Funk e geografia: breves reflexões e relatos de experiências pedagógicas

Leonardo Castro Ferreira

Resumo


O presente trabalho possui caráter reflexivo e relata algumas experiências relacionadas à prática pedagógica do autor. Ela busca, sobretudo, utilizar a abordagem do funk, enquanto expressão sociocultural, como um dos instrumentos possíveis de construção do saber geográfico no espaço escolar. O trabalho está dividido em três partes. Na introdução procura-se apresentar de maneira breve e crítica o fenômeno funk, apontando seus pontos de tensão. Num segundo momento, são realizados relatos de três experiências: no VII Congresso Brasileiro de Geógrafos (CBG), numa escola municipal em Vigário Geral e no Colégio Pedro II. Por fim, são feitas algumas considerações acerca da apropriação do funk para a prática pedagógica em geografia.


Palavras-chave


Funk; Geografia; Ensino; Relatos.

Texto completo:

PDF

Referências


FACINA, A. O funk no contexto da criminalização da pobreza. Disponível em:

http://www.observatoriodefavelas.org.br/observatoriodefavelas/noticias/mostraNoticia.php?id_content=439>. Acesso em: 09 jan. 2009.

FERREIRA, L. C. A multiterritorialidade no universo funk carioca: entre os circuitos espetacularizado e criminalizado. 259 f. Dissertação (Mestrado em Geografia)–PPGEO, UFF, 2010.

________. Movimento funk e política: uma busca pelo direito à cidade. In: XIV ENCONTRO NACIONAL DA ANPUR. 14, 2011, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: ANPUR, 2011. CD-ROM.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-4467

 

Licença Creative Commons

Indexada em: