O ENSINO EM ZOOLOGIA E O SUL DE MINAS GERAIS: UMA ANÁLISE DAS ABORDAGENS DOS LIVROS DIDÁTICOS ADOTADOS EM ITAJUBÁ/MG

Hugo José C.C. de Azevedo, Paloma Rezende de Oliveira, Janaína Roberta dos Santos

Resumo


O livro didático é um recurso amplamente utilizado pelas escolas públicas com a
finalidade de ser fonte de informação na sala de aula , tanto dos discentes quanto dos docentes. Cada livro possui um tipo de abordagem de determinado conteúdo, o qual tem relação direta com a formação do aluno enquanto cidadão, uma vez que participa do processo de constituição tanto de conceitos quanto de va lores que os estudantes levarão para a vida cotidiana. No que tange ao E nsino de Z oologia, interessou entender de que modo os livros didáticos utilizados pelas escolas públicas de ensino médio de uma cidade sul mineira abordam o conteúdo de Z oologia obser vando um alto conteúdo de abordagens pouco significativas para a modalidade de ensino formal desta ciência.
Subsidiaram esta análise documental e de cunho bibliográfico e exploratório os estudos de De Azevedo (2019); De Azevedo et al ( Santos e C arneiro (2006) 2006); Peres ( 2014); P ereira ( 2012); Vasconcelos e Souto (2003 ); Santos et al (2016); Lopes e Vasconcelos (2012) 2012). A técnica selecionada para tal análise foi a “Análise de Conteúdo” (BARDIN, 2011), que pode ser compreendida por técnicas sistêmicas que descrevem as mensagens e atitudes atreladas ao contexto.


Palavras-chave


Livro didático; Ensino de Zoologia; ensino médio; Abordagem; Itajubá

Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS

AMORIM, D.S. Fundamentos de sistemática filogenética. Ribeirão Preto. Editora Holos. 2002.

ARAÚJO, M.S; FREITAS, W.L.S; LIMA, S.M.S; LIMA,M.M.O. A genética no contexto de sala de aula: dificuldades e desafios em uma escola pública de floriano-pi. Revista de Ensino de Ciências e Matemática. 9(1), 2018. p.19-30.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Edição revista e ampliada. São Paulo, SP: Edições 70, 2011.

BONOTTO, D.M.B. Contribuições para o trabalho com valores em educação ambiental. Ciência & Educação, 14(2). 2008, p.295-306.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei de diretrizes e bases da educação nacional. 1996.

BRASIL. Ministério da Educação. Orientações curriculares para o ensino médio. Brasília: Secretaria de Educação Básica. 2006.

CAROLA, C.R; CABRAL, G. S. Concepções de natureza e sensibilidade ambiental nos livros didáticos de História Natural (1934-1971). Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. 94(208). 2013.

CARVALHO, I.C.M.; GRÜN, M. TRAJBER, R. Pensar o Ambiente: bases filosóficas para a Educação Ambiental. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, UNESCO.2006.

CAVALCANTI, R.B; CALIXTO, P; PINHEIRO, M.M.K. Análise de conteúdo: considerações gerais, relações com a pergunta de pesquisa, possibilidades e limitações do método. Informação & Sociedade: Estudos, 24 (1). 13-18. Artigo periódico eletrônico.2014.

DE AZEVEDO, H.J.C.C. Introdução ao Ensino de Zoologia. Editora Espaço Acadêmico. 2019.

DE AZEVEDO, H.J.C.C; VIANUD, E; PEREIRA-FERREIRA, C. O Histórico Político-Legislativo dos Livros didáticos de Ciências do Brasil. Research, Society and Development. 9(4). 2020.

FREITAS, N.K.; RODRIGUES, M.H. O livro didático ao longo do tempo: a forma do conteúdo. Revista da Pesquisa. 3 (1). 2008.p.1-18.

FRISON, M.D. et al. Livro didático como instrumento de apoio para construção de propostas de ensino de ciências naturais. Anais Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Florianópolis/SC. 2007.

GRÜN, M. Em busca da dimensão ética da educação ambiental. Campinas/SP: Papirus.2007.

LOPES, W. R; VASCONCELOS, S. D. Representação e distorções conceituais do conteúdo “Filogenia” em livros didáticos de biologia do ensino médio. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências. 14(3). 2012.

MAGALHÃES, A.P. F. et al. Como os insetos são levados às escolas: uma análise de livros didáticos de Ciências. Trabalho Final de Graduação. Universidade Federal do Paraná. 2013.

MOTOKANE, M.T.; TRIVELATO, S.L.F. Reflexões sobre o ensino de ecologia no ensino médio. Anais II Encontro Nacional de Pesquisa na Educação em Ciências. Porto Alegre/RS.1999.

MUNAKATA, K. Os padrões dos livros de lições de coisas. Educação e Fronteiras On-Line, 7 (9). 2018. p. 91-103.

NOBRE, S.B; LETICIA A.L; MARIA, E.F. Ensino de biologia evolutiva (bio-evo): concepções de professores pós-graduandos em ensino de ciências. Revista de Ensino de Ciências e Matemática. 9(1). 2018, p.88-102.

OLIVEIRA, L.S; SOUZA, M.L. Articulando o ensino de zoologia com a etnozoologia: análise de uma proposta educativa com estudantes do ensino fundamental. Revista de Ensino de Biologia da Associação Brasileira de Ensino de Biologia (SBEnBio), 7(1). 2014, p. 5470-5481.

PEREIRA, N.B. Perspectiva para o ensino de zoologia e os possíveis rumos para uma prática diferente do tradicional. (Trabalho de conclusão de curso em ciências biológicas) Universidade Presbiteriana Mackenzie. São Paulo.2012.

PERES, C.M. Abordagens pedagógicas e sua relação com as teorias de aprendizagem. Revista USP Medicina. 47(3). 2014, p. 249-255.

POR, F. D.; POR, M. S. A P. O. O que é zoologia. São Paulo. Editora Brasiliense. Coleção primeiros passos.1985.

ROCHA, A.L.F. A possibilidade de uma abordagem crítica no ensino de zoologia: das situações-limite à práxis pedagógica. (Dissertação de mestrado em Educação Científica e Tecnologia). Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis. 20013.

RODRIGUES, M.E. O conteúdo de sistemática e filogenética em livros didáticos do ensino médio. Revista Ensaio. 13(2). 2011, p.65-84.

SANTOS, J. R.; BONOTTO, D. M. B. Educação ambiental e animais não humanos: linguagens e valores atribuídos por professoras do ensino fundamental. Pesquisa em Educação Ambiental. 7(1). 2012, p.25-43.

SANTOS, S. C. S; TERÁN, A. F; SILVA-FORSBERG, M. C. Analogias em livros didáticos de biologia no ensino de zoologia. Investigações em Ensino de Ciências, 15(3), 2016. p. 591-603

SANTOS, W.L.; CARNEIRO, M.H.S. Livro didático de ciências: fonte de informação ou apostila de exercícios. Revista Contexto e Educação. 21(76), 2006. p. 201-222.

SAVIANI, D. Educação: do senso-comum à consciência filosófica. Periódicos UNICAMP. 18(1). 15-27.2007.

SEVERINO, A.J. Metodologia do trabalho científico. São Paulo. Editora Cortez.2007.

VASCONCELOS, S.D.; SOUTO, E. O livro didático de Ciências no Ensino Fundamental proposta de critérios para análise do conteúdo zoológico. Ciência & Educação, 9(1) p. 93-104. 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/ceb.v4i3.2425

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-2879 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.