PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO ESCOLAR EM AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA NO ENSINO BÁSICO: VOZES E REFLEXÕES DOCENTES

Kevin Lino de Oliveira, Cláudio Alves Pereira

Resumo


O presente estudo visa investigar como os docentes da disciplina Educação Física, articulam sentidos da sua prática ao planejamento e à organização do trabalho pedagógico no contexto da educação básica. Optou-se pela abordagem metodológica qualitativa de cunho exploratório-descritivo e, para o levantamento dos dados, foi utilizado um questionário on-line estruturado e o uso de grupos focais assíncronos e síncronos. Durante o desenvolvimento desta pesquisa, foram abordadas três categorias de análise: (i) Reflexão docente: concepções e funções acerca do trabalho pedagógico escolar, (ii) Reflexão docente: usos e sentidos do planejamento e da organização no trabalho pedagógico escolar e (iii) Realidades e contrastes docentes na educação básica e sua influência no planejamento e na organização do trabalho pedagógico escolar. A partir dos dados coletados, foi possível identificar a caracterização do perfil pessoal e profissional dos participantes, suas percepções acerca de determinados aspectos vinculados ao planejamento e à organização do trabalho pedagógico escolar, bem como o contraste de suas realidades de vida e trabalho na influência (ou não) de suas atividades docentes.


Palavras-chave


Práticas Pedagógicas; Educação Física Escolar; Educação Básica.

Texto completo:

PDF

Referências


BOYDELL, Nicola., FERGIE, Gillian., MCDAID, Lisa., HILTON., Shona. Avoiding Pitfalls and Realising Opportunities: Reflecting on Issues of Sampling and Recruitment for Online Focus Groups, International Journal of Qualitative Methods, Alberta, v. 14, 2014.

BRACHT, Valter., CASTELLANI FILHO, Lino., ESCOBAR, Micheli Ortega., SOARES, Carmen Lúcia., TAFFAREL, Celli Nelza., VARJAL, Maria Elizabeth. COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do ensino de Educação Física. São Paulo: Cortez, 1992.

GANDIN, Danilo. Planejamento como prática educativa. 7 ed. São Paulo: Loyola, 1994.

GIL, Antônio. Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Editora Atlas, 1999.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

LEAL, Regina Barros. Planejamento de ensino: peculiaridades significativas. Revista Iberoamericana de Educación, v. 37, n. 3, p. 1-7, 25 dez. 2005.

LIBANÊO, José Carlos. Didática. São Paulo: Cortez, 1994.

MACHADO, Thiago da Silva., BRACHT, Valter., FARIA, Bruno., MORAES, Claudia., ALMEIDA, Ulisses., ALMEIDA, Felipe. As práticas de desinvestimento pedagógico na educação física escolar. Movimento (ESEFID/UFRGS), Porto Alegre, v. 16, n. 2, p. 129-147, dez. 2009.

RICHARDSON. Roberto. Pesquisa Social: Métodos e Técnicas. São Paulo: Editora Atlas, 2012.

TARDIF. Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 16. ed. – Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

VASCONCELOS, Celso dos Santos. Sobre o Planejamento Escolar: Momentos Iniciais, Projeto de Ensino-Aprendizagem e Trabalho por Projetos. In: Gestão da Sala de Aula. São Paulo, Editora Libertad, 2019.

VASCONCELOS, Celso dos Santos. Sobre a Possibilidade de Mudança: Zona de Autonomia Relativa. In: Currículo: A atividade humana como princípio educativo, 4ª ed. São Paulo: Libertad, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/ceb.v6i3.3176

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-2879 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.