A HISTÓRIA PÚBLICA E DIGITAL COMO PONTO DE PARTIDA PARA QUESTIONAR O USO DO YOUTUBE NO ENSINO DE HISTÓRIA

Gabriela Arosa

Resumo


O presente artigo pretende, à luz das considerações realizadas no âmbito da História Pública e Digital, identificar e analisar possíveis interferências do uso da plataforma YouTube nas relações educativas no Ensino de História. A “explosão” de conteúdos e informações que circulam na internet e o crescente interesse público pela temática histórica têm emergido nas salas de aula, muitas vezes, de forma ameaçadora. Em algumas situações, essas interferências provocam desafios ao saber histórico-científico e escolar. Isto evidencia que existem diferentes maneiras de utilização, apropriação e construção de conhecimento, produção de sentido acerca do passado e que também a Universidade, a escola e as instituições tradicionais não são mais os únicos espaços exclusivos de produção de conhecimento. Nesse caminho, busca-se diferenciar as possibilidades de produção de sentido sobre o passado que se relacionam com o ensino de história. E, ainda, compreendendo-o como um “lugar de fronteira”, com saberes e práticas próprios, discutir como parte da literatura do campo tem respondido aos muitos questionamentos que a plataforma suscita no contexto do ensino básico. Por fim, propõe-se uma atividade pedagógica, cujos objetivos principais visam contribuir para a identificação das diferentes naturezas narrativas de temática histórica com as quais nos deparamos atualmente.

Palavras-chave


História Pública, Ensino de História, YouTube, História Digital

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.