POSSIBILIDADES EDUCATIVAS DO OLHAR: Narrativas e Interpretações a partir das charges.

Marcelo da da S. Araújo

Resumo



 O texto relata uma experiência pedagógica intitulada “História e imagens contemporâneas”. Desenvolvida com estudantes da 8ª série do Ensino Fundamental, hoje 9º ano, em uma escola pública municipal da cidade do Rio de Janeiro, no já distante ano de 2004, este artigo – cujo material pedagógico utilizado na experiência que lhe dá corpo é composto de imagens geradas e veiculadas em ambiente eletrônico, as charges da internet – busca colaborar, por um lado, como inspirador de outros trabalhos com imagens, prática bastante enraizada por sua eficiência na socialização dos conteúdos históricos, e, por outro, contribuir na afirmação da educação política, aqui mediada pela ironia e pelo humor, como importante elemento de educação popular no ensino básico em tempos de Escola Sem Partido.


Palavras-chave


ensino fundamental; ensino de história; leitura e interpretação; charges; método didático-pedagógico.

Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, Celso. A sala de aula de geografia e história. 2 ed., Campinas: Papirus, 2003.

ARAGÃO, Octavio. Angelo Agostini: a arte de levar a sério um trabalho bem-humorado. Arte & ensaios, Rio de Janeiro, nº 10, 2003.

BRASIL. Ministério da Educação. PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS: história e geografia, 2 ed., Rio de Janeiro: DP&A, 2000.

PINSKY, Jaime (org.). O ensino de história e a criação do fato. 9 ed., São Paulo: Contexto, 2001.

SILVA, Rosangela de Jesus. “A crítica de arte de Angelo Agostini”, Anais do XXIII Colóquio de História da Arte, Rio de Janeiro, 2004.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.