Projeto Propaganda : o uso do software Scribus para a criação de cartazes

Simone Lima, Raquel Souza

Resumo


Este trabalho relata uma experiência realizada com seis turmas de 7º ano do Ensino Fundamental do Campus Realengo II do Colégio Pedro II no ano de 2011.A partir de uma parceria entre a Informática Educativa e a disciplina de Língua Portuguesa, os alunos produziram cartazes a serem afixados em diferentes dependências do espaço escolar, com o objetivo de estimular comportamentos mais adequados ao convívio social. Em um primeiro momento, sob a supervisão dos professores de Língua Portuguesa, os alunos, organizados em grupos, elaboraram os elementos textuais que iriam compor os cartazes. Foram formados seis grupos referentes às seis dependências do campus a receberem os cartazes: biblioteca, sala de aula, banheiro masculino, banheiro feminino e laboratório de informática. Durante a elaboração dos cartazes, os alunos foram orientados com relação às características do gênero textual propaganda – cartaz – com enfoque no uso do modo imperativo. Em um segundo momento, cada aluno deveria criar um cartaz aliando ao texto já criado pelo seu grupo, uma solução individual de design gráfico. Para a elaboração dos cartazes, foi utilizado o editor de publicação open sourceScribus. Ao produzirem textos de um mesmo gênero – cartaz –para diferentes suportes – manuscrito (e/ou impresso) e digital –, os alunos tiveram a oportunidade de refletir acerca das adaptações textuais necessárias durante a migração de um suporte para o outro. Além disso, a divulgação dos cartazes permitiu que os textos dos alunos circulassem socialmente e cumprissem, assim, seu propósito comunicativo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição  4.0 Internacional.