Professora e alunos do CPII apresentam projeto no evento Cidades e Comunidades Sustentáveis

O aluno Eduardo Schuch, ao lado da professora Fernanda Amante, e os colegas Ayana Dias e Vitória de Sales


O projeto "O CPII e a Rede de Monitoramento Ambiental" participou no dia 7 de julho do evento "Cidades e Comunidades Sustentáveis/VI Seminário Diálogos para Práticas em Desenvolvimento Sustentável”, uma iniciativa da Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável (SDSN Brasil) e do Programa de Pós-Graduação em Práticas de Desenvolvimento Sustentável (PPGPDS) da Universidade Federal Rural do Estado do Rio de Janeiro (UFRRJ).


 O Seminário aconteceu na Associação do Comércio do Rio de Janeiro e teve como objetivo principal colaborar para a divulgação e aplicabilidade de soluções sustentáveis, na perspectiva do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) -  11. A professora Fernanda Amante (Geografia) e os alunos do projeto participaram da Roda de Conversa: “Cidades como Territórios Educativos, ao lado de Lorenzo Casagrande, representante do Centro Rio +, PNUD/ONU, e Bruna Nunes, do Instituto Educa Digital.


Segundo Fernanda, o encontro resultou em um rico debate sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), mais especificamente a relação entre Educação de Qualidade (ODS 4) e Cidades e Comunidades Sustentáveis (ODS 11).


Destaque



Mesa-redonda com Lorenzo Casagrande (com o  microfone), Fernanda Amante e André Luiz Pinto


“O Colégio Pedro II teve destaque por apresentar alunos como produtores de conhecimento, estimulando a gestão participativa e destacando o papel da escola não só no cotidiano do seu bairro, mas como agente capaz de contribuir com estratégias, metodologias de análises e soluções para as questões socioambientais do seu entorno”, ressaltou Fernanda.


Ainda segundo a professora, ao trazer para a discussão no ambiente escolar as visões, as percepções e conhecimentos socioambientais que as comunidades possuem e adquiriram sobre o seu espaço vivido, o bairro da escola passa a ser incluído como escala de análise dos estudos da disciplina Geografia e os alunos passam a fazer parte de uma educação cidadã.


Participaram da apresentação os alunos Eduardo Schuch  de Carvalho, Vitória Mesquita de Sales, Ayana Dias da Silva, Matheus Lima Navarro ( Bolsistas de ICJr. CPII Humaitá II), Carmen Guimarães (Aluna voluntária CPII Humaitá II) e Akel Sabila (aluno da graduação de Geografia da UerJ) A apresentação contou também com a participação de Lorenzo Casagrande, representante do Centro Rio +, PNUD/ONU, e Bruna Nunes, do Instituto Educa Digital. André Luiz Pinto, da Fundação Roberto Marinho, foi o  mediador.



Bate-papo após apresentação: Akel Saliba, Eduardo Schuch, Vitória Sales, Fernanda Amante e o representante da ONG Sentinela Ambiental (de costas)

 

O projeto


O Projeto de pesquisa “O CPII e a Rede de Monitoramento Ambiental” orientado pela professora Fernanda Amante do Departamento de Geografia, surgiu em 2014 no Campus Humaitá II, em parceria com o Instituto de Geografia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e, desde então, desenvolve atividades pedagógicas visando a integração universidade-escola-comunidade no processo de ensino-aprendizagem.


No mesmo ano, passou a integrar o Programa de Iniciação Científica Jr. (PICJr.), da Pró Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Cultura do Colégio Pedro II (Propgpec) e, no ano seguinte, passou a fazer parte da linha de pesquisa: “Prática e Extensão do Conhecimento e do Cotidiano Escolar à Sociedade”, do Núcleo de Pesquisa em Práticas de Ensino de Geografia (Nuppeg).


Dentre os objetivos do projeto, tem-se a ação integrada entre alunos e cidadãos dos bairros do entorno do Campus Humaitá II - estimulando a mobilização social em torno da questão ambiental urbana. Isso de forma a incentivar a organização de uma rede de informação onde atores sociais diversos, entre eles, os alunos e moradores do bairro, façam circular informação de caráter relevante sobre estratégias, experiências e participação na gestão integrada do ambiente urbano.


Em agosto de 2015 foram concluídas as negociações que culminaram na adoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), por ocasião da Cúpula das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável. Processo iniciado em 2013, seguindo mandato emanado da Conferência Rio+20, os ODS deverão orientar as políticas nacionais e as atividades de cooperação internacional nos próximos quinze anos, sucedendo e atualizando os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM).

 

 

Assessoria de Comunicação Social

 

 

Acessos Hoje:4166  Total Acessos:9092431