Ensino em Espanhol – Proposta pedagógica

Diante dos resultados de concursos para professores de Espanhol realizados no CPII, de experiências vivenciadas na sala de aula com nossos alunos, com estagiários e professores do Programa de Residência Docente (PRD), os professores do Departamento de Espanhol compreendem a necessidade de se elaborar um curso de pós-graduação cujo cerne sejam questões que contribuam com a prática docente dos professores que trabalham na Educação Básica. Dessa forma, a estrutura do curso foi pensada a partir de um enfoque discursivo e dialógico, no qual as disciplinas se encontram direcionadas às atividades docentes.

Nesse sentido, a grade curricular se constitui de forma abrangente pelas disciplinas: Metodologia e técnicas de pesquisa; Educação linguística, currículo escolar e práticas docentes. O trabalho nessas disciplinas, além de buscar articular saberes teóricos e práticos, visa refletir sobre a ação pedagógica como tal, tarefa a ser compartilhada com as disciplinas de suporte a esta dimensão, quais sejam: Educação linguística e Políticas linguísticas e públicas no ensino aprendizagem de Espanhol-LE; Gêneros discursivos e tipologias textuais: teoria e prática; Abordagens multiculturais no ensino de espanhol; Práticas docentes na EJA e O livro didático de espanhol: histórico, avaliação crítica e produção de materiais complementares, Tópicos Especiais I e II.

Entende-se, desse modo, que teoria e prática não devem estar dissociadas no trabalho docente. Nesse contexto, privilegiamos uma reflexão maior acerca da construção de práticas que superem uma concepção do ensino de espanhol como meio de reprodução de valores cristalizados. Buscamos, assim, a co-construção de um espaço no qual as práticas docentes da disciplina são repensadas e atualizadas, a fim de que possam fazer valer as demandas educacionais na construção de uma cidadania plena.

O projeto do curso está focado, principalmente, nas novas e mais recentes teorias da área de linguagens e educação. A discussão de diversos tópicos relacionados a áreas e subáreas que dialogam com a prática do professor será tratada de forma a promover uma metodologia dinâmica.

Objetiva-se agenciar a integração teoria e prática, sobretudo por meio de atividades que desenvolvam a capacidade criadora e crítico-reflexiva do professor, fundamentais à formação pessoal e profissional do pós-graduando.