O ENSINO DA MATEMÁTICA: CONTEXTUALIZAÇÃO E PRÁTICA ATRAVÉS DO ESTUDO DO PARAFUSO SEXTAVADO

Carlos Eduardo de Paula Abreu, Francinildo Nobre Ferreira

Resumo


Em diversas salas de aulas ou ambientes escolares, a forma como a Matemática vem sendo ensinada não permite que os alunos relacionem os conteúdos aprendidos com o seu cotidiano. Cabe ao professor mostrar a aplicabilidade da Matemática no dia a dia, sempre que for possível. A questão que se coloca é: como conscientizar os alunos sobre as aplicações dos conteúdos matemáticos no seu cotidiano e motivá-los ao estudo da disciplina? Com a EtnoMatemática, que tem por base a teoria sociointeracionista pode-se compreender um ensino de Matemática em que há contextualização, assim como, o uso de materiais concretos e situações reais torna a aula mais criativa e participativa. A Feira de Matemática também é uma das formas que auxiliam o aprendizado significativo. Este artigo tem como objetivos apresentar uma alternativa de contextualização dos conteúdos matemáticos a fim de conduzir a uma aprendizagem de modo significativo e demonstrar através de atividades práticas como aplicar em sala de aula estes conceitos. Ele se desenvolve através de uma pesquisa bibliográfica que embasa a construção de atividade prática contextualizada, com o uso de material concreto e a possibilidade de ser aplicada em sala de aula. A execução da proposta serve como apoio a outros profissionais da educação que procuram em sua prática na sala de aula desenvolver aulas mais motivadoras e reflexivas.

Palavras-chave


EtnoMatemática; Material concreto; Polígono regular.

Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS

ABREU, Carlos Eduardo de Paula; FERREIRA, Francinildo Nobre. O ensino da Matemática contextualizado. 2014. 22 f. Trabalho de Conclusão de Curso do Mestrado Profissional em Matemática, Universidade Federal de São João del-Rei, São João del-Rei. Disponível em: . Acesso em: 21 abr. 2019.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Matemática. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997. Disponível em: . Acesso em: 19 jan. 2014.

D'AMBROSIO, Ubiratan. Educação Matemática: da teoria à prática. Campinas: Papirus, 2001. Disponível em:

. Acesso em: 10 nov. 2015.

FIORENTINI, D.; MIORIM, M. A. Uma reflexão sobre o uso de materiais concretos e jogos no ensino de Matemática. Boletim da Sociedade Brasileira de Educação Matemática, São Paulo: SBEM-SP, n. 7, p. 1-3, 1990. Disponível em:

. Acesso em 10 nov. 2015.

FLORIANI, J. V. Professor e pesquisador: exemplificação apoiada na Matemática. 2. ed. Blumenau: EDIFURB, 2000.

HELLMEISTER, Ana Catarina (Org.). Explorando o ensino da Matemática: artigos. Organização geral de Suely Druck. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2004. v. 1.

______. Explorando o ensino da Matemática: atividades. Organização geral de Suely Druck. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2004. v. 2.

IMENES, Luiz Márcio; JAKUBOVIC, José. Por que o parafuso é sextavado? In.: HELLMEISTER, Ana Catarina (Org.). Explorando o ensino da Matemática: atividades. Organização geral de Suely Druck. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2004. v. 2. p. 30-34.

MUNHOZ, Maurício de Oliveira. Propostas metodológicas para o ensino da Matemática. São Paulo: Intersaberes. Série sobre Metodologia. 2013.

SOARES, Luís Havelange. Aprendizagem Significativa na Educação Matemática: uma proposta para a aprendizagem de Geometria Básica. 2009. 141 f. Mestrado em Educação, Centro de Educação, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa. Disponível em: . Acesso em: 03 dez. 2014.

SOUZA, Júlio César de Mello e. Matemática divertida e curiosa. 24. ed. Rio de Janeiro: Record, 2006.

STOPASSOLI, Márcia Aurélia; GAERTNER, Rosinéte; SCHMITT, Maria Adélia Bento. Aprendendo Matemática: ações integradoras entre a Universidade e Instituições de Ensino Básico. Extensio: Revista Eletrônica de Extensão, v. 6, n. 8, dez. 2009. Disponível em: . Acesso em: 03 dez. 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/ceb.v4i1.2413

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-2879 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.