INVASÕES POÉTICAS NO AMBIENTE ESCOLAR

Rosa Maria Noronha Dias

Resumo


Este relato de experiências pretende apresentar um projeto de leitura compartilhada que teve início a partir da necessidade de dinamizar a poesia entre os alunos, em especial, e também junto à comunidade escolar da rede pública municipal carioca. Pontuamos que a poesia é um gênero literário pouco ou indevidamente explorado nos currículos escolares, talvez por oferecer uma variedade semântica que escapa às avaliações pautadas em regras ortográficas ou gramaticais. O projeto, intitulado Invasões Poéticas, foi construído a partir das características principais que o constituem, quais sejam: a escolha do nome, subvertendo o significado normalmente utilizado pela comunidade escolar para a palavra invadir;  a escolha do modus operandi, que se contrapõe a valorização da rotina nos espaços e práticas escolares e se utiliza da surpresa e da ludicidade e, conforme justificado, a escolha da poesia como gênero literário, que pode oferecer uma multiplicidade de sentidos e ritmos. São apresentados os resultados do projeto, a partir de avaliações informais e de desdobramentos posteriores.      


Palavras-chave


Poesia; Leitura; Literatura; Escola; Educação.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMOVICH, Fanny – Literatura infantil: gostosuras e bobices. São Paulo: Scipione, 1989.

GREGORIN FILHO, José Nicolau (org.) – Literatura infantil em gêneros. São Paulo: Mundo Mirim, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/ceb.v3i2.2082

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-2879 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.