda de conversa sobre a produção de vídeos que mostram nossos cotidianos, a publicação desses vídeos nas redes sociais. Um diálogo sobre o olhar artístico e cultural para os cotidianos, a partir da videoarte “Habitar”, em cartaz na Mostra Olhares Íntimos. A artista também apresentou uma proposta de produção de videoarte.

Oficina “Perceber os cotidianos com todos os sentidos”.

Oficina “Perceber os cotidianos com todos os sentidos”.

Exposição” Caminhos do Afeto: Arte, Cultura, Educação e Saúde”

O Espaço Cultural do Colégio Pedro II apresenta “Caminhos do Afeto: arte, culturas, educação e saúde”!

A exposição congrega acervos do Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea, do Museu de Imagens do Inconsciente e dos projetos e ações coordenados pelo médico Vitor Pordeus (como o Hotel da Loucura, o Teatro de DyoNises e a UPAC- Universidade Popular de Arte e Ciência). Mais do que reunir imagens e pesquisa documental, essa mostra pretende reacender a discussão em torno de um tema fundamental em tempos de transformação: a relação entre arte, culturas, educação e saúde.

Visite a exposição

Cartaz Exposição Galeria Virtual do Espaço Cultural

Literatura e Loucura – leituras dramatizadas

Literatura e Loucura - leituras dramatizadas

Acreditando na importância da escola como ambiente de diálogo e criação, o Espaço Cultural realizou no dia 25 de outubro, às 14h, o evento “Literatura e Loucura”, uma ação inspirada na exposição Caminhos do Afeto, em cartaz na nossa Galeria Virtual.

Literatura e Loucura

Evento “Literatura e Loucura – leituras dramatizadas”

Literatura e Loucura_

Evento ” Literatura e Loucura – leituras dramatizadas”

No encontro, realizamos leituras dramatizadas de textos literários e não literários e ainda a construção de pontes com outras linguagens artísticas como a música e o teatro. A atividade foi conduzida pela equipe do Espaço Cultural e teve como convidados os ex-alunos Rômulo Sá e Larissa Marques, que participaram como dinamizadores da atividade.

Oficina de Mandalas

Oficina de Mandalas

A Oficina de Mandalas, oferecida pela equipe do Espaço Cultural CPII, ocorreu no dia 12 de novembro, às 14 horas, e foi aberta a comunidade interna e externa.

O evento foi um desdobramento da Exposição em cartaz na Galeria Virtual “Caminhos do Afeto: arte, culturas, educação e saúde”.

Cenopoesia com Ray Lima

Cenopoesia

O Espaço Cultural apresentou mais um grande encontro! A Cenopoesia de Ray Lima dialogou com a exposição Caminhos do Afeto, construindo novos significados para as artes e as culturas no ambiente escolar.

Cenopoesia é entendida como um encontro entre poesia e teatro, onde a partir de uma composição dos dois, chega-se a uma performance teatral simples. Enquanto o teatro se encarrega de ação e dos gestos, a poesia traz em si a carga de dramaticidade textual de que o teatro necessita.

Ray Lima nasceu no município de Mataraca, na Paraíba, mas sente-se renascido em cada lugar em que chega. Formado em Letras pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro e em Teatro pela Escola Martins Penna. Com vários livros publicados, atua desde muito tempo no campo da cultura e da educação popular a partir da Cenopoesia e do Movimento Escambo Popular Livre de Rua.

Ray Lima

Professora Dilma Mesquita, Coordenadora de Projetos e Cursos da Diretoria de Culturas, e Ray Lima

A equipe do Espaço Cultural recebeu o artista no dia 24/ 11, às 14h, com transmissão ao vivo para o Canal do Espaço Cultural no YouTube.

Confira o evento