As ciências humanas na matriz de referência do ENEM e sua reelaboração: fixação de sentidos por meio dos itens.

Luciene M. S. Moraes

Resumo


Este artigo busca refletir sobre uma forma de avaliação particular, o Exame Nacional do Ensino Médio, tendo como foco específico as Ciências Humanas para buscar o entendimento de como as Matrizes de Referência são contextualizadas na produção do exame. O texto opera com objetos do conhecimento escolar que se fazem presentes e os sentidos que essa presença fixa considerando a produção dos itens da avaliação, preocupando-se em compreender o que se espera que um aluno ao final do Ensino Médio domine, quais competências são mobilizadas na Matriz de Referência e como estas se relacionam com os objetos de conhecimento na Teoria da Resposta ao Item. A interpretação dos itens nas provas pode permitir inferências sobre quais competências e habilidades estão sendo validadas em escala nacional.


Palavras-chave


Exame Nacional do Ensino Médio; Avaliação; Ciências Humanas; Teoria da Resposta ao Item.

Texto completo:

PDF

Referências


BONAMINO, A. & SOUSA, S. Z. Três gerações de avaliação da educação básica no Brasil: interfaces com o currículo da/na escola. Educ. Pesqui. [on line], 2012. Vol. 38, n.2, p.373-388.

BRASIL, Ministério da Educação. Matriz de Referência ENEM. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Disponível em:http://download.inep.gov.br/educacao_basica/enem/downloads/2012/matriz_referencia_enem.pdf. Acesso em 23/07/2018.

BRASIL, Ministério da Educação. ENEM. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/matriz-de-referencia. Acesso em 23/07/2018.

CASTRO, M. H. G. A consolidação da Política de Avaliação da Educação Básica no Brasil. Meta: Avaliação, 2009. v.1, n.3, p. 271-296.

GABRIEL, C. Currículo e epistemologia sobre fronteiras do conhecimento escolar, In LEITE, Carlinda et ali (orgs.). Políticas, Fundamentos e Práticas do Currículo, Porto Editora, Portugal, 2011.

KOSELLECK, R. Futuro Passado – contribuição à semântica dos tempos históricos. Rio de Janeiro: Contraponto, 2006.

SCHWARTZMAN, S. As avaliações de nova geração. In: SOUZA, A. M. (org.) Dimensões da Avaliação Educacional. Petrópolis: Editora Vozes, 2005.

ROCHA, A. A. Questionando o questionário: uma análise de currículo e sentidos de Geografia no ENEM. Tese (Doutorado em Educação). Rio de Janeiro: UFRJ/PPGE-FE, 2013.

SOARES, Ana Paula Batalha Ramos. (2014) Conhecimento Escolar e Qualidade da Educação nas Políticas de Avaliação da Educação Básica. Tese (Doutorado em Educação). Rio de Janeiro: UFRJ/PPGE-FE.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/ceb.v3i1.1791

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-2879 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.