A ETNOMATEMÁTICA E AS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS

Luane Bento dos Santos

Resumo


: O presente trabalho tem por objetivo apresentar e definir o conceito de etnomatemática com base em seus principais teóricos e correntes. Buscamos demonstrar suas propostas de intervenções e as críticas que recebe de outras áreas de conhecimento. Além disso, tratamos de sua relevância no ambiente acadêmico para as produções teóricas de ativistas e intelectuais de movimentos sociais que produzem conhecimentos vinculados às suas causa políticas e que historicamente são marginalizados. Abordamos como a etnomatemática tem sido um programa de pesquisa implantado em vários países (desenvolvidos e em desenvolvimento), principalmente nos países africanos, onde há expoentes da área. Fazemos um breve histórico dos conceitos que antecederam o termo etnomatemática com a descrição de suas propostas e significados. Argumentamos sobre a importância dos estudos etnomatemáticos para as pesquisas que tenham como enfoque os conhecimentos matemáticos presentes nas culturas africanas e afro-diaspóricas. Discutimos como a etnomatemática contribui para a implantação da Lei de n.º 10.639/03 de História e Cultura Africana e Afro-Brasileira, tendo em vista que a área de pesquisa visibiliza o desenvolvimento de práticas pedagógicas em consonância com a educação para as relações étnico-raciais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2595-8682