Práticas pedagógicas do deserto israelense: relatos de vivências e experiências na introdução de metodologias da Educação Ambiental

Ezequiel Bezerra Farias

Resumo


O Programa Gira Mundo Israel é uma política pública do Governo do Estado da Paraíba destinado à formação de professores visando o desenvolvimento e a aplicação eficaz de tecnologias e de metodologias pedagógicas de convivência com a realidade da semiaridez. Sendo assim, no ano de 2018, durante um mês, foi desenvolvido um treinamento prático e teórico no Sul de Israel, mais especificamente no Kibbutz Lotan, Green (Green Apprenticeship Course Syllabus), onde dezenove professores desenvolveram atividades relacionadas às áreas: agricultura sustentável, construções naturais, energias renováveis e tecnologias alternativas, comunidades ecológicas, irrigação e produção de alimentos; com aulas, vivências, workshops, visitas e outras atividades teóricas e práticas. Concluído o treinamento, desenvolveram-se diversos projetos, dentre eles, a relação entre Juventude e Educação Ambiental, com a instalação de uma unidade experimental de recuperação de áreas degradadas no município de Camalaú-PB. Através do mesmo, comprovou-se a eficiência dos espaços não-formais no ganho cognitivo dos estudantes, possibilitando inúmeras práticas como instrumento didático nos momentos de construção do conhecimento.

Palavras-chave


Gira Mundo; Semiárido; Educação Ambiental; Juventude; Áreas Degradadas.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, C. S. F.; SOUSA, A. N. Estudo do processo de desertificação na caatinga: uma proposta de educação ambiental. Ciência & Educação, v. 17, n. 4, p. 975-986, 2011.

ABÍLIO, F. J. P. (Org.). Educação Ambiental para o Semiárido. João Pessoa: EdUFPB, 2011.

FERNANDES, Alexandra Sofia Quintas. A educação ambiental formal e não formal nas escolas portuguesas [Em linha]: duas propostas de intervenção no Ensino Básico. Lisboa: [s.n.], 2009. 364p.

FIGUEIREDO, J. B. Educação ambiental dialógica: as contribuições de Paulo Freire e da cultura sertaneja nordestina. Fortaleza: Edições UFC, 2007. (Coleção Diálogos Intempestivos, 43).

KRASILCHIK, M. Prática de ensino de Biologia. São Paulo: Edusp, 2005. 197p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-4467

 

Licença Creative Commons

Indexada em: