O que o skate pode dizer sobre o ensino de geografia?

Luciano Hermes da Silva, Nelson Diniz

Resumo


Este artigo pretende problematizar a prática do skate de rua como objeto de reflexão no âmbito do ensino de Geografia. Objetiva demonstrar como os skatistas protagonizam a ressignificação da cidade através de usos originais do mobiliário urbano. Trata-se de reforçar o movimento que articula as práticas espaciais dos jovens aos conteúdos e temas tradicionais da Geografia. A partir da referência ao conceito de espaço público, busca-se demonstrar que o recurso às práticas cotidianas da juventude permite problematizar conflitos, relações identitárias e processos relacionados à produção social do espaço.

Palavras-chave


Skate; Contra-uso; Práticas espaciais; Juventude; Ensino de Geografia.

Texto completo:

PDF

Referências


CAVALCANTI, Lana de Souza. O ensino de Geografia na Escola. São Paulo: Papirus, 2012.

________. Jovens escolares e a cidade: concepções e práticas espaciais urbanas cotidianas. Caderno Prudentino de Geografia, Presidente Prudente, n. 35, Volume Especial, p. 74-86, 2013.

CERTEAU, Michel. A invenção do cotidiano: 1. Artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 2013.

CHAREST, Brian. What can schools learn from de DIY skateboarding culture? Disponível em: . Acesso em: 23 mai. 2014.

LEITE, Rogério Proença. Contra-usos da cidade: lugares e espaços públicos na experiência urbana contemporânea. Campinas/Sergipe: Editora da UNICAMP/Editora UFS, 2007.

LOW, Setha; SMITH, Neil. The politics of public spaces. Londres/Nova York: Routledge, 2006.

MACHADO, Giancarlo Marques Carraro. De carrinho pela cidade: a prática do street skate em São Paulo. 268 f. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social)-Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, USP, 2011.

NOGUEIRA, Ricardo José Batista. Fronteira: espaço de referência identitária? Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 1, n. 2, p. 27-41, 2007.

SERPA, Angelo. O espaço público na cidade contemporânea. São Paulo: Contexto, 2009.

SILVA, L. H.; DINIZ, N.; CAMPOS, M. G. L. A apropriação do espaço público pelo skateboarding no centro do Rio de Janeiro: o coletivo I Love XV e a conquista do direito à cidade. In: XIV Encuentro de Geógrafos de América Latina. 14., 2013, Lima, Anales... Lima: CGP/UGI-Peru, 2013.

WEIZ, Telma. O diálogo entre o ensino e a aprendizagem. São Paulo: Ática, 2001.

ZARKA, Raphaël. On a day with no waves: a chronicle of skateboarding 1779-2009. Paris: Éditions B42, 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/grgcp2.v1i2.50

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-4467

 

Licença Creative Commons

Indexada em: