Entrevista com a professora Gisele Girardi

Tiago Nogueira Galinari

Resumo


Geógrafa, mestre e doutora em Geografia pela USP, com pós-doutorado em Educação pela Unicamp e professora do Departamento de Geografia da UFES, Gisele Girardi é uma importante referência para a Geografia e cartografia escolar. Com mais de duas décadas de experiência no magistério do ensino superior, a professora participou da formulação da primeira e segunda versões da BNCC, sendo também autora de muitos artigos, além de livros, atlas e outras produções bibliográficas. Na entrevista discutiu-se desde a cartografia ensinada nas licenciaturas de Geografia até, com mais profundidade, a cartografia ensinada nas escolas. A professora abordou importantes temas da Geografia escolar, entre os quais: o currículo na escola básica; as possibilidades do uso da cartografia social no contexto escolar; e o papel das geotecnologias nas aulas de Geografia. Através de suas respostas, a professora Gisele Girardi revelou o acúmulo de leituras, experiências e reflexões sobre as Ciências, a Geografia, a Cartografia e, mais especificamente, sobre a cartografia escolar. O tom professoral transformou a entrevista numa verdadeira aula. Suas provocações convidam os professores e professoras de Geografia a refletirem sobre a própria prática e aos educadores e educadoras, de modo geral, a repensarem a escola.

Palavras-chave


Ensino de Cartografia; Cartografia Escolar; Currículo.

Texto completo:

PDF

Referências


GIRARDI, Gisele. Funções de mapas e espacialidade: elementos para modificação da cultura cartográfica na formação em Geografia. Revista Brasileira de Cartografia, v. 66, p. 861-876, jul./ago. 2014.

______. Ruptura e reencontros entre cartografia e arte e seus desdobramentos na educação geográfica contemporânea. Revista Geografia, Literatura e Arte, v. 1, p. 171-184, jan./jun. 2018.

GIRARDI, Gisele; ANDRE, Philipe Braga. O que nos ensinam os clássicos sobre a Cartografia Escolar?. In: COLÓQUIO DE CARTOGRAFIA PARA CRIANÇAS E ESCOLARES. 10., 2018, São Paulo. Anais... São Paulo: FEUSP, 2018. v. 1, p.148-161.

HARVEY, David. Space as a keyword. In: Castree, N. e Gregory, D. (Org.) David Harvey: a critical reader. Malden e Oxford: Blackwell, 2006.

LATOUR, Bruno. Ciência em ação: como seguir cientistas e engenheiros sociedade afora. São Paulo: Editora UNESP, 2000.

LEFEBVRE, Henri. La producción del espacio. Madri: Capitán Swing, 2013.

MASSEY, Doreen. Pelo espaço: uma nova política da espacialidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.

MOREIRA, Ruy. Geografia e práxis: a presença do espaço na teoria social crítica. São Paulo: Contexto, 2012.

NATIONAL RESEARCH COUNCIL. Learning to think spatially: GIS as a support system in the K-12 curriculum. Washington: National Research Council Press, 2006.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço: Técnica e Tempo. Razão e Emoção. São Paulo: Hucitec, 1997.

VALLADARES, Marisa T. R.; GIRARDI, Gisele; NOVAES, Ínia F. de; NUNES, Flaviana G. Contexto da construção da primeira e segunda versões da Base Nacional Comum Curricular no componente curricular de Geografia. Giramundo, v. 3, n. 6, p. 7-18, jul./dez. 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-4467

 

Licença Creative Commons

Indexada em: