Certificação Ensino Profissional e Técnico

 

 

 

Estudantes do Ensino Profissional e Técnico do CPII (EPT)

 

A Publicação da Portaria nº 423 normatiza para os estudantes concluintes da Educação Profissional e Tecnológica do CPII do ano letivo de 2020, os procedimentos para requisição da certificação antecipada.

 

A certificação se dará com base nos acessos às atividades remotas , a partir de um mínimo de: 

600 horas (75% do total das 800 horas) concluintes do Proeja

750 horas (75% do total das 1000 horas) concluintes dos cursos técnicos integrados diurnos

 

A antecipação deverá ser solicitada por meio do Setor de Protocolo dos Campi. O e-mail, identificado com nome completo e turma, deverá vir acompanhado de justificativa e documentação que comprove a necessidade do(a) estudante. Conforme as citadas abaixo:

a) Aprovação no SISU, PROUNI, FIES;

b) Aprovação em Instituição de Ensino Superior pública ou privada;

c) Aprovação em processos de seleção em Escolas Superiores Militares;

d) Aprovação em concursos para provimento de cargos públicos;

e) Atuação no mercado formal de trabalho comprovada por meio de cópia do contrato de
trabalho ou cópia da folha de admissão da Carteira de Trabalho

 

Situações diferentes das colocadas acima (devidamente comprovadas por documentos) deverão encaminhadas pelo campus à PROEN para deliberação.

 

Fica determinada a data de 26 de março para que o estudante possa ter atingido a frequência mínima , indo o período de solicitação da antecipação excepcional até o dia 12 de abril, desde que o aluno tenha cumprido o mínimo de 600 ou 750 horas conforme a exigência do seu curso. 

 

Fica estabelecido o dia  17 de julho de 2021, data em que será possível computar 800 horas letivas para os concluintes dos cursos PROEJA e 1000 horas para os/as concluintes dos cursos Integrados Diurnos, como previsão de data para certificação dos(as) estudantes que não tiverem sido certificados até 12 de abril de 2021.

 

Para registro de nota (assentamento) do estudante será computada a frequência mínima exigida mais a confirmação do cumprimento da atividade prática profissional ou estágio.

 

Serão considerados dentro do planejamento do ensino remoto para os(as) concluintes dos cursos do PROEJA e Integrados Diurnos da EPT a realização das atividades processuais ofertadas pelo conjunto de todas as disciplinas constantes da grade curricular de cada série gerando as certificações globais (Nota 01 e Nota 02).

 

Como primeiro período letivo - 21 de setembro de 2020 a 22 de dezembro de 2020 - Nota 01

- Como segundo período letivo - 08 de fevereiro de 2021 a 26 de março de 2021 ou a 12 de abril de 2021 - Nota 02

 

Um formulário eletrônico de autodeclaração será usado para cômputo de carga horária relativa ao segundo período letivo. Em função da  excepcionalidade, o(a) estudante que computar 75% de frequência mínima, comprovada a partir dos formulários de autodeclarações, poderá ter sua certificação antecipada com média 7,5. A média 7,5 será aplicada a todos os estudantes a quem forem concedidas certificações até 12 de abril de 2021.

 

Em relação  às atividades de prática profissional (estágio supervisionado; submissão de Trabalhos de Conclusão de Curso; participação em recital; desenvolvimento de sistema de informação; e a outras produções variáveis), cabe a cada coordenação de curso a confirmação, junto à secretaria de assentamentos de cada campus, do cumprimento da atividade por parte do/a concluinte.

 

Já para a atividade de conclusão/prática profissional bastará a confirmação, no Sistema, de cumprimento da respectiva produção prevista para a conclusão em cada curso.

 

É importante que os estudantes leiam integralmente  a Portaria nº423 para maiores detalhes sobre a certificação excepcional, incluindo as tabelas de certificação de forma mais detalhada.

 

 

 

 

 

 

Acessos Hoje:27163  Total Acessos:25435196