A Prática Pedagógica na Educação de Jovens e Adultos: Reflexões a partir de um Relato de Experiência sobre Ensino de Genética

Rodrigo Cerqueira do Nascimento Borba

Resumo


As discussões do campo do Ensino de Ciências e Biologia têm se apartado historicamente dos debates sobre a Educação de Jovens Adultos (EJA), apesar de diversos estudos já terem evidenciado a importância e a necessidade da consolidação de um diálogo mais efusivo entre as duas áreas. O presente artigo consiste em um relato de experiência que narra e problematiza uma aula introdutória sobre conceitos de Genética ministrada para uma turma de EJA da rede pública estadual do Rio de Janeiro. A discussão apresentada, apesar de focar no ensino de Biologia, tenta dar pistas de como práticas desenvolvidas em sala de aula para turmas dessa modalidade de ensino podem possibilitar uma transformação de consciências e de realidades, enquanto almeja se somar aos debates sobre a EJA, que vêm crescentemente atraindo a atenção de educadores, pesquisadores e formuladores de políticas públicas para a educação brasileira. 

Palavras-chave


EJA; Ensino de Ciências; Ensino de Biologia; Experimentação; DNA.

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, M. B. (1997) (Tele) natureza e a construção do natural: um olhar sobre imagens de natureza na publicidade. In: OLIVEIRA, D. L. (org.) Ciências nas Salas de Aula. Porto Alegre: Mediação. p. 83-96.

CARRANO, P. C. R. (2008) Educação de Jovens e adultos (EJA) e Juventude: o desafio de compreender os sentidos da presença dos jovens na escola da “segunda chance”. In: Machado, M. M. (Org.). Formação de Educadores de Jovens e Adultos (II Seminário Nacional). 1ed.Brasília: Secad/MEC, UNESCO, v. 1, p. 103-118.

CASSAB, M. (2008) Algumas reflexões sobre o Planejamento e a Avaliação na área de Ensino de Ciências e Biologia. Ciência em Tela, v. 1. Disponível em:

ESTEBAN, M. T. (2002) A avaliação no processo ensino/aprendizagem: os desafios postos pelas múltiplas faces do Cotidiano. Revista Brasileira de Educação, Jan/Fev/Mar/Abr. Disponível em:

MARANDINO, M., SELLES, S. E.; FERREIRA, M. S. (2009)Ensino de Biologia – histórias e práticas em diferentes espaços educativos. Coleção Docência em Formação. São Paulo: Cortez Editora.

MORENO, A. B. (2007) Genética no Ensino Médio: dos Parâmetros Curriculares Nacionais à sala de aula / Aline Braga Moreno – X, 41. ; il. Orientador: Andréa Carla de Souza Góes. Monografia (Especialização) – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Instituto de Biologia Roberto Alcântara Gomes.

OLIVEIRA, I. A. (2004) Princípios pedagógicos na educação de jovens e adultos. Revista do Programa Alfabetização Solidária, São Paulo, v. 4, p. 59-74.

PORTO, M. L. O.; TEIXEIRA, P. M. M. (2014) Ensino de Biologia na Educação de Jovens e Adultos (EJA): Um Estudo de Revisão Bibliográfica. Revista de Ensino de Biologia da Associação Brasileira de Ensino de Biologia (SBEnBio), v. 7, p. 5437-5448.

Disponível:

SILVEIRA, R. V. M.; AMABIS, J. M. (2003) Como os estudantes do Ensino Médio relacionam os conceitos de localização e organização do material genético? In: Apresentações orais do IV Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências.

SOUZA, E.C.; COSTA, G.C.; BORNSTEIN, C.J. (2012) Desafios da prática docente na Educação de Jovens e Adultos: vivências da prática de ensino. In: Anais do VI EREBIO – Rio de Janeiro. Disponível em:

VASCONCELLOS, C. S. (2002) Roteiro de Elaboração do Projeto de Ensino-Aprendizagem. In: VASCONCELLOS, C. dos S. (org.) – Projeto de Ensino aprendizagem e projeto político-pedagógico. São Paulo, LIBERTAD.

VILA NOVA, R; MARTINS, I. (2008) Discursos sobre saúde na educação de jovens e adultos: uma análise crítica da produção de materiais educativos de ciências. Revista Electrónica de Enseñanza de lasCiencias, v. 7, p. 506-523. Disponível em:




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/ceb.v2i1.971

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-2879 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.