Resenha do livro Necropolítica de Achille Mbembe

Tatiana de Souza Ferreira

Resumo


Filósofo de origem camaronesa, Achille Mbembe vem adquirindo crescente notoriedade no Brasil, tanto nas universidades quanto entre diferentes movimentos sociais. A difusão de suas ideias se deve em larga medida ao trabalho intitulado Necropolítica. Neste ensaio, Mbembe reflete sobre as condições de produção de mundos de morte em territórios sob o signo dos empreendimentos coloniais desde o século XV e da ocupação colonial na modernidade tardia. Profundamente geográfico, o ensaio Necropolítica contribui à reflexão sobre novas perspectivas para consolidados conceitos geográficos.

Palavras-chave


Necropolítica; Território; Colonialidade.

Texto completo:

PDF

Referências


FANON, Franz. Os condenados da Terra. Juiz de Fora: Editora UFJF, 2006

MBEMBE, Achille. Necropolítica: biopoder, soberania, estado de exceção e política da morte. São Paulo: n-1 edições, 2018a.

______. Crítica da razão negra. São Paulo: n-1 edições, 2018b.

RODRIGUES, Eduardo de Oliveira. Necropolítica: uma pequena ressalva crítica à luz das lógicas do arrego. Rio de Janeiro, 2019. (mimeo.)




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/grgcp2.v5i9.2574

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-4467

 

Licença Creative Commons

Indexada em: