II Ciclo de Palestras debate aproximações e distanciamentos na Escola Básica

06/08/2014


As palestrantes Profª. Cristiane Gomes, Profª. Flávia Vieira e Prof. Jorge Marques (dir.) com os organizadores do II Ciclo de Palestras, Profª. Andrea de Farias, Prof. Marco Antonio Santoro e Profª. Marcia Martins


As aproximações e distanciamentos na Escola Básica nortearam os debates do II Ciclo de Palestras da Pró-Reitoria de Pós-Gradução, Pesquisa, Extensão e Cultura (Propgpec) do Colégio Pedro II. O evento reuniu na terça-feira, 05/08, alunos do curso de Mestrado Profissional, da Residência Docente e professores do CPII, para debater as lacunas que impedem a continuidade do trabalho pedagógico na transição entre Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio.
 

“Percebe-se que as escolas brasileiras têm fossos muito grandes entre os segmentos da educação básica. Por vezes esses distanciamentos dificultam a elaboração de um projeto pedagógico único. Por outro lado existem projetos instituídos com o objetivo de integrar esses segmentos, para que eles tenham o mesmo olhar do projeto político pedagógico da escola”, justifica o professor Marco Antonio Santoro Salvador, um dos organizadores do evento.
 


Palestra reuniu docentes do CPII e de outras instituições
 

O debate contou com três palestrantes. A professora Cristiane Gomes de Oliveira, coordenadora setorial na Unidade de Educação Infantil do CPII, trouxe a vivência adquirida no Colégio para debater a transição entre Educação Infantil e Ensino Fundamental. A professora buscou problematizar as práticas educativas, a concepção de infância e as políticas curriculares em torno da educação infantil.
 

Já Jorge Luiz Marques de Moraes, partiu de sua experiência como professor no campus Engenho Novo II para tratar do segundo segmento do ensino fundamental e ensino médio. Ele questionou como o especialista que sai da universidade consegue ou não dialogar com o primeiro segmento do ensino fundamental. Além disso, procurou verificar como este professor trabalha em parceria com outras disciplinas que fazem parte do currículo do ensino fundamental e  ensino médio.
 

Por fim, a professora Flávia Vieira da Silva Amparo, diretora do MPPEB, debateu os contatos da graduação e pós-graduação com a educação básica. Em sua fala, ela refletiu sobre como a universidade e órgãos do governo vem trabalhando e olhando para a escola básica também como um lugar de pesquisa.

 

 

Coordenadoria de Comunicação Social

Acessos Hoje:3112  Total Acessos:17165908