REGISTROS DO IR E VIR CRIAÇÕES POÉTICO FOTOGRÁFICAS NO COLÉGIO PEDRO II

Leandro de Souza Silva

Resumo


Este trabalho é fruto de uma abordagem teórico metodológica no Ensino de Artes Visuais na Educação Básica, por meio de propostas artísticas e pedagógicas desenvolvidas no Colégio Pedro II, localizado no Rio de Janeiro. O trabalho encontra na linguagem fotográfica desenvolvida neste espaço seu principal instrumento de pesquisa, cuja forma de expressão protagoniza uma das principais formas de comunicação na atualidade e mobiliza constante reflexão sobre seus meios de veiculação, autoria e discursos. A avanço das tecnologias para criação e veiculação de imagens convida cada vez mais professores e estudantes a colocarem em suspensão suas certezas e realizar leituras críticas que desafiem seus próprios repertórios e convicções sobre tais visualidades. Assim, a fotografia, cada vez mais popularizada sobretudo as juventudes, aponta para possibilidades de criação que atuem na formação cidadã, se tornem fonte de pesquisa, reflexão e crítica sobre o que querem dizer a respeito do nosso tempo e assim fortaleça os campos de pesquisa da arte e seu ensino.


Palavras-chave


Artes visuais; Linguagem fotográfica; Ensino; Cultura visual; Visualidades.

Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS

BARTHES, Roland. A câmara clara. Nota sobre a fotografia Tradução de Júlio Castañon Guimarães. 7 a edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2018

BARBOSA, Ana Mae. Tópicos utópicos. Belo Horizonte: Com Arte, 1998.

BORGHI, I. S. M. Juventude na educação de jovens e adultos: novos sujeitos num velho cenário. 2009, 144f. Dissertação (Mestre em Educação) Programa de Pós Graduação em Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador: 2009.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano 1. Artes de fazer Petrópolis: Vozes, 1994.

DIAS, Belidson. O I/mundo da Educação em Cultura Visual. Distrito Federal: Editora da Pós graduação em Arte da Universidade de Brasília, 2011.

____________ & Irwin, Rita L. (Org.) Pesquisa Educacional Baseada em Arte: A/R/Tografia. Santa Maria: Editora UFSM, 2013.

DELEUZE, Gilles. Espinosa e a Filosofia Prática Tradução de Daniel Lins e Fabien Pascal Lins. São Paulo: Escuta, 2002.

FERRAÇO, Carlos Eduardo. Pesquisa com o cotidiano Texto originalmente publicado na Revista Educ. Soc., Campinas, v. 28, n. 98, p. 73 95, jan./abr. 2007. Disponibilidade em:

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia saberes necessários à prática educativa São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GRAMSCI, Antonio. Os intelectuais e a organização da cultura Rio de Janeiro: Civilização brasileira, 1984.

GROPPO, L. A. Juventude: ensaios sobre sociologia e história das juventudes modernas Rio de Janeiro: DIFEL, 2000.

HERNÁNDEZ, Fernando. Catadores da Cultura Visual. Porto Alegre: Ed. Mediação, 2007.

MARINVIADEL, Ricardo. La ‘Investigación Educativa basad en las Artes Visuales’ o‘ Arteinvestigació n Educativa In: Investigación em Educación Artistica: temas m é todos y técnicas de indagación, sobre el aprendizaje y la enseñaza

de las artes y culturas visuales. Granada: Universidad de Granada, 2005.

__________________Roldán, Joaquin. Metodologías Artísticas de Investigación en Educación. Málaga, Espanha: Ediciones Aljibe, 2012.

MARTINS, José de Souza. Sociologia da Fotografia e da Imagem. 2. ed., 3ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2016.

MARTINS, Raimundo Tourinho, Irene (Educação da Cultura Visual: narrativas de ensino e pesquisa. Santa Maria: Ed. UFSM, 2009.

MIRZOEFF, Nicholas. O direito a olhar ETD Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 18, n. 4, p. 745 768, nov. 2016. ISSN 1676 2592. Disponibilidade em: . Acesso em: 16 set. 2019. doi: http://dx.doi.org/10.20396/etd.v18i4.8646472.

_________________. An introduction to visual culture London and New York: Routledge, 1999.

_________________. The subject of visual culture In: MIRZOEFF, Nicholas (The Visual Culture. Reader. 2nd ed. London and New York: Routledge, 2002. Projeto Político Pedagógico do Colégio Pedro II 2017/2020.

RANCIÈRE, Jacques. O destino das imagens. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012.

_________________. O espectador emancipado. São Paulo: Martins Fontes, 2012.

SANTAELLA, Lucia. Linguagens Líquidas na Era da Mobilidade. São Paulo: Paulus, 2007.

VYGOTSKI, L. S. Pensamento e Linguagem. 2.ed. Tradução Jeferson Luiz Camargo. São Paulo: Martins Fontes, 1999.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/ceb.v5i1.2454

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-2879 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.