Os substitutos: A participação negra na Guerra do Paraguai

Gustavo Faustino dos Santos

Resumo


Este artigo analisa a presença dos negros na maior batalha bélica que o Brasil participou: A Guerra do Paraguai (1864-1870). As estratégias de recrutamento militar de libertos e escravizados africanos e oficiais negros conseguiram convocar as milícias negras, como os zuavos baianos e como foram vistos pelos inimigos e pelo Governo e o Exército nacional dentro da política racial. Este artigo apresenta a questão da cidadania durante a guerra e no pós-guerra e como contribuíram para eventos importantes na historiografia, suprimidas nos livros didáticos

Palavras-chave


Guerra do Paraguai, milícias negras, cidadania, historiografia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.