PIBIDIANAS GATEIRAS: REFLEXÕES SOBRE A EXPERIÊNCIA COM O PIBID NA TURMA GATO

Amanda Santos de Lima, Amanda Cunha Rangel, Ana Carolina Almeida Sales, Brenda Hucs de Lima Rodrigues do Nascimento, Mariana Nunes Corrêa

Resumo


O presente artigo se propõe a apresentar reflexões sobre experiências formativas vivenciadas entre uma docente do Centro de Referência em Educação Infantil Realengo (CREIR) do Colégio Pedro II (CPII) e quatro licenciandas em Pedagogia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) através do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID). Esta articulação entre a Educação Superior e a Educação Básica, que antecipou o vínculo entre os futuros mestres e as salas de aula da rede pública, teve como cenário os espaços frequentados pela Turma Gato, integrada por crianças do Grupamento 5 (cinco anos de idade) da referida instituição. Tivemos como referência para fundamentar nossas reflexões acerca do trabalho desenvolvido, obras de Bondía (2002), Fossile (2010), Lopes (2015), Ostetto (2009), entre outras, assim como articulações com conteúdos de documentos governamentais como as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (DCNEI) e institucionais como o Projeto Político Pedagógico (PPP) do CREIR.

Palavras-chave


PIBID; Iniciação à docência; Estágio; Educação Infantil; Formação docente.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.33025/praticasei.v4i5.2207

Apontamentos

  • Não há apontamentos.