Exposição 'Poesia ao Acaso' retrata percurso afetivo


Mostra reúne poesia e fotografia


Até 15 de agosto, visitantes do Espaço Cultural podem conferir a exposição Poesia ao Acaso, de Carmem Teresa Elias e Romualdo Magela. A mostra alia imagens e trechos de poesias dos dois autores abordando um percurso afetivo que vai desde o amor adolescente, passando pelo momento de encontro e êxtase do relacionamento adulto, até a fase de amadurecimento, com o fim das ilusões afetivas.


A abertura da exposição, no dia 28 de julho, contou com a participação dos alunos através de apresentações de dança coordenada pela professora Alexandra Magalhães do Setor de Atividades Artísticas e Culturais (SAAC), e  de cantigas de roda, sob a orientação da professora Márcia Schiavo. O evento reuniu alunos, professores, diretores da Propgpec e convidados. Durante todo o período da exposição serão oferecidas gratuitamente mediação estética e oficinas de criação artística para grupos interessados. Agendamentos podem ser feitos pelos telefones 3891-1010 ou 3891-1047.


“Queremos sensibilizar as pessoas e mostrar que por mais que pareça que o mundo está isento de sentimentos, eles existem e precisamos entrar em contato com eles. Essa exposição é uma maneira de, gratuitamente, mostrar parte deste projeto (o livro Poesia ao Acaso). Trabalhei trechos dos poemas com imagens produzidas por mim, minha filha, Cristina Ethington e Sérgio Alex.


Organizar a exposição no colégio é uma realização para Carmem, que é ex-aluna e ex-professora da Instituição. “É um retorno à casa. De certa maneira vivi todo esse percurso afetivo no Pedro II. Entrei com 10 anos e estudei aqui até o final do ensino médio. Ao concluir a faculdade, retornei aos 22 anos como professora de inglês, e trabalhei aqui até me aposentar, 28 anos depois”, conta.
 


Ex-aluna e ex-professora do CPII, Carmem expõe pela primeira vez no Colégio

 

Sobre Poesia ao Acaso

O processo de construção de Poesia ao Acaso, livro escrito a duas mãos que serviu de base para a exposição, começou há seis anos, quando Carmem começou a postar poesias na internet. “Comecei a dialogar com outros autores e a escrever em parceria com eles. Um desses autores foi o Romualdo Magela, professor de Sociologia e História. Tínhamos muita semelhança na temática e no tipo de construção textual de nossas poesias”, conta.


Ao longo desses anos, a dupla produziu mais de 500 textos, alguns deles consolidados no projeto do Poesia ao Acaso. “É um trabalho que acima de tudo tem a marca da contemporaneidade. É um trabalho que fala dos problemas emocionais do homem fragmentado em um mundo caótico”, explica.


Além de Poesia ao Acaso, Carmem e Magela também publicaram Insano. Para o ano que vem, a dupla planeja lançar um novo livro de poesias.


Veja mais fotos do evento:

 

 

Coordenadoria de Comunicação Social

Acessos Hoje:8154  Total Acessos:17100690