Com foco na sustentabilidade, Humaitá II realiza gestão de resíduos sólidos


Cartuchos não utilizados foram recolhidos para descarte apropriado

 

O Setor de Patrimônio e Almoxarifado do Campus Humaitá II iniciou o processo de descarte de parte dos cartuchos de toner usados no colégio. Cerca de 100kg do lixo eletrônico foi recolhido por uma empresa responsável pelo fornecimento de cartuchos ao Colégio Pedro II.

 

Segundo o gestor de Patrimônio, Rodrigo Alves Silva, com essa iniciativa o campus coloca em prática o que é previsto na Política Nacional de Resíduos Sólidos, instituída pela Lei 12.305/10.

 

Sustentabilidade

Essas não são as primeiras ações de gestão de resíduos sólidos realizadas no Campus Humaitá II. Em março, foi realizado o descarte de mais de 300 itens em desuso de material de informática, tais como monitores, gabinetes e CPU, teclados, impressoras, mouses e estabilizadores. Também foram descartados quatro televisores que já não estavam mais em uso. O material foi recolhido pela Cooperativa Popular Amigos do Meio Ambiente LTDA (Coopama), para reaproveitamento e destinação às indústrias de reciclagem.

 

“Trabalhamos para a formalização do processo de descarte de bens eletrônicos e insumos de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos e com  a Política de Desfazimento de Bens Eletrônicos”, observou Rodrigo, lembrando que o trabalho de descarte em andamento faz parte de uma ação maior realizada no campus visando à sustentabilidade.

 


Equipe da Prefeitura: a nutricionista Fabiana Liparoti, o engenheiro Luiz Amarante, o prefeito José Luiz e o gestor de Patrimônio, Rodrigo Alves

 

Essas ações fazem parte do Planejamento Anual da Prefeitura do campus, responsável pela gestão de Compras, Patrimônio, Nutrição e Engenharia, e envolvem a recuperação e o reuso de mobiliário, redução dos desperdícios e do descarte na geração de resíduos, com a implantação de projetos de horta sustentável, compostagem, expansão de canteiros e jardins, economia energética, logística reversa entre outras.

 

Economia

Além de reduzir desperdícios nos processos, a proposta da Prefeitura é a adoção de uma prática que visa à utilização controlada de produtos, evitando o uso indevido, e desenvolvimento de ações que possam trazer vantagem econômica para os colaboradores, além de dar maior longevidade a materiais, a fim de evitar seu descarte, segundo informou o prefeito do campus, José Luiz da Silva Perna.

 

“Assim, a instituição economiza nas compras, faz uso consciente dos materiais e recursos e auxilia de forma prática na causa da sustentabilidade, criando consciência ecológica entre todos os colaboradores dos setores envolvidos e servindo de exemplo para os estudantes”, observou o prefeito.

 

 

 

Setor de Comunicação do Campus Humaitá II

Assessoria de Comunicação Social

 

 

Acessos Hoje:3575  Total Acessos:2399423