Entre a poeira da estrada, as ruas da cidade e os muros da aprendizagem: a apreensão do espaço urbano pelos alunos da roça nas aulas de geografia

Hanilton Ribeiro de Souza

Resumo


O texto analisa modos como as diversas ruralidades e as múltiplas territorialidades, pelas quais vivem e passam os alunos da roça, influenciam na percepção da cidade a partir das aulas de Geografia no Colégio Estadual Polivalente de Castro Alves, município de Castro Alves, na Bahia. As sistematizações apresentadas vinculam-se a um subprojeto da pesquisa “Multisseriação e trabalho docente: diferenças, cotidiano escolar e ritos de passagem”, desenvolvida pelo Grupo de Pesquisa (Auto)biografia, Formação e História Oral, com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Princípios epistemológicos e teórico metodológicos das Histórias de Vida, aliados às conceituações teóricas da Geografia e da pesquisa (auto)biográfica contribuirão para as reflexões sobre as apropriações dos significados e sentidos relacionados às mobilidades territoriais vividas por alunos de escolas da roça para uma escola urbana, com seus (des)encontros, confrontos e entrecruzamentos de histórias, face as disposições biográficas construídas sobre si, o outro e a cidade.  Busca-se, assim, analisar imagens sobre a cidade construídas por alunos da roça, possibilitando-nos apreender, através de suas trajetórias de vida-formação, percepções referenciais sobre as ruralidades, as múltiplas territorialidades por quais transitam e como refletem sobre a apreensão do espaço urbano. A centralidade do texto consiste nas discussões sobre os significados forjados sobre a cidade subjetiva e a cidade teórica que se encontram e/ou confrontam nas aulas de Geografia, desdobrando-se nas relações que os sujeitos vivem consigo, com os outros, com os lugares e o mundo.


Palavras-chave


Ruralidades; Territorialidades; Cidade; Ensino de Geografia; Pesquisa (auto)biográfica.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, Rosane. A cidade sou eu. Rio de Janeiro: Novamente, 2011.

CAEIRO, Alberto. Poema VII - O Guardador de Rebanhos. In: PESSOA, Fernando. Poemas Completos de Alberto Caeiro. Lisboa: Luso-Livros, 2013. E-book disponível em: . Acesso em: 14 set. 2014.

CALVINO, Ítalo. As cidades invisíveis. São Paulo: Cia das Letras, 1990.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. O lugar no/do mundo. São Paulo: Hucitec, 1996.

CATANI, Denice Barbara. A autobiografia como saber e a educação como invenção de si. In: SOUZA, Elizeu C. de & ABRAHÃO, M. Helena. M. B. (Org.). Tempos, narrativas e ficções: a invenção de si. Porto Alegre: EDIPUCRS / EDUNEB, 2006. p. 77-87.

CAVALCANTI, Lana de Souza. A Geografia escolar e a cidade: ensaios sobre o ensino de geografia para a vida cotidiana. Campinas: Papirus, 2008.

_______. A cidade ensinada e a cidade vivida: encontros e reflexões no ensino de Geografia. In: CAVALCANTI, Lana de Souza (Org.). Temas da geografia na escola básica. Campinas: Papirus, 2013. p. 65-93.

CLAVAL, Paul. Geografia Cultural: um balanço. Revista Geografia (Londrina), v. 20, n. 3, p. 05-24, set./dez. 2011.

DELORY-MOMBERGER. Christine. A pesquisa biográfica em educação: desafios e perspectivas. In: SOUZA, Elizeu Clementino de. (Org.). Educação e ruralidades: memórias e narrativas (auto) biográficas. Salvador: EDUFBA, 2012, p. 181-200.

_______. Biografia e Educação: figuras do indivíduo-projeto. 2ª ed. Natal: EDUFRN, 2014.

DOMINICÉ, Pierre. O que a vida lhes ensinou. In: NÓVOA, A. & FINGER, M. (Org.). O método (auto)biográfico e a formação. 2ª ed. Natal: EDUFRN / São Paulo: Paulus, 2014. p. 177-212.

FINGER, Matthias. As implicações socioespistemológicas do método biográfico. In: NÓVOA, António & FINGER, Matthias (Org.). O método (auto)biográfico e a formação. 2ª ed. Natal: EDUFRN / São Paulo: Paulus, 2014. p. 111- 119.

FORMENTI, Laura. Identidade, relação e contexto: uma releitura epistemológica dos métodos biográficos. Revista da FAEEBA: Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 22, n. 40, p. 105-117, jul./dez. 2013.

FOUCAULT, Michel. Resumo dos cursos do Collége de France (1970-1982). Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1997.

GATTI, Bernardete & ANDRÉ, Marli. A relevância dos métodos de pesquisa qualitativa em educação no Brasil. In: WELLER, Wivian & PFAF, Nicolle (Org.). Metodologias da pesquisa qualitativa em educação. 3ª ed. Petrópolis/RJ: Vozes, 2013. p. 29-38.

GOMES, Paulo Cesar da Costa. O lugar do olhar: elementos para uma geografia da visibilidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2013.

IBGE. Evolução da População de Castro Alves/BA. Censo Demográfico 2010. Disponível: . Acesso em: 26 set. 2014.

LEFEBVRE, Henri. O direito à cidade. São Paulo: Centauro, 2001.

LISPECTOR. Clarice. Um sopro de vida (pulsações). 3ª ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1978.

LYNCH, Kevin. A imagem da cidade. 3ª ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2011.

MASSEY, Doreen B. Pelo espaço: uma nova política da espacialidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.

MOREIRA, José Roberto. Ruralidades e globalização: ensaiando uma interpretação. In: MOREIRA, José Roberto & CARNEIRO, Maria José (Org.). Identidades sociais: ruralidades no Brasil contemporâneo. Rio de Janeiro: DP&A, 2005. p. 15-40.

NÓVOA, António. A formação tem que passar por aqui: as histórias de vida no projeto Prosalus. In: NÓVOA, António & FINGER, Matthias (Org.). O método (auto)biográfico e a formação. 2ª ed. Natal: EDUFRN / São Paulo: Paulus, 2014. p. 143-175.

PESSOA, Jadir de Morais. Extensões do rural e educação. In: PESSOA, Jadir de Morais (Org.). Educação e ruralidades. Goiânia: EDUFG, 2007. p. 13-28.

PINEAU, Gaston. A autoformação no decurso da vida: entre a hetero e a ecoformação. In: NÓVOA, António & FINGER, Matthias (Org.). O método (auto)biográfico e a formação. 2ª ed. Natal: EDUFRN / São Paulo: Paulus, 2014. p. 91-109.

PORTELLA, Josep Centelles i. Cidade educadora (território educador): valores para o DEL. Brasília, 10ª Expo Brasil, 2012. Disponível em: . Acesso em: 30 maio 2014.

RICOEUR, Paul. Teoria da interpretação: o discurso e o excesso de significação. Lisboa: Edições 70, 2009.

RIOS, Jane Adriana Vasconcelos Pacheco. Professores da cidade, alunos da roça: identidades e discursos na escola. Revista da FAEEBA: Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 20, n. 36, p. 127-136, jul./dez. 2011a.

RIOS, Jane Adriana Vasconcelos Pacheco. Ser ou não ser da roça, eis a questão! Identidades e discursos na escola. Salvador: EDUFBA, 2011b.

ROLNIK, Raquel. O que é a cidade? São Paulo: Brasiliense, 2004.

SANTOS, Fábio Josué Souza. Nem “tabaréu/ao”, nem “doutor”: o(a) aluno(a) da roça na escola da cidade – um estudo sobre identidade e escola. Dissertação (Mestrado em Educação e Contemporaneidade)-PPGEduC, UNEB, Salvador, 2005.

SANTOS, Milton. Técnica, espaço, tempo: globalização e meio técnico-científico informacional. 4ª ed. São Paulo: Hucitec, 1998.

SOUZA, Marcelo Lopez. O território: sobre espaço e poder, autonomia e desenvolvimento. In: CASTRO, Iná Elias. GOMES, Paulo C. Costa. CORRÊA, Roberto Lobato. (Org.). Geografia: conceitos e temas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1995. p. 77-116.

SOUZA, Elizeu Clementino de. Pesquisa narrativa e escrita (auto)biográfica: interfaces metodológicas e formativas. In: SOUZA, Elizeu C. de. ABRAHÃO, M. Helena. M. B. (Org.). Tempos, narrativas e ficções: a invenção de si. Porto Alegre: EDIPUCRS/ EDUNEB, 2006. p. 135-147.

_______. Educação e ruralidades: olhares cruzados sobre ruralidades contemporâneas. Revista da FAEEBA: Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 20, n.36, p. 15-18, jul./dez. 2011.

_______. A caminho da roça: olhares, implicações e partilhas. In: _______. (Org.). Educação e ruralidades: memórias e narrativas (auto) biográficas. Salvador: EDUFBA, 2012. p. 17-28.

_______.; SOUZA, Hanilton Ribeiro de; ORRICO, Nanci Rodrigues. Metamorfoses do eu: estudantes rurais nas escolas urbanas. In: ETD – Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 17 n. 3 p. 542-557, set./dez. 2015. Disponível em: . Acesso em: 27 maio 2016.

TUAN, Yi-Fu. Espaço e lugar: a perspectiva da experiência. São Paulo: Difel, 1983.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-4467

 

Licença Creative Commons

Indexada em: