SIMULAÇÃO REALÍSTICA COMO MÉTODO ATIVO DO APRENDER: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Ana Maria Chavão Brito Lombardi de Souza, Carolina de Oliveira Nardini, Geraldo José Lombardi de Souza, Ilda Cecília Moraes da Silva, Lucrécia Helena Loureiro

Resumo


O presente estudo traz uma reflexão sobre as práticas das metodologias ativas de aprendizagem. Discorre sobre as expectativas de ensino em saúde a partir da simulação, como metodologia ativa. O objetivo será contribuir para prática docente do ensino em saúde sobre Metodologias Ativas de Aprendizagem, as simulações realísticas, como estratégia no processo ensino aprendizagem. A metodologia utilizada para o estudo foi a revisão integrativa, ferramenta metodológica que oferece a possibilidade de reunir e sintetizar resultados de estudos publicados sobre a temática, a prática baseada em evidências. Pensar pedagogicamente no ensino da saúde presume-se em ações complexas e dinâmicas, processo contínuo fundamentado no conhecimento e na experiência, que, não se limita ao conteúdo dos livros, mas, na relação entre teoria e prática. Acredita-se que as considerações e reflexões vinculadas na pesquisa sejam relevantes, trazendo perspectivas de aprendizagem e contribuição para o ensino de qualidade, incorporando novas tecnologias e métodos na prática do ensino.

Palavras-chave


Educação. Metodologia Ativa. Simulação

Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS:

BARBOSA, E.F.; MOURA, D.G. Metodologias Ativas de Aprendizagem na Educação Profissional e Tecnológica. B. Tec. Senac, Rio de Janeiro, v. 39, n.2, p.48-67, maio/ago. 2013. Disponível em http://www.bts.senac.br/index.php/bts/article/view/349/333 - Acesso em: 04, set. 2016.

ERCOLE, F.F.; MELO, L.S.; ALCOFORADO, C.L.G.C. Revisão Integrativa versus Revisão Sistemática. REME. Revista Mineira de Enfermagem. 2014 jan/mar; 18(1): 1-260. Disponível em http://www.reme.org.br/artigo/detalhes/904 - Acesso em: 10, set. 2017.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 2006

MENDES, K.D.S.; SILVEIRA, R.C.C.P.; GALVAO, C. M. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto contexto enferm., Florianópolis, v.17, n. 4, Dec. 2008. Disponível em -http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072008000400018 -Acesso em: 05, jun. 2016.

MORAN, J.M. Mudando a educação com metodologias ativas. Coleção Mídias Contemporâneas. Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: aproximações jovens. Vol. II] Carlos Alberto de Souza e Ofelia Elisa Torres Morales (orgs.). PG: Foca Foto-PROEX/UEPG. SP. 2015.

PINTO, A.A.M.et al. Métodos de ensino na graduação em enfermagem: uma revisão integrativa da literatura. Atas 5º Congresso Ibero-Americano em Investigação Qualitativa. CIAIQ 2016. Investigação Qualitativa em Educação// Investigación Cualitativa en Educación//Volume 1. Cidade de Porto. Portugal. Disponível em - http://proceedings.ciaiq.org/index.php/ciaiq2016/article/view/693 - Acesso em: 14, jun. 2017.

SANINO, G.E.C. Simulação realística no ensino de enfermagem. In: III Simpósio Internacional de Informática em Enfermagem, 2012.http://docplayer.com.br/1485967-Simulacao-realistica-no-ensino-de enfermagem-giane-elis-de-carvalho-sanino-discente-do-ppge-uninove-elissanini-ig-com-br.html. Acesso em: 23, mai. 2016.

SCALABRINI, A. N.; FONSECA, A.; BRANDÃO, C.F.S. Simulação Realística e Habilidades na Saúde. 1.ed. RJ. Atheneu, 2017. 229 p.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/ceb.v4i1.2408

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-2879 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.