JOGOS AFRICANOS NO PROJETO DE EXTENSÃO EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR NA PERSPECTIVA INCLUSIVA

Michele Pereira de Souza da Fonseca, Luciana dos Santos Rodrigues, Victor Barreto Gonçalves de Oliveira, Lucas Ribeiro de Melo

Resumo


Este estudo tem como objetivo relatar a experiência vivenciada com o bloco de conteúdo jogos, desenvolvendo especificamente os jogos africanos, a partir das ações do projeto de extensão Educação Física escolar na perspectiva inclusiva, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, em parceria com docentes de uma escola pública municipal no Rio de Janeiro. Apoiamos nossas ações e reflexões em um conceito de inclusão amplo, processual, infindável e dialético que busca problematizar e minimizar toda forma de exclusão envolvendo qualquer diferença humana. Para este recorte, relataremos a experiência vivenciada com 39 estudantes do 8º ano no 3º bimestre de 2019. Neste artigo, mostramos situações cotidianas e nossa forma de enfrentamento das exclusões envolvendo (não) participação, casos de violência e questões de gênero, a partir de um conteúdo que, por si só, já é carregado de intencionalidade inclusiva posto que valoriza a cultura africana e afro-brasileira.

Palavras-chave


Inclusão; Extensão universitária; Educação Física escolar; Ensino Colaborativo; Jogos Africanos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.33025/ceb.v6i1.3213

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-2879 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.