Reflexões sobre a neurodiversidade, inclusão e exclusão nos sistemas educacionais do séc. XXI: uma breve discussão sobre as adaptações curriculares na inclusão de alunos com autismo em escolas regulares

Michele de Souza Senra

Resumo


Há muitas reflexões sobre a inclusão no século XXI, e de como está sendo conduzida no Brasil e no mundo. As micropolíticas estimulam ou desestimulam os processos educacionais em geral? Faltam adaptações curriculares e quanto mais a idade chega pra eles, menos oportunidade de uma educação eficiente. A demanda de alunos com necessidades especiais tem sido cada vez mais crescente nas escolas regulares, as leis favorecem essa inserção, porém, há dúvidas quanto à aplicação das mesmas. A música é essencial para o desenvolvimento humano, independente da patologia, a pessoa com autismo é um ser com limitações, mas que faz parte de uma neurodiversidade que não pode ser ignorada. Compreender a diversidade que o sujeito carrega em si é necessário para adaptar as propostas pedagógicas musicais às necessidades do aluno a fim de proporcionar uma inclusão dentro do processo educativo e inserção em um grupo social. Este trabalho tem por objetivo refletir sobre os caminhos da inclusão, com base em minha experiência como mãe de um autista e como educadora musical.


Palavras-chave


Inclusão; Neurodiversidade; Autismo; Educação Musical;

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Constituição Federal, de 05.10.88. Atualizada com as Emendas Constitucionais Promulgadas.

_______. Coordenadoria Nacional para Integração da Pessoa Portadora de Deficiência. Lei 7853/89.

_______. Coordenadoria Nacional para Integração da Pessoa Portadora de Deficiência. Lei 10098/00.

_______. Declaração de Salamanca e Linha de ação sobre necessidades educativas especiais. Coordenadoria nacional para a integração da pessoa portadora de deficiência. Brasília, DF, 1994.

_______. Política Nacional para Integração da Pessoa Portadora de Deficiência. Decreto3298/99.

_______. Lei de Diretrizes e Bases para a Educação Nacional – Lei nº 9394/96. Brasília, 20 dez. 1998.

_______. Lei de Diretrizes e Bases para a Educação Nacional. Lei n° 11.769/2008.

DALBEN, Ângela I. L. de Freitas. A educação musical na atual organização do trabalho escolar. In: Cadernos de Estudo. São Paulo: Através, fev./ago., 1991.

GORDON, Edwin E. Teoria de aprendizagem musical para recém-nascidos e crianças em idade pré-escolar. Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 2008, 3. ed.

JEANDOT, Nicole. Explorando o universo da música. 2. ed. São Paulo: 1993. (Série Pensamento e Ação no Magistério).

KANNER, Leo. Autistic Disturbances Of Affective Contact, na revista Nervous Children, número 2, páginas 217-250. Disponível em. Acesso em 14 out. 2014.

MCDOWELL, Carol. (2010). An Adaptation Tool Kit for Teaching Music. TEACHING Exceptional Children Plus, 6(3) Article 3. Disponível em . Acesso em 24 set.2015.

MIGNONE, Liddy Chiaffarelli, FERNANDEZ, Marina Lorenzo. Iniciação Musical: Treinos de Ouvido, Ritmo e Leitura. Rio de Janeiro: Edições Tupy, 1947.

ORTEGA, Francisco. Sujeito Cerebral e o movimento da neurodiversidade. Mana v. 14, n.2, Rio de Janeiro, 2008.

SCHMIDT, Carlo. Temple Grandin e o autismo: uma análise do filme. Rer. Bras. Ed. Esp., Marília, v.18, n.2, p. 179-194, Abr.-Jun., 2012.

PAZ, Ermelinda A. Pedagogia Musical Brasileira no Século XX. Metodologias e Tendências. Brasília. Musimed. 2000.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


      ISSN 2594-407X

 

                                       URL: https://cp2.g12.br/ojs/index.php/interludio

                                           email: interludiorevista@hotmail.com

 

                                     Publicação do Departamento de Educação Musical (DEM)

                                                         em parceria com 

                       Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Cultura (PROPGPEC)

                                                   Pró-Reitoria de Ensino (PROEN)

                                                         

 Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.