Acordos de Cooperação – IBICT

image


O Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e tecnologia tem por missão Promover a competência, o desenvolvimento de recursos e a infraestrutura de informação em ciência e tecnologia para a produção, socialização e integração do conhecimento científico e tecnológico.

A transferência de tecnologias da informação é uma das ações que consolidaram o IBICT como referência na área no Brasil e no exterior. O seu corpo técnico realiza a absorção e personalização de novas tecnologias, repassando-as a outras entidades interessadas na captura, distribuição e preservação da produção intelectual científica e tecnológica. Como alguns exemplos desse esforço, citam-se a coleta automática de registro e disseminação de teses e dissertações, a editoração de revistas eletrônicas e os repositórios de documentos digitais de diversas naturezas (desde documentos textuais a publicações multimídia). Tais produtos e serviços fazem do Brasil a quinta maior nação em número de repositórios digitais, à frente de potências econômicas como o Japão, França, Itália e Austrália, e a terceira em quantidade de publicações periódicas de acesso livre.

O acordo de cooperação técnico-científica firmado entre o CP II e o IBICT permite que docentes de nossa instituição participem do desenvolvimento de pesquisas, serviços e produtos de informação tecnológica, além de permitir o intercâmbio de assutos educacionais, culturais, científicos, tecnológicos e de pesquisa entre as duas instituições.

Em 2016 essa parceria rendeu a aprovação de dois projetos pela Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ). O  projeto“Museu Virtual de Instrumentos Musicais: espaço de convergência de acervos e conhecimento”,sob a coordenação de Adriana Olinto  Ballesté (IBICT) contou com a participação de pesquisadores do CP2 e também de outras instituições como UFF e UFRJ.

O segundo projeto, coordenado pela pesquisadora Gilda Olinto, com o tema “Diferenças de gênero na opção por ciência e tecnologia: permanências e mudanças na escola básica”, tem por campo de estudos é o Colégio Pedro II e conta com a participação de pesquisadores de  instituições como a UFRJ/ Laboratório de Metrias em C&T, Curso de Biblioteconomia e Gestão da informação da UFRJ, Colégio Pedro II e IBGE/Escola Nacional de Ciências Estatísticas, além de alunos do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI) do Ibict e UFRJ/ECO.


Acordo de Cooperação

Clique aqui.


Oportunidades

Para professores:

O acordo de cooperação firmado entre o CPII e o Real Gabinete foi firmado em dezembro de 2014 e tem validade até 2019. Docentes interessados em desenvolver projetos nessa entidade devem entrar em contato com a Diretoria de Pesquisa.


<< Voltar