Resenha do filme Todo mapa tem um discurso

Renato Cosentino Vianna Guimarães

Resumo


Qual é a relação dos mapas com identidade, pertencimento, comunicação, narrativa e poder? O documentário “Todo mapa tem um discurso” (2014), produzido pela organização não governamental Rede Jovem e dirigido por Francine Albernaz e Thaís Inácio, vai a fundo nestes temas para demonstrar que a ausência de favelas e comunidades pobres nos mapas oficiais é apenas a ponta do iceberg de uma tentativa de invisibilização das pessoas que vivem nestes territórios. Invisibilização que passa pelo não reconhecimento legal do direito à moradia em bairros populares e favelas ao assassinato da juventude periférica, majoritariamente negra, com o intuito de manter a desigualdade e afirmar a dominação.


Palavras-chave


Cartografia Crítica; Cartografia Social; Documentário; Favela.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.33025/grgcp2.v4i8.2566

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-4467

 

Licença Creative Commons

Indexada em: