A construção do olhar na educação: das paisagens pandêmicas aos lugares de visibilidade

Leandro Tartaglia

Resumo


O presente texto busca de maneira ensaística estabelecer uma análise do contexto de crise profunda que a educação brasileira se encontra, estabelecendo nexos geográficos e sociológicos com o pensamento crítico e progressista. Por fim, busca-se apresentar uma possibilidade de repensar a educação a luz da pedagogia libertária tendo em vista a situação pandêmica atual. 


Palavras-chave


Educação; Paisagem; Regimes de Visibilidade; Pedagogia Libertária; Lugar.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Rodrigo. A educação brasileira e a pandemia: breve olhar conjuntural. Le Monde Diplomatique, maio 2020. Disponível em: . Acesso em: 31 mai. 2020.

COLEMARX. Coletivo de Estudos em Marxismo e Educação. Em defesa da educação pública comprometida com a igualdade social: porque os trabalhadores não devem aceitar aulas remotas. Rio de Janeiro: PPGE/UFRJ, 2020. Disponível em: . Acesso em: 31 maio 2020.

GALLO, Sílvio. Em torno de uma educação menor. Educação e Realidade, Porto Alegre, v. 27, n. 2, p. 169-178, jul./dez. 2002.

GOMES, Paulo Cesar. O lugar do olhar: elementos para uma geografia da visibilidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2013.

HAESBAERT, Rogério. Por amor aos lugares. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2017.

HARVEY, David. Política anticapitalista em tempos de COVID-19. In: DAVIS, Mike et al. Coronavírus e a luta de classes. Brasil: Terra Sem Amos, 2020.

MBEMBE, Achille. Necropolítica. São Paulo: N-1 edições, 2018.

MELLO, Eduardo. Invisibilidade social no espaço: uma sugestão temática para a geografia escolar. Revista Brasileira de Educação em Geografia, Campinas, v. 9, n. 18, p. 148-160, jul./dez. 2019.

PORTO-GONÇALVES, Carlos Walter. A globalização da natureza e a natureza da globalização. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006.

SANTOS, Boaventura S. A cruel pedagogia do vírus. Coimbra: Edições Almedina, 2020.

SIMÃO, Mário. Dos espaços de identidade aos espaços de visibilidade. In: DAMASCENO, I.; MALHEIROS, T. (Org.). Espaços plurais. Rio de Janeiro: Consequência, 2018. 432p. p. 39-57

TARTAGLIA, Leandro. A construção do olhar na cidade: graffiti, paisagem e espaço público. 276 p. Tese (Doutorado em Geografia)–Programa de Pós-graduação em Geografia, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/grgcp2.v7i13.2530

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-4467

 

Licença Creative Commons

Indexada em: