O espaço escolar e o desastre ambiental no Vale do Rio Doce: projeto interdisciplinar e a importância da Geografia

Patrícia Gomes da Silveira

Resumo


A presente prática pedagógica foi desenvolvida com as turmas do 6º ano do Ensino Fundamental do Colégio Pedro II, campus Humaitá II. A atividade envolveu as disciplinas de Artes Visuais, Ciências, Geografia, Informática Educativa e Língua Portuguesa. A proposta de um trabalho interdisciplinar objetiva o diálogo entre as distintas áreas do conhecimento, bem como apresentar aos alunos a interlocução desses saberes tanto no espaço escolar como em nosso cotidiano. Nossa proposta foi analisar o desastre ambiental de Mariana (MG), ocorrido em 2015, a partir dos conceitos e saberes de cada disciplina. Nas aulas de Geografia, abordamos as relações entre sociedade e natureza, explicitando como estas são conflituosas e complexas. A Geografia deve contribuir para que os alunos compreendam a realidade local e global, assim o tema Hidrografia foi o fio condutor da nossa proposta pedagógica.

Palavras-chave


Rio Doce; Meio Ambiente; Interdisciplinaridade; Ensino Fundamental; Geografia.

Texto completo:

PDF

Referências


Blog de Artes da Professora Gisela Viana. Fonte: https://gisaarte.blogspot.com/2017/12/blog-post.html. Acessado em: 07 jul. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Parâmetros Curriculares Nacionais: Geografia. Brasília: MEC/SEB, 1998.

CAVALCANTI, Lana de Souza. Geografia e Educação no cenário do pensamento complexo e interdisciplinar. Boletim Goiano de Geografia, v. 22, n. 2, p. 123-136, jul./dez. 2002.

CAVALCANTE, Meire. Interdisciplinaridade: um avanço na educação. Revista Nova Escola, p. 52-55, 2004.

CUNHA, Léo. Um dia, um rio. São Paulo: Pulo do Gato, 2016.

FERREIRA, Adriana Angélica. A água nossa de cada verão: os cursos d’água e a (re) produção do espaço urbano. In: FERREIRA, A. A., FREITAS, E. S. M. (Org.) Meio Ambiente em Cena. Belo Horizonte: RHJ, 2012. p. 117- 150.

MILANEZ, Bruno. Mineração, Ambiente e Sociedade: impactos complexos e simplificação da legislação. Boletim Regional, Urbano e Ambiental (IPEA), n. 16, jan./jun. 2017.

PONTUSCHKA, Nídia Nacib; PAGANELLI, Tomoyo Iyda e CACETE, Núria Hanglei. Para ensinar e aprender Geografia. São Paulo: Cortez, 2009. 383p.

SIMIELLI, Maria Elena. GEOATLAS. São Paulo: Ática, 2013.

STRAFORINI, Rafael. O ensino de Geografia como prática espacial de significação. Estudos Avançados, v. 32, n. 93, maio/ago. 2018.

WANDERLEY, Luiz Jardim; MANSUR, Maíra Sertã; MILANEZ, Bruno e PINTO, Raquel Giffoni. Desastre da Samarco/Vale/BHP no Vale do Rio Doce: aspectos econômicos, políticos e sócio ambientais. Ciência e Cultura [online], v. 68, n. 3, p.30-35, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-4467

 

Licença Creative Commons

Indexada em: