Ensino Profissional e Educação musical: o Ensino de Música no centenário do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET-RJ)

Renan Ribeiro Moutinho

Resumo


O presente artigo apresenta os resultados da primeira de duas fases da pesquisa, em andamento, acerca das estratégias utilizadas por professores de Música do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET-RJ) no ano de seu centenário. A metodologia utilizada nesta primeira fase, a pesquisa exploratória (MARTINS, 2000), objetiva apresentar o percurso histórico do surgimento e consolidação da modalidade de Ensino Profissional Técnico de Nível Médio desde a Escola de Aprendizes Artífices, em 1909, aos dias de hoje. De forma complementar, pretendemos apresentar os marcos legais que versam sobre o ensino de música nesta modalidade de ensino a fim de formular questões que estruturem um roteiro para entrevistas semi-estruturadas (LAVILLE, DIONNE, 1999) com docentes do quadro efetivo do CEFET-RJ, as quais serão realizadas na segunda fase. Os resultados do presente artigo nos permitiram sublinhar mudanças expressivas no direcionamento social do ensino profissional e do ensino de Música em instituições profissionais técnicas de nível médio, caso do CEFET-RJ, os quais suscitam maior aprofundamento no que se refere às práticas pedagógicas em sala-de-aula dos profissionais que atuam nestas instituições.


Palavras-chave


Educação musical; Música; Ensino Profissional

Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, Fernando. A educação na encruzilhada. São Paulo, SP: Melhoramentos, 1960.

BOURDIEU, Pierre. Introdução a uma nova sociologia reflexiva. In: BOURDIEU, P. O poder simbólico. Lisboa: DIFEL, 1989.

BRANDÃO, Marisa. Metamorfose dos Cursos Superiores de Tecnologia no Brasil: política de acesso ao ensino superior em um Estado burguês. Niterói: 2009. 248f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal Fluminense, Niterói. 2009a.

_______________. CEFET Celso Suckow e Algumas Transformações Históricas na Formação Profissional. Trabalho Necessário, v. 7, p. 20, 2009a.

BRASIL. Decreto nº 7.566, de 23 de setembro de 1909. Legislação, Brasília, DF, [1999].

______. Decreto-lei no. 4.244, de 9 de abril. Lei orgânica do ensino secundário. Diário Oficial da União. Rio de Janeiro, 10 abr. 1942.

______. Lei nº 4.024, de 20 de dezembro de 1961. Fixa as diretrizes e bases da educação. Diário Oficial da União, Brasília, 1961.

______. Lei nº 11.892, de 28 de novembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 2008a.

_____. Lei nº 11769 de 18 de agosto de 2008. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, Lei de Diretrizes e Bases da Educação, para dispor sobre a obrigatoriedade do ensino da música na Educação Básica. Brasília, 2008b.

_____. MEC/SETEC. CNE/CEB. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional Técnica de Nível Médio. Brasília, DF: 2012.

_____. MEC/SETEC. CEFET-RJ. Plano Pedagógico de Curso. Ensino Médio Integrado ao Técnico de Edificações. Rio de Janeiro, RJ: 2014.

BRITO, S. H. A. e PESSANHA, E. C. Ensino secundário ou Educação Secundária? Controvérsias e singularidades na escrita de sua história. Anais do VII Congresso Brasileiro de História da Educação - SBHE. Cuiabá, 2014.

CARDOSO, Tereza Fachada Levy. A Formação Docente na Escola Normal de Artes e Ofícios Wenceslau Braz (1917-1937). In: Anais do I Congresso Brasileiro de História da Educação. RJ: SBHE, 2000, CD ROM.

____________________________. A Reforma do ensino profissional, de Fernando de Azevedo, na Escola Normal de Artes e Ofícios Wenceslau Braz. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 5, n.14, p.79-92, jan./abr. 2005.

CIAVATTA, Maria; SILVEIRA, Zuleide Simas. Celso Suckow da Fonseca. Coleção Educadores MEC. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, Editora Massangana, 2010.

CUNHA, Luiz Antônio. O ensino industrial-manufatureiro no Brasil. Rev. Bras. Educ., Rio de Janeiro , n. 14, p. 89-107, Aug. 2000.

___________________. O ensino de ofícios nos primórdios da industrialização. São Paulo: Unesp; Brasília: 2005.

___________________. O ensino profissional na irradiação do industrialismo. 2. ed. São Paulo: Editora UNESP; Brasília, DF: FLACSO, 2005b.

___________________. Ensino Profissional. O grande fracasso da ditadura. In: Cadernos de Pesquisa. No. 154, out-dez 2014. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/cp/v44n154/1980-5314-cp-44-154-00912.pdf, acesso em 0204/2016.

CURY, Carlos Roberto Jamil. A Educação Básica como direito. Cad. Pesqui., São Paulo , v. 38, n. 134, p. 293-303, Aug. 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15742008000200002&lng=en&nrm=iso. Acesso em 06 de junho de 2018. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-15742008000200002.

DALLABRIDA, Norberto. A reforma Francisco Campos e a modernização nacionalizada do ensino secundário. Educação, Porto Alegre, v. 32, n. 2, p. 185-191, maio/ago. 2009.

FONSECA, Celso Suckow da. História do Ensino Industrial no Brasil. RJ: SENAI/DN/DPEA, 1986.

FUKS, Rosa. O Discurso do Silêncio. Rio de Janeiro: Enelivros, 1991.

GARIGLIO, José Ângelo; BURNIER, Suzana Lana. Os professores da educação profissional: saberes e práticas. Cad. Pesqui., São Paulo , v. 44, n. 154, p. 934-959, Dec. 2014 . Available from . access on 06 June 2018. http://dx.doi.org/10.1590/198053142880.

JARDIM, Vera Lúcia Gomes. Da arte à educação: a música nas escolas públicas 1838-1971. Tese (Doutorado em Educação-História, Política e Sociedade). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2008.

KUHLMAN JR., Moysés. Histórias da educação infantil brasileira. Rev. Bras. Educ., Rio de Janeiro, n. 14,p. 5-18, Aug. 2000.

LAVILLE, C. e DIONNE, J. A construção do saber: manual de metodologia da pesquisa em ciências humanas. Tradução Heloísa Monteiro e Francisco Settineri. Porto Alegre: Artes Médicas; Belo Horizonte: Editora UFMG, 1999.

LIMA FILHO, Domingos Leite. O ensino técnico-profissional e as transformações do Estado-nação brasileiro no século XX. 2002. Disponível em http://sbhe.org.br/novo/congressos/cbhe2/pdfs/Tema6/0668.pdf. Acesso em 15 out. 2015.

MACHADO, Lucília Regina de Souza. Organização da educação profissional e tecnológica por eixos tecnológicos. Linhas Críticas, Brasília, DF, v. 16, n. 30, p. 89-108, jan./jun. 2010.

MARTINS, Gilberto de Andrade. Manual para elaboração de monografias e dissertações. São Paulo: Atlas, 2000.

PEREIRA, Sonia Gomes. A historiografia da Arquitetura brasileira no século XIX e os conceitos de estilos e tipologia. 19&20 (Online), v. 5, p. 20-40, 2007.

SANTOS, Regina Márcia. Relações entre Educação e Ensino a partir do Campo do Currículo: o caso da Música. Texto apresentado no GT de Currículo / ANPEd – 2012. Trabalho Encomendado. Campinas, 2012.

SOBREIRA, Silvia. Disciplinarização da Música e produção de sentidos sobre educação musical: investigando o papel da Abem no contexto da Lei nº 11. 769/2008. Tese (Doutorado em Educação). Rio de Janeiro: UFRJ, Centro de Filosofia e Ciências Humanas - Faculdade de Educação. 2012.

SOUZA, Ana Cláudia Ribeiro de. A legislação federal para o ensino profissional e a Escola de Aprendizes e Artífices do Amazonas: Diálogos possíveis. Anais do XXVII Simpósio Nacional de História (ANPUH). Natal, 2013.

VEIGA, Cynthia Greive. Escola pública para os negros e os pobres no Brasil: uma invenção imperial. Rev. Bras. Educ., Rio de Janeiro , v. 13, n. 39, p. 502-516, Dec. 2008 . Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782008000300007&lng=en&nrm=iso. Acesso em 10 de Julho de 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-24782008000300007.

WITTACZIK, L. S. Educação Profissional no Brasil: histórico. E-Tech: Atualidades Tecnológicas para Competitividade Industrial, Florianópolis, v. 1, n. 1, p. 77-86, 1o. sem., 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/irdemcp2.v6i9.1833

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


      ISSN 2594-407X

 

                                       URL: https://cp2.g12.br/ojs/index.php/interludio

                                           email: interludiorevista@hotmail.com

 

                                     Publicação do Departamento de Educação Musical (DEM)

                                                         em parceria com 

                       Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Cultura (PROPGPEC)

                                                   Pró-Reitoria de Ensino (PROEN)

                   Curso de Especialização em Práticas Musicais na Educação Básica (DEM)

                                                         

 Este trabalho está licenciado com uma Licença

 Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.