Quebrada maps, mobilizando mapas críticos e participativos

Wellington de Oliveira Fernandes, Felipe Garcia Passos, Jéssica Cerqueira dos Santos, Marcelo Nunes Pacheco

Resumo


Este trabalho tem por objetivo apresentar o projeto Quebrada Maps, descrevendo sua origem, trajetória, base teórica e metodológica, resultados de suas atividades e desdobramentos posteriores. Para isso os autores recorrem às memórias, conceitos e estratégias práticas que, em partes, se consolidam e, em outras, se modificaram, a partir das experiências vivenciadas. O projeto constitui-se como um conjunto de estratégias de ensino, aprendizagem e resistência e a exposição de seu percurso até hoje pode inspirar autônomos, professores e pesquisadores a traçar caminhos que levem a uma cartografia feita a partir do chão do bairro e da escola, crítica e participativa, abordando fenômenos e territórios comuns ou historicamente silenciados, mas que podem ser visibilizados com uma produção de baixo. 


Palavras-chave


Quebrada Maps; Cartografia Escolar; Cartografia Crítica.

Texto completo:

PDF

Referências


CRAMPTON, J.; KRYGIER, J. Uma introdução à cartografia crítica. In: ACSELRAD, H. (Org.). Cartografias sociais e território. Rio de Janeiro: UFRJ-IPPUR, 2008. p. 85-111.

FERNANDES, W. Mapas: Entre narrativas pela dominação e dissertativas pela contestação. 143 f. Dissertação (Mestrado em Geografia Física)-FFLCH-USP, São Paulo, 2016.

______. Guia Metodológico para mapas críticos e participativos. São Paulo: Quebrada Maps, 2017. Disponível em: . Acesso em: 28 dez. 2019.

______. ; PASSOS, F. Caderno de Mapas da Prefeitura Regional do Butantã. São Paulo: Quebrada Maps, 2017. Disponível em: . Acesso em: 28 dez. 2019.

HARLEY, J. B. A nova história da Cartografia. Correio da Unesco, v. 9, n. 8, p. 4-9, 1991.

______. Cartography, Ethics and Social Theory. Cartographica: The International Journal for Geographic Information and Geovisualization, v. 27, n. 2, p. 1-23, 1990.

______. Deconstructing of map. Cartographica: The International Journal for Geographic Information and Geovisualization, v. 26, n. 2, p. 1-20, summer, 1989.

______. Mapas, saber e poder. Confins, Revista franco-brasileira de geografia, n. 5, 2009.

KATUTA, A. A linguagem cartográfica no ensino superior e básico. In: PONTUSCHKA, N.; OLIVEIRA, A. (Org.). Geografia em perspectiva. São Paulo: Contexto, 2002. p. 133-139.

MORAES, A. C. R. Geografia: Pequena história crítica. 21ª ed. São Paulo: Annablume, 2007.

OLIVEIRA, L. Estudo metodológico e Cognitivo do mapa. Tese (Livre Docência)–Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 1977.

PORTO-GONÇALVES, C. W. Da geografia às geo-grafias: um mundo em busca de novas territorialidades In: CECEÑA, Ana Esther (Org.) Los desafíos de las emancipaciones en un contexto militarizado. Buenos Aires: Clasco, 2006. p. 217-256.

______. Territorialidade y lucha por el territorio en America Latina. Peru: Unión Geografica Internacional, 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-4467

 

Licença Creative Commons

Indexada em: