Villa-Lobos e o Canto Orfeônico no Governo Vargas: as concentrações orfeônicas e a Superintendência de Educação Musical e Artística

Daisy Lucia Gomes de Oliveira

Resumo


Resumo: Este texto visa a analisar o projeto implantado no Brasil sob a orientação de Heitor Villa-Lobos que tornou a disciplina Canto Orfeônica obrigatória no currículo das escolas brasileiras. O Canto Orfeônico tornou-se modelo nacional de educação musical e, por meio de seu repertório cívico, sacralizou um conceito de brasilidade proposto pela reforma de ensino do governo Getúlio Vargas. A Superintendência Educacional e Artística (SEMA) oportunizou a implantação desse projeto de educação musical, baseado na prática de canto orfeônico, que associava música, disciplina e civismo.

Resumen: Este texto pretende analizar el proyecto implantado en Brasil, bajo la orientación de Heitor Villa-Lobos, que tornó la asignatura Canto Orfeónico obligatoria en el currículo de las escuelas brasileñas.  El Canto Orfeónico se tornó modelo nacional de educación musical y por medio de su repertorio cívico, sacralizó un concepto de “brasilidad” propuesto por la reforma de enseñanza del gobierno Getúlio Vargas.  La Superintendência Educacional e Artística (SEMA) oportunizó la implantación de ese proyecto de educación musical, fundamentado en la práctica de canto orfeónico, que asociaba música, disciplina y civismo.

Abstract: This text aims to analyze the project implemented inBrazil, under the guidance of Heitor Villa-lobos, which turned the subject "Canto Orfeônico" a compulsory one in the syllabus of Brazilian schools. This subject became a national model for music education teaching and, by means of its civic repertoire formalized a concept of Brazilianness proposed by the reform of education in the government of Getúlio Vargas. The Educational and Artistic Superintendence (SEMA) offered to the implementation of this project of music education, based on the practice of "canto orfeônico", which assossiated music, discipline and civism.

 


Palavras-chave


Educação musical; Canto Orfeônico; Concentrações Orfeônicas; Superintendência Educacional e Artística (SEMA).

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Mário de. O banquete. São Paulo: Dias Cidades, 1977.

ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. História da Educação. São Paulo: Moderna, 1996.

BESEN, Carlos Lucas. A Educação Musical na visão de Villa-Lobos. 1991. Dissertação (Mestrado em Música). UFRGS, Porto Alegre, 1991.

CARVALHO, José Murilo de. A formação das almas – o imaginário da República no Brasil, São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

FUKS, Rosa. O discurso do silêncio. Rio de Janeiro: Enelivros, 1991. (Série Música e Cultura, v. 1.)

GUÉRIOS, Paulo Renato. Heitor Villa-Lobos: o caminho sinuoso da predestinação. Rio de Janeiro: FGV, 2003.

LAUERHASS JÚNIOR, Ludwig. Getúlio Vargas e o triunfo do nacionalismo brasileiro. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1986.

LEMOS JÚNIOR, Wilson. Canto Orfeônico: Uma investigação acerca do ensino de música na escola secundária pública de Curitiba (1931-1956). 2005. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2005.

LIBÂNEO, José C.: OLIVEIRA, João F. & TOSCHI, Mirza S. Educação Escolar: políticas, estrutura e organização. São Paulo: Cortez, 2003.

OLIVEIRA, Lindamir Cardoso Vieira. O projeto educacional do estado novo a partir das revistas cultura política e rbep. In: Anais do VI Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação, VI, 2006,Uberlândia.

PLATÃO. A República. Tradução de J. Guisburg. 2 ed. São Paulo, Difusão Europeia do Livro, 1973. v. 1.

SCHAFFRATH, M. A. S. A Escola Normal Catharinense de 1892: profissão e ornamento. 1999. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1999.

SCHWARTZMANN, Simon; BOMENY, Helena M. B.; COSTA, Vanda M. R. Tempos de Capanema. Rio de Janeiro: Paz e Terra; São Paulo: EDUSP, 1984.

SOUZA, Carla Delgado de. O Brasil em pauta: Heitor-Villa-Lobos e o canto orfeônico. 2005. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2005.

TEIXEIRA, Anísio. O processo democrático de educação. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Rio de Janeiro, v. 25, n. 62, 1956, p. 3-16.

VILLA-LOBOS, Heitor. Programa do Ensino de Música: Jardim de Infância, Escola Elementar Experimental e Técnica Secundária e Cursos de Especialização. Rio de Janeiro: Secretaria Geral de Educação e Cultura, 1937 (a).

____. S.E.M.A.: relatório geral dos serviços realizados de 1932 a 1936. In: Boletim Latino Americano de Música, Tomo III. Montevidéu, abril/1937 (b).

____. O Ensino Popular da Música no Brasil. Rio de Janeiro, 1937 (c).

____. A Música Nacionalista no Governo de Getúlio Vargas. Rio de Janeiro: Gráfica Olímpia, 1940.

____. Educação Musical. In: Boletim Latino Americano de Música. Ano VI, v.6. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1946.

____. Exortação. In: MUSEU VILLA-LOBOS. Presença de Villa-Lobos. V.4. Rio de Janeiro, 1969.

____. Educação Musical. Rio de Janeiro: Museu Villa-Lobos, 1991. (Presença de Villa-Lobos. V.13).

WISNIK, José Miguel e SQUEFF, Ê. Getúlio da Paixão Cearense (Villa-Lobos e o Estado Novo). In: Música – o Nacional e o Popular na Cultura Brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1983. p. 129-191.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/irdemcp2.v2i2.1536

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


      ISSN 2594-407X

 

                                       URL: https://cp2.g12.br/ojs/index.php/interludio

                                           email: interludiorevista@hotmail.com

 

                                     Publicação do Departamento de Educação Musical (DEM)

                                                         em parceria com 

                       Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Cultura (PROPGPEC)

                                                   Pró-Reitoria de Ensino (PROEN)

                   Curso de Especialização em Práticas Musicais na Educação Básica (DEM)

                                                         

 Este trabalho está licenciado com uma Licença

 Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.