Refletindo sobre nosso Brasil Plural por meio de atividades de Língua Portuguesa e Língua Inglesa: um relato de experiência

Patrícia Miranda Medeiros Sardinha, Letícia Miranda Medeiros

Resumo


Trabalhar o tema transversal Pluralidade Cultural proporciona a consciência do valor do outro que é diferente, e a reflexão acerca de atos preconceituosos sofridos e observados na sociedade. Atividades compostas por um intercâmbio de diferentes manifestações artísticas (filme, canção e ida ao teatro), sob a perspectiva do Letramento Crítico, levaram os alunos a perceber a realidade que os envolve de forma reflexiva, estimulando ações sociais justas e igualitárias. Autores como Paulo Freire (1989, 2008), Morin (2003), Bauman (2009), entre outros, foram utilizados como aporte teórico da proposta didática interdisciplinar. O diálogo entre as disciplinas de Língua Portuguesa e Língua Inglesa, na Educação de Jovens e Adultos, teve intuito de proporcionar a formação de cidadãos capazes de compreender criticamente o contexto sociocultural em que estão inseridos e de respeitar e celebrar as diferenças como elemento constitutivo do nosso país.

Palavras-chave


Letramento Crítico; Pluralidade Cultural; Língua Portuguesa; Língua Inglesa

Texto completo:

PDF

Referências


BAUMAN, Zygmunt. Entrevista sobre a Educação. Desafios pedagógicos e modernidade líquida. Cadernos de Pesquisa, v. 39, no 137,maio/ago. 2009.

BRASIL. Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”, e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 10 jan. 2003.

______. Lei nº lei nº 11.645, de 10 março de 2008. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei no 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”. Diário Oficial da União. Brasília, DF,10 mar. 2008.

______. Lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011.Institui o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra. Diário Oficial da União. Brasília, DF,10 nov. 2011.

______. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: pluralidade cultural, orientação sexual / Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília : MEC/SEF, 1997.

CARDOSO, Deize Costa, Letramento crítico e o livro didático de inglês: uma análise dos textos e das atividades de compreensão escrita. 2011. 144f. Dissertação de mestrado. Faculdade de letras. UFMG. Belo Horizonte. 2011.

CERVETTI, G., PARDALES, M. J., & DAMICO, J. S. (2001). A Tale of Differences: Comparing the Traditions, Perspectives, and Educational Goals of Critical Reading and Critical Literacy. Reading Online. Disponível em:< http://www.readingonline.org/articles/art_index.asp?HREF=/articles/cervetti/index.html > Acesso em: 30 abril 2016.

FREIRE, Paulo. Educação como Prática da Liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989.

______. A importância do Ato de Ler. São Paulo: Cortez, 2008.

MÃOS Talentosas. Direção: Thomas Carter. Português (Brasil). Roteiro: John Pielmeier. Distribuidora: Sony Pictures, Estúdio: Hatchet Films / Sony Pictures Entertainment. Estados Unidos. 2009. Duração: 90 min. Disponível em:< https://www.youtube.com/watch?v=k4xrwBE12ok > Acesso em: 29 out. 2015.

MCCARTNEY, Paul. Ebony and Ivory. Intérpretes: Paul McCartney e Steve Wonder. In: MCCARTNEY, Paul. Tug of war. Columbia. USA: 1982. Album, faixa 12 (3 min 46 s).

MORAES,R. Participando da conversa: Construindo competências argumentativas na fala e na escrita. In: SCARTON, Gilberto; SMITH, Marisa M. Manual de redação. Porto Alegre: PUCRS, FALE/GWEB/PROGRAD, [2002]. Disponível em: Acesso em 29 out. de 2015.

MORIN, Edgar. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. Tradução Eloá Jacobina. 8ª ed. Rio de Janeiro - RJ: ed. Bertrand Brasil, 2003.

RIBEIRO, Paulo Silvino. Cultura brasileira: da diversidade à desigualdade. In: Brasil Escola. Disponível em:< http://brasilescola.uol.com.br/sociologia/cultura-brasileira-diversidade-desigualdade.htm> Acesso em: 29 out. 2015. SANTOS, V.P. Interdisciplinaridade na sala de aula. Sociedade educativa. Consciência e compromisso. São Paulo, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/ceb.v1i1.705

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-2879 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.